Hard Fork da Monero promete mais privacidade com novos recursos

Atualizado por Anderson Mendes
EM RESUMO
  • O hard fork foi lançado no domingo (14) no bloco 2.688.888.
  • Ele adiciona várias melhorias, incluindo um tamanho de assinatura de anel atualizado e Bulletproofs+.
  • Atualização não impactou o preço do XMR.
  • promo

    Comece agora a ganhar até 8% anuais com o novo programa de Staking da Stormgain!Entre hoje no nosso Telegram!

Um novo hard fork foi implementado na rede do Monero (XMR). A atualização adiciona Bulletproofs +, um tamanho de assinatura de anel de 16 e tags de visualização, entre outras melhorias.

A atualização foi lançada no bloco 2.688.888 da blockchain no domingo (14). O fork traz várias melhorias para a privacidade da rede, que já é um dos principais protocolos de privacidade do mercado cripto.

Entre as melhorias estão o recurso Bulletproofs+, um tamanho de assinatura de anel atualizado de 16 e tags de visualização. Os usuários precisarão atualizar seu nós e carteiras para ter acesso a esses novos recursos.

Anteriormente, o tamanho da assinatura em anel era 11. É isso que torna as transações não rastreáveis. Elas são assinaturas digitais que qualquer membro de um grupo pode criar e não deve ser possível determinar qual chave foi usada para criar essa assinatura.

A atualização Bulletproofs+ reduz o tamanho da transação e também aumenta a velocidade da transação. Estas são provas de conhecimento zero e devem aumentar o desempenho na rede em 5-7%. Já as tags de visualização aceleram a sincronização da carteira em 30-40%. Quanto a outras mudanças, haverá algumas alterações nas taxas para melhorar a segurança da rede e minimizar a volatilidade das taxas. Patches de segurança críticos também foram adicionados.

O preço do XMR não foi muito impactado pelo novo hard fork do Monero. O token ainda custa US$ 166,41, com queda de 0,8% nas últimas 24 horas.

Fonte: TradingView

Destaques positivos do Monero no ano

O hard fork foi um dos desenvolvimentos positivos que o Monero apresentou este ano. Quando a atualização foi anunciada pela primeira vez em abril, o XMR saltou 11%. O ativo também teve um forte crescimento nos dias seguintes, recuperando-se das mínimas de março.

Porém, as moedas de privacidade são uma questão controversa entre as autoridades e isso pode afetar todos os tokens relacionados a este meio em um futuro próximo.

  • Ficou com alguma dúvida? O Be[in]Crypto possui uma série de artigos para lhe ajudar a entender o universo cripto. Confira!
  • Se quiser ficar atualizado no que acontece de mais importante no espaço cripto, junte-se ao nosso grupo no Telegram!

Na mira dos reguladores

As moedas de privacidade costumam chamar a atenção dos órgãos reguladores. Os governos já tomaram medidas em relação a esses ativos, incluindo a Coreia do Sul, que os baniu completamente.

Esses tokens passaram a estar em maior evidência em março, e alguns desenvolvedores acreditam que já existam regulamentos que orientam o uso desses ativos. Resta saber se eles terão uma forte presença no futuro, à medida que os governos trabalham em sua regulamentação.

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.