Michael Saylor revela por que optou por Bitcoin em vez de ouro

Atualizado por Júlia V. Kurtz
EM RESUMO
  • A declaração foi feita em painel de aquecimento para a Conferência Bitcoin 2022.
  • Saylor apontou que investidores perderiam "lucro bilionário".
  • Bitcoin é melhor para a MicroStrategy do que ouro poderia ter sido.
  • promo

    Comece agora a ganhar até 8% anuais com o novo programa de Staking da Stormgain!Entre hoje no nosso Telegram!

O CEO da MicroStrategy, Michael Saylor, afirmou que adicionar Bitcoin (BTC) ao balanço foi altamente recompensador para as instituições que seguiram por esse caminho.

Ele fez a declaração em um evento de aquecimento da Bloomberg para a Conferência Bitcoin 2022 que acontece em Miami. O repórter da Bloomberg Intelligence, James Seyffart, tuitou a fala de Saylor, que ponderava ponderav que a situação financeira da MicroStrategy seria totalmente diferente se a decisão fosse adotar o padrão ouro.

Pela projeção de Saylor a empresa provavelmente “teria cerca de US$ 250 milhões em ouro e os acionistas teriam perdido um lucro bilionário de US$ 4 bilhões ou US$ 5 bilhões”.

Saylor também falou sobre a correlação entre dólar e Bitcoin. Ele não acredita que a criptomoeda se opõe ao dólar, e sim que existe um resultado líquido positivo entre elas. Isso porque, na sua visão, o Bitcoin se aproxima mais ao conceito de propriedade, enquanto o dólar – muitas vezes representado por stablecoins atreladas à moeda – continua sendo uma moeda de primeira escolha em qualquer país.

O conceito defendido pelo CEO corrobora suas mais recentes declarações em crítica aos planos de proibir a prova de trabalho (PoW):

“Proibir o proof-of-work equivale a proibir a propriedade digital. Bitcoin é o método mais econômico de converter energia em prosperidade”, criticou Michael Saylor.

MicroStrategy continua acumulando Bitcoin

Em agosto de 2020, o CEO da MicroStrategy divulgou o primeiro aporte em Bitcoin e anunciou sua nova estratégia para alocação de ativos ao balanço da empresa. Na época, foram comprados pouco mais de 20 mil BTC por US$ 250 milhões.

Saylor se tornou um dos principais nomes a encorajar a entrada de capital institucional em Bitcoin como estratégia de longo prazo, oferecendo em fevereiro de 2021 um curso online ensinando as empresas a comprar Bitcoin. Desde então a empresa tem feito aportes regulares de BTC.  A mais recente aquisição foi divulgada na última terça-feira (5):

A empresa desembolsou cerca de US$ 190,5 milhões em dinheiro para concluir a compra a um preço médio de aproximadamente US$ 45.714 por Bitcoin, revelou seu registro na SEC. A MicroStrategy detém agora 129.218 bitcoins a um preço médio de US$ 30.700 por bitcoin.

Dados mostram que o Bitcoin segue em vantagem frente ao ouro por uma ampla margem na última década. De acordo com a CaseBitcoin, uma ferramenta que rastreia ativos, o retorno sobre o investimento (ROI) de 10 anos do Bitcoin registrou um aumento colossal de 955.954% em comparação com o aumento de 19% do ouro.

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.