Bitcoin btc
$ usd

Guerra de IA: EUA quer restringir exportações de chips para a China

2 mins
Traduzido Thiago Barboza

EM RESUMO

  • Os EUA planejam restringir as exportações de chips de IA para a China devido a preocupações com o desenvolvimento de armas com IA.
  • Novas regras podem exigir que os fabricantes de chips obtenham uma licença para exportar chips de IA, principalmente para a China.
  • Juntamente com as restrições de chips de IA, os EUA também pretendem limitar os serviços em nuvem a empresas chinesas de IA.
  • promo

Os EUA querem restringir as exportações de chips de inteligência artificial (IA) para a China devido a preocupações com armas movidas a IA.

A IA tem o potencial de remodelar as nações e dar-lhes uma vantagem sobre seus rivais. Pode melhorar a saúde, a educação, o meio ambiente e até mesmo as forças armadas.

Chips de IA dos EUA exigirão licença

Segundo fontes do Wall Street Journal, o governo Biden tornaria obrigatório que os fabricantes de chips obtivessem uma licença para exportar chips de IA para outros países, especificamente a China. A nova regra pode entrar em vigor a partir do próximo mês, provavelmente após a visita da secretária do Tesouro, Janet Yellen, à China.

A mudança ocorre porque o governo está preocupado com os rivais que utilizam a tecnologia para hackear e desenvolver armas. Os EUA já impuseram restrições aos chips de IA desde outubro de 2022.

No entanto, as novas regras aumentariam restrições às já impostas em outubro.

Devido às restrições do ano passado, a Nvidia não pôde exportar seus chips A100. Assim, a empresa fez chips A800 um pouco menos potentes para o mercado chinês. Mas as novas regras também podem restringir a venda dos chips A800.

Os EUA também querem limitar os serviços em nuvem às empresas chinesas juntamente com as restrições aos chips de IA. As empresas costumam usar serviços em nuvem para reduzir a dependência de unidades de processamento gráfico (GPUs).

Impacto das novas regras na Nvidia

Devido ao boom da IA, a Nvidia se tornou a primeira fabricante de chips a atingir um valor de mercado de US$ 1 trilhão. Mas muitos especulam que tais restrições podem impactar seus resultados financeiros.

No entanto, a diretora financeira da Nvidia, Colette Kress, acredita que regras mais rígidas não afetariam imediatamente o balanço. Ela disse:

“Não prevemos que tais restrições adicionais, se adotadas, teriam um impacto material imediato em nossos resultados financeiros.”

Mas, Kress argumenta que as restrições dos EUA aos chips de IA resultariam na perda permanente de oportunidades para a indústria dos EUA. Ele falou em uma conferência de investidores:

“A longo prazo, as restrições que proíbem a venda de nossas GPUs de data center para a China resultariam em uma perda permanente de oportunidades para a indústria dos EUA competir e liderar em um dos maiores mercados do mundo e impactar nossos negócios futuros.”

  • Não entendeu algum termo do universo Web3? Confira no nosso Glossário!
  • Quer se manter atualizado em tudo o que é relevante no mundo cripto? O BeInCrypto tem uma comunidade no Telegram em que você pode ler em primeira mão as notícias relevantes e conversar com outros entusiastas em criptomoedasConfira!
  • Você também pode se juntar a nossas comunidades no Twitter (X)Instagram e Facebook.

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.

Thiago-Barboza-red1.png
Thiago Barboza
Sound Designer de profissão e apaixonado por comunicação, Thiago Barboza é graduado em Comunicação com ênfase em escritas criativas pela Universidade Federal da Bahia (UFBA)....
READ FULL BIO
Patrocinados
Patrocinados