Investidor com R$ 100 mil Presos na Unick Procura a Justiça Para Conseguir Dinheiro de Volta

2 mins
Atualizado por
Um investidor com R$ 100 mil presos na Unick decidiu acionar a justiça. Essa foi a forma que o usuário encontrou para reaver a quantia investida. De acordo com o processo, o valor de quase R$ 100 mil corresponde ao capital aplicado na Unick acrescido de juros acumulados nos últimos meses.
A Unick é uma empresa que oferecia lucros de até 60% ao mês. Supostamente, esse lucro era proveniente de operações com criptomoedas, como o Bitcoin. Danter Silva, um dos líderes da plataforma, apresentava operações de arbitragem em Bitcoin como sendo uma das formas de lucro da Unick.

Usuário aciona justiça e tenta bloquear bens da Unick

Com R$ 98.158,50 retidos na Unick, o investidor Marcelo Meira espera reaver o dinheiro aplicado. O montante foi solicitado pelo homem através de um processo judicial movido contra a empresa recentemente. A ação judicial foi apresentada para livre distribuição  na última terça-feira (29). Sendo que o processo judicial foi publicado pelo foro de Campinas – SP. Enquanto isso, a decisão sobre o caso foi proferida pela juíza Bruna Marchese e Silva. O valor total investido pelo usuário corresponde aos lucros que também não foram pagos. Segundo os autos do processo, foram depositados pelo autor R$ 49.330,50. Sendo assim, o restante solicitado na ação refere-se a lucros auferidos desde que o dinheiro foi bloqueado. O investidor tentou ainda bloquear os bens da plataforma após apresentar um pedido de tutela de urgência, mas que foi indeferido pela juíza. A magistrada Bruna Marchese entendeu que a Unick possui o direito ao contraditório nesse caso. O homem apresentou que a Unick e a S.A. Capital são as responsáveis pelo dinheiro retido. O usuário divulgou que a Unick oferecia lucros de, no mínimo, 1,5% por dia. O pedido de saque do autor do processo não foi atendido pela Unick. O investidor alega que o atraso aconteceu logo após a plataforma anunciar que não quitaria mais pagamentos em atrasos de clientes. O anúncio foi realizado no dia 16 de agosto de 2019 e desde então o investidor não conseguiu receber do negócio.

Unick Academy agoniza no mercado após prisões de líderes

A Unick Academy enfrenta um dos piores momentos desde a sua criação em 2017. Até então, a plataforma era administrada por líderes conhecidos do mercado multinível. Porém, depois que a maioria dos principais líderes foram presos, a empresa parece ter chegado ao fim.
“Em 16/08/2019 as rés Unick e S.A. Capital informaram que não pagariam mais os rendimentos prometidos e que os clientes poderiam solicitar o cancelamento da conta e devolução dos valores.”
Antes da prisão dos líderes acontecer a Unick já enfrentava problemas com saques em atraso. Existem relatos de atrasos com pagamentos desde o final do primeiro semestre de 2019. Naquela ocasião, a companhia também foi notificada pela CVM. Tudo indica que a plataforma começou a ruir depois que a notificação da CVM aconteceu. Mas as coisas só ficaram fora do controle após a Operação Lamanai, onde os maiores líderes da Unick foram presos. Conhece alguém que procurou a justiça para receber da Unick? Deixe sua opinião sobre esse caso e depois compartilhe essa notícia com seus amigos no Twitter!
Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024
Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024
Coinbase Coinbase Explorar
PancakeSwap PancakeSwap Até 50% APR
Margex Margex Explorar
Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024

Trusted

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.

images-e1706008039676.jpeg
Advertorial
Advertorial é o nome do autor universal para todo o conteúdo patrocinado fornecido pelos parceiros da BeInCrypto. Portanto, esses artigos, criados por terceiros para fins promocionais, podem não estar alinhados com as visões ou opiniões da BeInCrypto. Embora nos esforcemos para verificar a credibilidade dos projetos apresentados, esses artigos são destinados à publicidade e não devem ser considerados como aconselhamento financeiro. Os leitores são incentivados a realizar pesquisas...
READ FULL BIO
Patrocinados
Patrocinados