Ver mais

O Bitcoin está correlacionado ao S&P 500? Análise

2 mins
Atualizado por Anderson Mendes

EM RESUMO

  • SPX atingiu um novo preço recorde em 4 de janeiro.
  • SPX e BTC foram positivamente correlacionados nos últimos seis meses.
  • DXY e o BTC têm uma correlação predominantemente negativa.
  • promo

Análise na movimentação de preços do Bitcoin (BTC), índice do dólar (DXY) e S&P 500 (SPX) para determinar se eles estão correlacionados.

  • Não entendeu algum termo do universo Web3? Confira no nosso Glossário!
  • Quer se manter atualizado em tudo o que é relevante no mundo cripto? O BeInCrypto tem uma comunidade no Telegram em que você pode ler em primeira mão as notícias relevantes e conversar com outros entusiastas em criptomoedasConfira!
  • Você também pode se juntar a nossas comunidades no Twitter (X)Instagram e Facebook.

S&P 500

O SPX está em tendência de baixa desde que atingiu a máxima histórica de US$ 4.818 em 4 de janeiro. O movimento atual levou a uma mínima de US$ 4.114 em 24 de fevereiro.

Depois, o índice saltou e rompeu uma linha de tendência de baixa em 17 de março. Esse movimento levou a uma alta de US$ 4.637 no dia 29 do mesmo mês.

SPX vem caindo desde então e está potencialmente retornando à área de US$ 4.300 mais uma vez. Espera-se que a área forneça suporte.

Correlação com o Bitcoin

O analista de mercado @Incomesharks tuitou um gráfico sobre o SPX, sugerindo que sua queda é responsável pela queda de preço do Bitcoin.

Fonte: Twitter

Ao comparar o movimento do SPX (verde) ao do BTC (laranja), é visível que eles são muito semelhantes, com a exceção de que o movimento da criptomoeda ocorreu em uma magnitude muito maior.

Como visto pelo coeficiente de correlação (preto), ambos os ativos são altamente correlacionados. Isso significa que um aumento em um está causando um aumento no outro. Houve apenas três períodos (ícones vermelhos) em que a correlação é negativa. No entanto, eles foram de curta duração.

Desde o início de 2022, a correlação está próxima de 1, sugerindo uma correlação perfeita entre os dois.

Índice do dólar

O DXY está subindo dentro de um canal de alta desde o início de maio de 2021. O movimento ainda está em andamento, levando a uma alta de US$ 100,23 feita na terça-feira (12).

No entanto, o DXY não conseguiu romper uma linha de tendência de baixa em duas ocasiões (ícones vermelhos). Além disso, há uma fraqueza se desenvolvendo na forma de divergências de baixa (linhas verdes) tanto no RSI quanto no MACD. Portanto, é possível que ocorra uma queda de curto prazo.

Correlação com o Bitcoin

Ao comparar o movimento do DXY (verde) com o do BTC (laranja) há uma correlação predominantemente negativa. Desde outubro de 2021, há seis períodos (ícones vermelhos) nos quais a correlação se tornou brevemente positiva.

Além disso, o coeficiente de correlação raramente cai abaixo de -0,5, implicando uma correlação menos que perfeita. Portanto, a correlação não é tão forte quanto a vista entre o SPX e o Bitcoin.

Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024

Trusted

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.

71b08b54e2d626bfb094ea1debec4e96.jpg
Valdrin Tahiri
Valdrin descobriu as criptomoedas quando estava fazendo seu mestrado em mercados financeiros na Barcelona School of Economics. Pouco depois de se formar, ele começou a escrever para vários sites diferentes relacionados a criptomoedas como freelancer antes de assumir a função de analista sênior da BeInCrypto. (Não tenho uma discórdia e não entrarei em contato com você primeiro por lá. Cuidado com os golpistas)
READ FULL BIO
Patrocinados
Patrocinados