Ver mais

Fim da briga? Gemini e Genesis chegam a um acordo

2 mins
Por Rahul N.
Traduzido Anderson Mendes

EM RESUMO

  • Gemini e Genesis chegaram a um acordo sobre o programa Earn.
  • A Gemini contribuirá com até US$ 100 milhões em fundos adicionais para os usuários do Earn.
  • Ambas as empresas estão enfrentando problemas jurídicos e financeiros, com a Genesis esperando sair da falência em maio.
  • promo

Gemini e Genesis chegaram a um acordo sobre o programa Earn. A exchange contribuirá com até US$ 100 milhões de seus próprios fundos para recompensar os usuários.

A exchange de criptomoedas Gemini e a empresa de empréstimos Genesis chegaram a um acordo de US$ 100 milhões sobre o programa Earn. As duas empresas estavam em conflito nos últimos meses, e o acordo oferecerá um melhor resultado para clientes e partes interessadas envolvidas no incidente.

O comunicado à imprensa, publicado na segunda-feira (6), afirma que “em princípio, estabelecerá uma estrutura para uma resolução global que maximizará o valor para todos os clientes e partes interessadas da Genesis”.

A Genesis trocará sua nota existente de US$ 1,1 bilhão com vencimento em 2023 por ações preferenciais conversíveis a serem emitidas pelo Digital Currency Group (DCG) como parte do plano de falência da Genesis. O DCG também refinanciará seus empréstimos existentes com prazo de 2023 por meio de um novo empréstimo júnior garantido em duas parcelas pagáveis aos credores no valor total agregado de aproximadamente US$ 500 milhões. Da parte da Gemini, ela contribuirá com até US$ 100 milhões em fundos adicionais.

O co-fundador da exchange, Cameron Winklevoss, twittou sobre o acordo. Ele afirmou que o plano era um “passo crítico” para recuperar os ativos dos credores da Genesis. A Gemini também postou uma página que fornecerá atualizações sobre o assunto, que serão atualizadas todas as terças e sextas-feiras até que uma resolução seja alcançada.

Os credores podem respirar aliviados, pois parece que uma resolução pode chegar rapidamente. No entanto, tanto a Gemini quanto a Genesis parecem enfrentar alguns meses difíceis pela frente.

Em apuros

A Gemini está enfrentando sérios problemas legais enquanto a Comissão de Valores Mobiliários dos Estados Unidos (SEC) vai atrás dela. A agência cobrou a Gemini pela oferta e venda não registrada de valores mobiliários. Tyler Winklevoss chamou a cobrança de “bilhete de estacionamento manufaturado”.

A Gemini também está enfrentando uma investigação do Departamento de Serviços Financeiros de Nova York por supostamente enganar seus clientes, fazendo-os pensar que os fundos estavam protegidos pela Federal Deposit Insurance Corporation (FDIC). Os investidores também entraram com uma ação coletiva contra a exchange.

A exchange chegou a demitir 10% da força de trabalho. Ele se junta a uma longa lista de empresas que reduziram seu tamanho como resultado dos efeitos do colapso da FTX.

  • Não entendeu algum termo do universo Web3? Confira no nosso Glossário!
  • Quer se manter atualizado em tudo o que é relevante no mundo cripto? O BeInCrypto tem uma comunidade no Telegram em que você pode ler em primeira mão as notícias relevantes e conversar com outros entusiastas em criptomoedas. Confira!
  • Você também pode se juntar a nossas comunidades no Twitter (X)Instagram e Facebook.

Gênesis não está melhor que a Gemini

A Genesis também está enfrentando sua própria parcela de problemas enquanto tenta navegar pela falência. Um pacto recente com um credor revelou que o DCG pretendia vender o braço principal da Genesis.

Os credores da Genesis esperam recuperar 80% de seus fundos devido à reestruturação. A empresa está confiante de que sairá da falência e espera que isso aconteça até meados de maio.

Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024
Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024
Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024

Trusted

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.

4d198a1c7664cbf9005dfd7c70702e03.png
Anderson Mendes
Membro ativo da comunidade de criptoativos e economia em geral, Anderson é formado pela Universidade Positivo, e escreve sobre as principais notícias do mercado. Antes de entrar para a equipe brasileira do BeInCrypto, Anderson liderou projetos relacionados à trading, produção de notícias e conteúdos educacionais relacionados ao mundo cripto no sul do Brasil.
READ FULL BIO
Patrocinados
Patrocinados