Ver mais

Meta, IA e bots de trading nas notícias da manhã – Bom Dia, Cripto!

2 mins
Atualizado por Thiago Barboza

EM RESUMO

  • A Meta negou que o uso de material protegido no treinamento de sua inteligência artificial (IA) viole as leis de direitos autorais dos EUA.
  • A controladora do Facebook responde a um processo movido por atores no país.
  • O bot de trading cripto Note Trading vai encerrar as operações após um exploit.
  • promo

Bom dia, amantes de criptomoedas! O mundo da tecnologia de ponta continua a nos apresentar usos novos da tecnologia e a estremecer a forma como a vida deve ser no futuro. Para saber como estas novidades vão influenciar o mercado cripto, confira estas notícias que o BeInCrypto separou para você!

Leia mais: As 10 criptomoedas para investir em janeiro de 2024

Meta nega usar material licenciado para treinar IA

A Meta negou que use material protegido por direitos autorais para treinar sua ferramenta de inteligência artificial (IA) LLaMa. A acusação foi feita pelos autores americanos Richard Kadrey e Christopher Golden, além da atriz Sarah Silverman.

O trio afirma que o modelo de linguagem da controladora do Facebook “copiou quantidades maciças de texto de fontes diversas e os usou para alimentar a ferramenta. Em seguida, eles entraram com um processo contra a empresa, no qual afirmam que:

“Os acusadores alegam ‘com informações e crença’ que a Meta se ‘beneficiou financeiramente’ do lançamento não comercial do LLaMa”.

Além disso, eles alegam que a empresa extraiu informações de seus livros para treinamento sem autorização prévia. Por isso, o trio alega que a Meta tem responsabilidade por permitir que terceiros acessem material protegido através do LLaMA. Em suma, esse material “vai influenciar os trabalhos futuros” da ferramenta.

A Meta, por outro lado, afirma que a lei de direitos autorais não se aplica a fatos ou a estrutura de informação de livros. O conteúdo referido pelo trio, conforme a empresa, é uma “pequena fração de um conjunto de dados de treinamento”.

De acordo com a controladora do Facebook, usar esse conteúdo para treinar modelos de linguagem é um uso de material similar a quando o Google usa livros em sua ferramenta de buscas, algo que já foi considerado legítimo pela justiça dos EUA.

Bot cripto do Discord é desativado após exploit

O bot de trading cripto None Trading, que opera no Discord, interrompeu sua operação após a descoberta de um “exploit crítico” que afeta sua infraestrutura.

Os desenvolvedores explicaram o que aconteceu em uma declaração:

“Nós perdemos uma quantidade significativa de dinheiro, assim como tokens da equipe que eram cruciais para nossas operações”.

O anúncio explicou que o exploit foi tão sério que impossibilitou que o bot continuasse operando normalmente. Entretanto, os desenvolvedores não revelaram quanto de dinheiro foi perdido ou o que exatamente aconteceu.

Apesar disso, ele menciona que três pessoas chaves da equipe deixaram o projeto. Eles seriam essenciais para manter as operações do bot.

“Nós não temos outra opção além de encerrar as operações como empresa. Nas próximas horas, vamos começar o arquivamento e, se necessário, retiraremos o site, o servidor do Discord e o canal do Telegram do ar”.

Os usuários têm 30 dias para retirar recompensas e tokens do bot antes que ele seja desligado;

  • Não entendeu algum termo do universo Web3? Confira no nosso Glossário!
  • Quer se manter atualizado em tudo o que é relevante no mundo cripto? O BeInCrypto tem uma comunidade no Telegram em que você pode ler em primeira mão as notícias relevantes e conversar com outros entusiastas em criptomoedas. Confira!
  • Você também pode se juntar a nossas comunidades no Twitter (X)Instagram e Facebook.

Trusted

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.

Julia.png
Júlia V. Kurtz
Editora-chefe do BeInCrypto Brasil. Jornalista de dados com formação pelo Knight Center for Journalism in the Americas da Universidade do Texas, possui 10 anos de experiência na cobertura de tecnologia pela Globo e, agora, está se aventurando pelo mundo cripto. Tem passagens na Gazeta do Povo e no Portal UOL.
READ FULL BIO
Patrocinados
Patrocinados