Meta estuda nova moeda digital após vender a Diem

Atualizado por Júlia V. Kurtz
EM RESUMO
  • Meta planeja criar uma nova moeda virtual, apelidadas de "Zuck Bucks".
  • Os ativos digitais poderiam ser usados em aplicativos como Facebook, Instagram e WhatsApp.
  • Eles não devem ser baseados em blockchain.
  • promo

    Análises técnicas e insights do mercado por traders em nosso canal do Telegram!Entre hoje no nosso Telegram!

A Meta anunciou que vai introduzir moedas virtuais, tokens e serviços de empréstimos, apesar de ter sido atordoada pelo fracasso em lançar sua própria criptomoeda.

A empresa, anteriormente conhecida como Facebook, planeja criar novos fluxos de receita com a ajuda de uma moeda virtual, que pessoas de dentro apelidaram de “Zuck Bucks”. De acordo com o Financial Times, é improvável que ela seja baseada em blockchain.

  • Ficou com alguma dúvida? O Be[in]Crypto possui uma série de artigos para lhe ajudar a entender o universo cripto. Confira!
  • Se quiser ficar atualizado no que acontece de mais importante no espaço cripto, junte-se ao nosso grupo no Telegram!

Em vez disso, uma opção mais provável seria usar os tokens em aplicativos controlados pela empresa.

“Estamos fazendo mudanças em nossa estratégia de produto e roteiro para que possamos priorizar a construção do metaverso e de como serão os pagamentos e serviços financeiros neste mundo digital”, disse Stephane Kasriel, chefe do departamento financeiro da Meta.

A Meta também está procurando criar “tokens sociais” ou “tokens de reputação”. que poderiam ser emitidos para recompensar os usuários por contribuições positivas para a rede. Outros tokens, chamados de “moedas do criador” podem ser concedidos a influenciadores específicos no Instagram.

Meta pode dar mais poder moderador às comunidades

Os planos de recompensa, de acordo com o FT, “podem permitir que a Meta se remova como um moderador de conteúdo central e dê às comunidades do Facebook mais poder em se moderar”.

A Meta também planeja trazer membros de grupos do Facebook baseados em NFT, disseram fontes internas ao FT. O memorando sobre planos para testar colecionáveis digitais nas mídias sociais mais populares até meados de maio foi compartilhado há uma semana.

Além disso, o CEO Mark Zuckerberg já confirmou planos para trazer NFTs para o Instagram. Ele revelou que a equipe está trabalhando no lado técnico da questão. De acordo com o anúncio de Zuckerberg na South by Southwest (SXSW), os recursos de NFT chegarão ao Instagram no “curto prazo”.

Não é a primeira vez que a empresa de Zuckerberg tenta se entregar às moedas digitais. O Facebook trabalhou em um projeto de stablecoin chamado Diem de 2019 até o início de 2022. No entanto, teve problemas com o Federal Reserve (Fed) e foi cancelado.

No último dia de janeiro, a propriedade intelectual da Diem Payment Network foi vendida à Silvergate Capital Corporation por US$ 182 milhões. O CEO da Diem, Stuart Levy, no entanto, acredita que Silvergate pode trazer o projeto de volta.

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.
BEINNEWS ACADEMY LTD © STREET: SUITE 1701 – 02A, 17/F, 625 KING’S ROAD, NORTH POINT. HONG KONG.