Ver mais

Golpe de Falso Sequestro Pede 1,3 Milhão em Bitcoin para Libertar Mochileiro Desaparecido

2 mins
Atualizado por Caio Nascimento

EM RESUMO

  • Jovem desapareceu enquanto fazia “mochilão” em maio de 2019.
  • promo

A família de um mochileiro desaparecido foi surpreendida com um pedido de resgate de 1,3 milhão em Bitcoin. O valor exigido em criptomoedas é pedido por criminosos para que o jovem seja solto de um possível cativeiro. Após investigar o caso, a polícia descobriu que o pedido de Bitcoin era uma farsa.
Golpes envolvendo criptomoedas revelam o Bitcoin pode ser utilizado em tentativas de falsos sequestros. O crime consiste em procurar parentes da vítima em busca de extorsão de grandes valores. No caso do mochileiro desaparecido, o pedido de resgate corresponde a quase 1,3 milhão em Bitcoin.

Resgate em Bitcoin é pedido para libertar mochileiro

O resgate milionário em Bitcoin é pedido para a família do mochileiro perdido na Austrália. O jovem Theo Hayez desapareceu em maio de 2019 e desde então não foi encontrado. Falsos sequestradores afirmam que estavam com o mochileiro que viajava pela Austrália antes de desaparecer sem deixar pistas. O jovem esteve pela última vez em Nova Gales do Sul, um estado localizado no sudeste australiano. A família do mochileiro recebeu mensagens anônimas pedindo resgate em Bitcoin. O valor total sugere que cerca de 35 unidades de Bitcoin (BTC) sejam pagas como resgate. As informações ainda diziam que o jovem desaparecido não está mais na cidade de Byron Bay, onde o belga foi expulso de uma boate chamada Cheeky Monkey. Um dos familiares do mochileiro narrou que recebeu mensagens sobre o resgate um mês depois do desaparecimento. As mensagens foram enviadas por um perfil no Facebook. O padrinho do desaparecido disse que o sequestrador chamava-se “Mike Larry”. Na mensagem, o criminoso supostamente se passava pelo garoto perdido, dizendo que estava bem. Porém, para deixar o local, uma quantia em Bitcoin deveria ser paga.

Jovem continua desaparecido após golpe

Além do padrinho de Theo Hayez, outro membro da família do belga recebeu mensagens sobre o resgate em Bitcoin. No texto, um endereço para o envio da criptomoeda foi disponibilizado pelo criminoso que tentou aplicar o golpe de falso sequestro. Na mensagem recebida pela prima do garoto supostamente sequestrado, as informações sugerem que o mochileiro estava em Gold Coast. Depois do envio das mensagens, a polícia investigou o destinatário do golpe. Foi descoberto que as mensagens eram enviadas de um endereço na África do Sul. Ou seja, algum falsário tentava enganar a família pedindo resgate em Bitcoin pelo mochileiro desaparecido há seis meses. O golpe chegou ao fim através da localização do endereço VPN usado pelo criminoso.
Jovem desapareceu em Byron Bay
Como o paradeiro do mochileiro europeu era falso, Theo continua desaparecido. O jovem deixou de dar notícias desde o dia 31 de maio de 2019. Naquele dia, Theo enviou uma mensagem para a irmã pelo WhatsApp. Este foi o último contato com a família antes do desaparecimento. Dados do rastreamento do smartphone do adolescente perdido mostram que Theo correu em direção a um bosque, em sentido contrário ao hostel em que estava hospedado. Sem notícias, a família espera por respostas, já que mensagens de golpes são enviadas exigindo Bitcoin para que o mochileiro seja liberto. Você conhece alguém que caiu em golpe envolvendo o Bitcoin? Comente a matéria e compartilhe no Facebook.
Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024
Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024
Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024

Trusted

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.

images-e1706008039676.jpeg
Advertorial
Advertorial é o nome do autor universal para todo o conteúdo patrocinado fornecido pelos parceiros da BeInCrypto. Portanto, esses artigos, criados por terceiros para fins promocionais, podem não estar alinhados com as visões ou opiniões da BeInCrypto. Embora nos esforcemos para verificar a credibilidade dos projetos apresentados, esses artigos são destinados à publicidade e não devem ser considerados como aconselhamento financeiro. Os leitores são incentivados a realizar pesquisas...
READ FULL BIO
Patrocinados
Patrocinados