Ver mais

Mastercard investe em startups cripto e NFT

2 mins
Atualizado por Júlia V. Kurtz

EM RESUMO

  • Cinco startups cripto se juntaram ao Mastercard Start Path, programa de incentivo que busca novas alternativas envolvendo criptomoedas e blockchain.
  • Programa já havia investido na empresa brasileira Moeda Semente, que busca através da blockchain atender a população local que não possui acesso ao sistema financeiro tradicional.
  • Segundo executiva da Mastercard, “é tudo sobre como encontrar novos casos de uso e problemas que a tecnologia blockchain pode resolver agora e no futuro.”
  • promo

Cinco startups cripto se juntaram ao Mastercard Start Path, programa de incentivo da gigante de pagamentos que busca novas alternativas envolvendo criptomoedas e blockchain.

O Start Path é um programa cripto criado pela Mastercard com foco em encontrar novas alternativas através da tecnologia blockchain, visando criar soluções para os indivíduos e empresas clientes da empresa ao redor do mundo.

  • Não entendeu algum termo do universo Web3? Confira no nosso Glossário!
  • Quer se manter atualizado em tudo o que é relevante no mundo cripto? O BeInCrypto tem uma comunidade no Telegram em que você pode ler em primeira mão as notícias relevantes e conversar com outros entusiastas em criptomoedas. Confira!
  • Você também pode se juntar a nossas comunidades no Twitter (X)Instagram e Facebook.

Em maio deste ano, o programa já havia investido na empresa brasileira Moeda Semente, que busca através da blockchain atender a população local que não possui acesso ao sistema financeiro tradicional. Em novo comunicado feito nesta quinta-feira (9), a Mastercard anunciou que cinco novas startups se juntaram a iniciativa.

Startups escolhidas pela Mastercard

A que mais chama a atenção é a Ava Labs, empresa com foco no lançamento de novos aplicativos descentralizados (dApps) na rede Avalanche, considerada uma das blockchains mais rápidas da atualidade.

Outra startup é a Envel, aplicativo de banco móvel que usa inteligência artificial na automatização de orçamentos, pagamentos e investimentos dos usuários. Já a Kash visa ser uma plataforma que facilita e torna mais barato o acesso a investimentos, por meio de finanças descentralizadas atreladas a stablecoins.

Completam a lista está a LVL, aplicativo bancário que permite a compra e venda gratuita de Bitcoin (BTC) e a NiftyKey, plataforma de recompensas que permite que instituições financeiras ofereçam produtos e serviços de fidelidade por meio de tokens não fungíveis (NFT).

Potencial do mundo cripto

Jess Turner, vice-presidente de Nova Infraestrutura Digital e Fintech da Mastercard, fez questão de enfatizar o forte crescimento que o mercado cripto tem tido desde 2020:

“O ano passado viu um ímpeto incrível no mundo dos ativos cripto, desde a explosão de NFTs até a pilotagem de moedas digitais de banco central [CBDC] em países em todo o mundo.”

Considerada uma das maiores empresas do mundo na área financeira e de pagamentos, a Mastercard tem se esforçado cada vez mais em encontrar alternativas no mercado cripto, especialmente em ser a ponte que conecta este novo mercado com o sistema financeiro tradicional.

Em outubro, a companhia já havia realizado parceria com a Bakkt para permitir que seus cientes pudessem comprar e vender criptomoedas, visando expandir a adoção destes ativos. Agora, com as novas startups inseridas em seu programa Start Path, a Mastercard pretende dar novos passos neste segmento.

Conforme enfatizado por Turner, “é tudo sobre como encontrar novos casos de uso e problemas que a tecnologia blockchain pode resolver agora e no futuro.” A executiva observa que em parceria com essas startups, a Mastercard pode aumentar o acesso e a liberdade financeira de seus clientes, além de acelerar o desenvolvimento de novas formas de pagamentos.

Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024
Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024
Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024

Trusted

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.

4d198a1c7664cbf9005dfd7c70702e03.png
Anderson Mendes
Membro ativo da comunidade de criptoativos e economia em geral, Anderson é formado pela Universidade Positivo, e escreve sobre as principais notícias do mercado. Antes de entrar para a equipe brasileira do BeInCrypto, Anderson liderou projetos relacionados à trading, produção de notícias e conteúdos educacionais relacionados ao mundo cripto no sul do Brasil.
READ FULL BIO
Patrocinados
Patrocinados