Ver mais

Health Meds lança produto inédito a base de canabinoides durante Rio Innovation Week

5 mins
Atualizado por Aline Fernandes

EM RESUMO

  • Helth Meds é a primeira indústria no mundo a ter um produto com cannabinoides diferentes do canabidiol e do tetrahidrocanabinol, que é o THC .
  • Produtos podem ser importados sem burocracia e pacientes recebem em até 20 dias úteis.
  • Receita Médica é obrigatório para compra.
  • promo

A segunda edição do Rio Innovation Week acabou, mas o legado continua. Durante o evento que recebeu mais de 125 mil pessoas – dedicado à inovação, tecnologia e negócios na América Latina, a Health Meds apresentou um produto inédito para o mercado e falou sobre a importância da cadeia de valor na produção de seus fitofármacos e os desafios para o crescimento do setor.

A gerente farmacêutica da LabTech, brasileira especializada em produtos à base de canabinoides, Simone Pellegrino explica que a empresa desenvolve muito mais do que produtos.

“Desenvolvemos ciência. A nossa produção é desenvolvida por nós. Estamos sempre trazendo para o mercado alguma molécula inovadora proveniente da cannabis, como por exemplo o Hypnos, lançado durante o Rio Innovation Week, usado para insônia e ansiedade.

O Hypnos é inédito e melhora a qualidade do sono através do canabicromeno, canabinol e do canabigerol.

Pelegrino explica que a Health Meds é a primeira indústria no mundo a ter um produto com cannabinoides diferentes do canabidiol e do tetrahidrocanabinol, que é o THC .

“Nós também fomos os primeiros a trazer o canabigerol para o mercado e para
terapias médicas.”

Os produtos são direcionados para o tratamento de epilepsias raras, fármaco resistentes, doenças crônicas como Alzheimer, Parkinson, doença de Levi, dor crônica, cefaleia, fibromialgia e o sono – agora com Hypnos, detalha a farmacêutica.

Helth Meds na 2ª edição do Rio Innovation Week

As barreiras regulatórias também diminuíram muito com a liberação da Anvisa, após a agência de vigilância sanitária liberar a importação excepcional para pessoa física.

Para o paciente que precisa comprar, o processo é simples. É obrigatoriamente necessária uma prescrição médica para entrar em contato nos telefones da Health Meds, que providencia a importação em até 20 dias úteis. E o cliente recebe tudo em casa sem nenhuma barreira judicial.

Os valores dos frascos de 60 ml variam entre R$1.400 e R$1.600 com o frete incluso. Pacientes que precisam fazer uso contínuo têm descontos progressivos. Simone lembra que o produto é isento do imposto de importação para pessoas físicas.

Consulta Pública está aberta para votação

A discussão sobre o uso de produtos à base de canabinoides não é nova. Existe ainda o preconceito de vários atores envolvidos na cadeia.

Após um período de grande repercussão entre a classe médica, associações de pacientes e indústria farmacêutica de produtos de cannabis, o Conselho Federal de Medicina (CFM) suspendeu a Resolução  2.324, publicada no Diário Oficial da União em 11 de outubro deste ano, que restringia a prescrição médica apenas para dois tipos de epilepsia refratárias às terapias convencionais. Também abriu uma Consulta Pública até o dia 23 de dezembro, que receberá contribuições sobre os critérios para a prescrição do canabidiol no País.

Para levar mais informações relevantes para quem não conhece e precisa dos produtos, a Health Meds, participou de dois painéis durante o Rio Innovation Week: “Da pesquisa clínica à produção”, com a gerente farmacêutica Simone Pellegrino; e “Acesso e Barreiras na medicina canabinoide”, com Eduardo Rydz, diretor de Acesso ao Mercado e Assuntos Corporativos.

“Avaliamos que as duas medidas, a suspensão e a consulta pública, são extremamente positivas para o desenvolvimento da medicina no Brasil.

Caso contrário, não poderíamos nem participar de um evento tão importante como esse, já que a resolução também proibia palestras sobre o tema, exceto em ambientes muito restritos à classe médica”, observa Rydz.

Atualmente, mais de cem mil pessoas são acometidas por diversas condições de saúde como epilepsias, Parkinson, dor causada pela espasticidade na esclerose múltipla, dores crônicas, autismo, cuidados paliativos no câncer, sintomas não motores na doença de Parkinson, Alzheimer, entre outras que estão cadastradas na Anvisa para importação de produtos à base de cannabis medicinal, com prescrições médicas para uso compassivo.

  • Não entendeu algum termo do universo Web3? Confira no nosso Glossário!
  • Quer se manter atualizado em tudo o que é relevante no mundo cripto? O BeInCrypto tem uma comunidade no Telegram em que você pode ler em primeira mão as notícias relevantes e conversar com outros entusiastas em criptomoedasConfira!
  • Você também pode se juntar a nossas comunidades no Twitter (X)Instagram e Facebook.

Estudo em parceria com Hospital Israelita Albert Einstein

“Em parceria com o Hospital Israelita Albert Einstein, patrocinamos um estudo clínico, que se encontra em curso, para o tratamento de enxaqueca crônica, respaldados pelas Resoluções RDCs Nº 327/2019 e Nº 660/2022, da Anvisa. A resolução do CFM, caso não fosse suspensa, seria uma barreira para sua continuidade”, explica o executivo.

Outro tema relevante que a Health Meds levou para a mega conferência no Pier Mauá, foi a cadeia de valor dos seus produtos à base de fitocanabinoides, desde a plantação, logística, distribuição até a farmacovigilância.

“A cadeia se inicia no cultivo, nos Estados Unidos, com fornecedores certificados nas boas práticas de agricultura. Isso significa que nossas matérias primas estão seguramente livres de pesticidas e são totalmente orgânicas, o que garante pureza para desenvolver nossas formulações”, explica Simone.

A farmacêutica conta que os terpenos, substâncias botânicas responsáveis pelo aroma, com várias propriedades, entre elas, de conservante natural, extraídas também da planta cannabis, possuem as mesmas certificações internacionais que garantem sua qualidade.

“Os terpenos são um dos grandes diferenciais nas nossas formulações. Nosso “veículo” para essas moléculas é o óleo de coco, conservante natural, inerte, uma vez que não reage com os canabinoides. É igualmente certificado, para garantir sua integridade, livre de qualquer impureza”, esclarece Pellegrino

Segundo a técnica, como o Brasil ainda não é um produtor de insumos farmacêuticos, as indústrias brasileiras seguem na importação das substâncias ativas necessárias. No caso da Planta Cannabis, por exemplo, o plantio no Brasil ainda não foi normatizado.

Assim que é produzido um lote de produto, ele recebe um Certificado de Análise (CoA), emitido por laboratório independente com Certificação Internacional ISO/IEC 17025:2017 (Norma internacional para laboratórios de ensaio e calibração), garantindo exatamente quais as dosagens presentes de canabidiol, tetrahidrocanabinol (THC) e canabinoides menores, como o canabicronemo, canabigerol, canabiol, entre outros.

 “Ter a chancela de um órgão certificado e independente proporciona segurança para o médico e para o paciente, pois isso significa que todos os lotes estão dentro dos padrões de qualidade esperados”, diz Simone, que atende pessoalmente médicos e pacientes para esclarecer qualquer dúvida ou eventuais ocorrências.

A logística para trazer a mercadoria dos Estados Unidos para o Brasil também envolve uma série de requisitos para garantir sua integridade, tais como temperatura, acondicionamento e transporte.

Para Pellegrino, o Rio Innovation Week é uma oportunidade de mostrar todo o rigor com que os produtos fitofármacos da Health Meds são produzidos, dentro de todas as regras da Anvisa e de laboratórios certificadores independentes.

A Health Meds tem em sua linha, produtos à base de canabidiol, com alto teor de CBD (canabidiol), CBG (canabigerol) e baixo teor de THC (tetrahidrocanabinol).

Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024

Trusted

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.

aline.jpg
Aline Fernandes
Aline Fernandes atua há 20 anos como jornalista. Especializada nas editorias de economia, agronegócio e internacional trabalha na BeINCrypto como editora do site brasileiro. Já passou por diversas redações e emissoras do país, incluindo canais setorizados como Globo News, Bloomberg News, Canal Rural, Canal do Boi, SBT, Record e Rádio Estadão/ESPM. Atuou também como correspondente internacional em Nova York e foi setorista de economia dentro do pregão da BM&F Bovespa, hoje B3 -...
READ FULL BIO
Patrocinados
Patrocinados