Ver mais

Manipulação? Insider Trading é visto na maioria das listagens de criptomoedas

2 mins
Por Martin Young
Traduzido Anderson Mendes

EM RESUMO

  • O estudo da Solidus Labs revela que 56% das listagens de criptomoedas mostraram sinais de Insider Trading desde 2021.
  • A pesquisa identificou mais de 100 entidades suspeitas de executar mais de 400 transações com informações privilegiadas por meio de exchanges descentralizadas.
  • O co-fundador da Solidus Labs, Chen Arad, enfatizou a necessidade do uso de tecnologia para detectar e impedir negociações privilegiadas baseadas em DEX.
  • promo

Uma pesquisa recente da Solidus Labs revelou que a prática de Insider Trading em cripto é muito mais prevalente do que o relatado anteriormente. O estudo mostra como diversos usuários aproveitam sistematicamente as listagens e anúncios de tokens em exchanges.

Um estudo da empresa de vigilância de mercado e monitoramento de risco cripto e DeFi revelou a extensão do Insider Trading – nome dado ao uso de informações privilegiadas – relacionado a novas listagens de criptomoedas.

Leia mais: 4 criptomoedas que podem atingir novas máximas em julho de 2024

Insider Trading infesta o mercado

O estudo revelou que 56% das listagens de tokens cripto em exchanges centralizadas desde 2021 mostraram sinais de insider trading. Os resultados foram derivados de dados da ferramenta de detecção baseada em DEX da Solidus, HALO.

A Solidus identificou mais de 100 entidades, carteiras individuais de criptomoedas ou grupos de carteiras conectadas que executaram mais de 400 negociações suspeitas e privilegiadas desde janeiro de 2021.

A empresa relata que “a negociação de informações privilegiadas em série” compõe a maior parte dessa atividade suspeita. A Solidus sinalizou 51 entidades que usaram exchanges descentralizadas (DEX) para negociar Ethereum, Tether ou USDC para comprar tokens prestes a serem listados em duas ou mais ocasiões.

O estudo observou que dez dessas entidades negociaram pouco antes e depois de mais de dez anúncios de listagem de tokens. Além disso, os três insiders mais prolíficos negociaram antes de mais de 25 anúncios de listagem cada.

Manipulação? Insider Trading é visto na maioria das listagens de criptomoedas
Fonte: SolidusLabs

O cofundador da Solidus Labs, Chen Arad, disse que o estudo confirma que o Insider Trading baseado em DEX é um grande problema de integridade do mercado, acrescentando:

“A natureza permanente, pública e rastreável das blockchains significa que podemos detectar e deter esse fenômeno com transparência sem precedentes. Com essa tecnologia, podemos ajudar os reguladores e as exchanges a possibilitar o trade seguro de criptomoedas.”

A plataforma HALO monitora mais de um trilhão de eventos por dia em mais de 150 mercados. Em maio, um ex-gerente de produto do marketplace NFT OpenSea foi considerado culpado de fraude no primeiro caso de negociação com informações privilegiadas sobre criptomoedas.

Perspectivas do mercado

O mercado cripto opera em queda nesta quinta-feira (29). Como resultado, a capitalização total perdeu 1,3%, caindo para US$ 1,20 trilhão.

O Bitcoin não conseguiu superar a resistência em US$ 30.000, e uma formação de topo duplo parece estar acontecendo. O preço caiu pouco menos de 1% no dia, para US$ 30.211 no fechamento desta matéria.

O Ethereum sofreu um impacto maior de 1,5%, para US$ 1.839. Enquanto isso, o restante das altcoins está mais no vermelho durante o pregão desta manhã.

  • Não entendeu algum termo do universo Web3? Confira no nosso Glossário!
  • Quer se manter atualizado em tudo o que é relevante no mundo cripto? O BeInCrypto tem uma comunidade no Telegram em que você pode ler em primeira mão as notícias relevantes e conversar com outros entusiastas em criptomoedas. Confira!
  • Você também pode se juntar a nossas comunidades no Twitter (X)Instagram e Facebook.
Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024
Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024
Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024

Trusted

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.

4d198a1c7664cbf9005dfd7c70702e03.png
Anderson Mendes
Membro ativo da comunidade de criptoativos e economia em geral, Anderson é formado pela Universidade Positivo, e escreve sobre as principais notícias do mercado. Antes de entrar para a equipe brasileira do BeInCrypto, Anderson liderou projetos relacionados à trading, produção de notícias e conteúdos educacionais relacionados ao mundo cripto no sul do Brasil.
READ FULL BIO
Patrocinados
Patrocinados