Ver mais

Fintech promete simplicidade para compra e venda de criptomoedas em segundos

3 mins
Atualizado por Júlia V. Kurtz

EM RESUMO

  • A LoopiPay chega ao mercado com a promessa de uma maneira simples e direta de enviar ou vender criptomoedas em segundos.
  • A fintech ajuda os usuários a comprar ou vender criptomoedas via PIX, e já possui mais de 100 ativos digitais, incluindo tokens, criptomoedas voltadas para games, Metaverso e Defi
  • promo

Com a promessa de intermediar a compra e venda de tokens e criptomoedas diretamente na carteira, a fintech LoopiPay cobra uma taxa de 3% sobre o valor da transação, além da taxa de gás da rede, que é repassada para os mineradores, sem surpresas.

A fintech baseada em Web3 conta com mais de 100 ativos digitais disponíveis nas blockchains da Polygon, Avalanche, Ethereum e BNB e permite que o cliente compre ou venda criptoativos diretamente da sua carteira, por meio de um PIX, em poucos segundos.

  • Não entendeu algum termo do universo Web3? Confira no nosso Glossário!
  • Quer se manter atualizado em tudo o que é relevante no mundo cripto? O BeInCrypto tem uma comunidade no Telegram em que você pode ler em primeira mão as notícias relevantes e conversar com outros entusiastas em criptomoedas. Confira!
  • Você também pode se juntar a nossas comunidades no Twitter (X)Instagram e Facebook.

A empresa explica que está conectada em diversas blockchains e por isso, “tem acesso a uma infinidade de tokens que outras corretoras ainda não disponibilizam”.

De olho no mercado P2E

A LoopiPay diz que diferencial do serviço está na facilidade que o usuário tem para comprar ou vender tokens utilizados em games jogue-e-ganhe (P2E), que precisam para jogar.

“A adoção das aplicações descentralizadas, dentre elas jogos e NFTs, vão aumentar à medida que descomplicamos a entrada desse mundo para os usuários. Nossa missão é tornar a compra e venda de tokens dos nossos usuários tão simples quanto os pagamentos online que já fazem atualmente”, revela Ricardo Bechara, CEO da LoopiPay.

Para o CPO da LoopiPay, Cesário Martins, toda transação é realizada por meio de uma plataforma fácil de usar e que irá auxiliar os usuários a evitarem as armadilhas comuns que acontecem ao comprar cripto, além disso, ajuda os clientes a interagirem com a Web3. Para isso, o usuário precisa de uma carteira descentralizada com tokens, sendo a carteira MetaMask a mais comum para isso.

“Em geral, se utiliza o caminho de comprar em corretoras centralizadas e enviar os tokens para sua carteira, passando por vários passos e pagando diversas taxas pelo caminho. A LoopiPay possui a solução para o problema, pois o usuário não precisa passar por uma infinidade de passos e taxas para enviar os tokens para sua carteira. Além disso, o cliente fica com a custódia dos ativos e consegue rapidamente utilizá-los para interagir com aplicativos na Web3”. 

“Com a LoopiPay, você escolhe o que deseja, faz um pix e está direto na sua wallet em segundos ou minutos. Além disso, temos taxas transparentes e os preços dos tokens que são super competitivos”, finaliza Cesário.

Presença na comunidade de games cripto

Com mais de 22 moedas voltadas para o mundo dos games, a LoopiPay é uma das referências do mercado para esse tipo de usuário. Além da facilidade na hora de compra e venda dos tokens, a startup possui uma comunidade ativa nas redes sociais.

Um exemplo é a comunidade do BombCrypto, que possui mais de 90 mil brasileiros no Telegram e que divulga a LoopiPay como uma das principais ferramentas na hora de adquirir os seus tokens para o jogo. Além disso, todos os jogos P2E podem ser acessados via PIX direto da wallet do usuário.

A LoopiPay também fechou uma parceria com a hardware wallet francesa Ledger para a compra de tokens diretamente do aplicativo Ledger Live. Permitindo que os entusiastas em criptomoedas comprem de forma rápida, com taxas justas para o mercado. 

“Para a Ledger é muito importante contar com parcerias como a da LoopiPay, que além de ser a primeira empresa da América Latina a ser listada na Ledger Live, chega para facilitar a vida de muitas pessoas que quiserem comprar, vender, trocar e receber criptomoedas, tudo isso por meio do PIX. É uma forma mais fácil, rápida e disponível para qualquer brasileiro, fazendo com que seja uma parceria muito estratégica”, diz o Head de Developer Relations da Ledger, Rodrigo Carraresi.

Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024
Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024
Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024

Trusted

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.

aline.jpg
Aline Fernandes
Aline Fernandes atua há 20 anos como jornalista. Especializada nas editorias de economia, agronegócio e internacional trabalha na BeINCrypto como editora do site brasileiro. Já passou por diversas redações e emissoras do país, incluindo canais setorizados como Globo News, Bloomberg News, Canal Rural, Canal do Boi, SBT, Record e Rádio Estadão/ESPM. Atuou também como correspondente internacional em Nova York e foi setorista de economia dentro do pregão da BM&F Bovespa, hoje B3 -...
READ FULL BIO
Patrocinados
Patrocinados