Ver mais

Fiesp criará comissão para debater uso de IA na indústria brasileira

3 mins
Atualizado por Aline Fernandes

EM RESUMO

  • Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp) anunciou a criação de uma comissão especial para debater o uso de Inteligência Artificial.
  • O comunicado foi feito durante o evento Dia da Indústria 2024.
  • Comitê de Jovens da Fiesp desmistifica uso da tecnologia e apresenta casos de uso.
  • promo

A Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp) anunciou a criação de uma comissão especial para debater o uso de Inteligência Artificial (IA). O comunicado foi feito durante o evento Dia da Indústria 2024 nesta segunda-feira (27).

Para os especialistas presentes no encontro na sede da Fiesp, o ritmo de avanço do setor vai depender da capacidade da indústria incorporar IA. Uma regulamentação adequada e os riscos também foram temas presentes nas discussões.

Conforme o presidente da Fiesp, Dan Ioschpe, a inteligência artificial pode representar avanços para o setor.

“Mas obviamente também pode representar alguns riscos e questões de competitividade, caso não haja um avanço na velocidade necessária. Ou caso as regulações acabem não sendo as melhores possíveis”, destacou Ioschpe.

Revolução da IA na indústria brasileira: desafios e preparações

A adoção da IA é inevitável para a indústria, conforme alertado por Rafael Cervone, presidente do Centro das Indústrias do Estado de São Paulo (Ciesp). Segundo Cervone, a questão não é mais “se”, mas “quando” a IA impactará a produção industrial. Por isso, ele enfatiza que as empresas devem se preparar para integrar a IA de forma eficaz e responsável em suas operações.

O presidente da Ciesp ainda lembrou as ações atuais do Brasil no cenário da IA:

  • Substitutivo PL 2338/2023: Relatado pelo senador Eduardo Gomes (PL-TO) e de autoria do presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG). O projeto de lei está previsto para ter seu texto finalizado em 18 de junho.
  • Estratégia Brasileira de Inteligência Artificial (EBIA). O governo está revisando a EBIA. Inclusive a ministra da Ciência e Tecnologia, Luciana Santos, deve apresentar o Plano Nacional de Inteligência Artificial ao Conselhão da República no próximo mês.

Cervone destacou que essas iniciativas demonstram um compromisso do governo federal com a modernização. Além de fortalecer da base industrial brasileira, preparando a economia para os desafios futuros.

“A IA deixa o nosso trabalho como setor, entidade e organização, cada vez mais importante. E o Brasil passa também por um momento interessante com um olhar mais atento para o nosso setor. Mas, ao mesmo tempo, há uma série de desafios que estamos enfrentando no dia a dia para que possamos avançar e sairmos melhor no futuro que agora”, completou o presidente em exercício da Ciesp.

IA no cotidiano: comitê de jovens da Fiesp desmistifica uso da tecnologia

No ano passado, a Fiesp sediou um encontro promovido pelo Comitê de Jovens Empreendedores (CJE), para desmistificar a aplicação da inteligência artificial (IA) no dia a dia.

O evento contou com a participação de Tiago Morelli, fundador da Go Enablers DAO e ZapGPT, que abordou os impactos práticos dessa tecnologia.

Lorran Moreira Franceschini, diretor titular adjunto do CJE, explicou que o propósito do evento foi certamente demonstrar como a IA, exemplificada por ferramentas como ChatGPT e Midjourney, já está integrada ao cotidiano.

“Essas plataformas de Inteligência Artificial Generativa são rápidas e responsivas, auxiliando tanto em ambientes pessoais quanto profissionais ao acelerar tarefas e fomentar novas ideias”, afirmou Franceschini.

Ele enfatizou a importância de entender que a IA pode aumentar a eficiência e a produtividade, destacando que a discussão sobre a substituição de humanos por máquinas não deve ser o foco principal, mas sim os benefícios que essa tecnologia traz.

No ambiente corporativo, a adoção da IA pode encurtar processos e aumentar a produtividade. Franceschini encorajou as empresas a incentivarem seus funcionários a utilizarem essas tecnologias para aprimorar o desempenho.

Tiago Morelli reforçou a ideia de que a IA é uma ferramenta versátil, já presente, aliás em diversas áreas, como nos sistemas de navegação GPS, Google Maps, aplicativos de transporte e redes sociais que utilizam IA para personalizar anúncios e recomendações.

“A Inteligência Artificial veio para ficar e é acessível. Ela facilita a automação de tarefas repetitivas, tornando o trabalho mais eficiente”, disse Morelli, ilustrando com o rápido crescimento do ChatGPT, que alcançou um milhão de usuários em apenas cinco dias e US$ 100 milhões em dois meses.

Tiago destacou que, no contexto profissional, o uso da IA pode ser um diferencial significativo, citando que desenvolvedores que utilizam essa tecnologia produzem 55% mais rápido. No entanto, ele observou que a IA ainda depende de comandos humanos para funcionar de maneira eficaz.

Morelli explicou, por exemplo, que o ChatGPT, lançado inicialmente sem fins lucrativos, tornou-se uma das principais IA do mercado após receber investimentos substanciais, incluindo US$ 10 bilhões da Microsoft.

Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024
Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024
Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024

Trusted

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.

aline.jpg
Aline Fernandes
Aline Fernandes atua há 20 anos como jornalista. Especializada nas editorias de economia, agronegócio e internacional trabalha na BeINCrypto como editora do site brasileiro. Já passou por diversas redações e emissoras do país, incluindo canais setorizados como Globo News, Bloomberg News, Canal Rural, Canal do Boi, SBT, Record e Rádio Estadão/ESPM. Atuou também como correspondente internacional em Nova York e foi setorista de economia dentro do pregão da BM&F Bovespa, hoje B3 -...
READ FULL BIO
Patrocinados
Patrocinados