Ver mais

FedNow integra parceiro de micro pagamento para liquidar transações de varejo na Hedera

3 mins
Por David Thomas
Traduzido Aline Fernandes

EM RESUMO

  • O Fed incorporou o Dropp ao FedNow, aproveitando a tecnologia da Hedera para micropagamentos mais rápidos.
  • A integração aumentou o preço do HBAR em 16% nas últimas 24 horas, de acordo com o CoinMarketCap.
  • O serviço da Dropp pode abrir uma janela para o Fed fiscalizar as transações de varejo.
  • promo

O Banco Central dos EUA (Fed) integrou a Dropp na trilha de pagamento do FedNow para permitir micro pagamentos mais rápidos e negociações de tokens não fungíveis (NFT). Construído no Hedera Hashgraph, a Dropp suporta transferências em USD, USDC e HBAR.

Conforme o comunicado enviado à imprensa, os serviços da Dropp são executados em uma DLT de alta produtividade e baixa latência da Hedera. A tecnologia permite que os comerciantes aceitem pagamentos de até um centavo de dólar. Eles também podem se beneficiar de custos de transação mais baixos para aumentar os lucros.

Leia mais: As 10 criptomoedas para investir em janeiro de 2024

Micro pagamento oferece liquidação mais barata

A tecnologia marca um afastamento do modelo de assinatura de conteúdo. Em vez de pagar anual ou mensalmente por um catálogo de conteúdo, os clientes podem optar por pagar apenas pelo que consomem.

O ex-CEO da Apple, Steve Jobs, ofereceu aos clientes do iTunes micro pagamento para comprar músicas. A estratégia impulsionou as vendas do primeiro iPod, embora as taxas de transação reduzissem as margens de lucro.

Avançando para 2023, os negócios de serviços da Apple, incluindo streaming de música, representam a maioria de sua receita. Em sua teleconferência de resultados do segundo trimestre, o CEO da Apple, Tim Cook, destacou o papel que seu negócio de serviços desempenhou na geração de receita.

Temos o prazer de relatar um recorde em Serviços e um recorde trimestral de março para o iPhone, apesar do ambiente macroeconômico desafiador e de ter nossa base instalada de dispositivos ativos atingindo um recorde. 

Com o tempo, a Dropp quer fazer parceria com o FedNow para oferecer aos bancos trilhas instantâneas de liquidação de varejo. No mês passado, o Fed lançou o FedNow como um sistema instantâneo de liquidação interbancária para 57 empresas. 

Enquanto isso, a Dropp ainda usa o método de câmara de compensação automatizada para pagar os comerciantes. Ele também permite que os clientes conectem carteiras Web3 para pagar com criptoativos.

HBAR/USD 24 horas | Fonte : BE[IN]CRYPTO

A integração da Dropp com o FedNow fez com que o preço do HBAR, o token nativo da Hedera, subisse 16%, para US$ 0,06529. Em vez de esperar que as transações sejam incluídas em blocos antes da validação, a Hedera melhora a velocidade de processamento, permitindo que sejam adicionadas à sua rede à medida que ocorrem.

Dropp pode prever a vigilância do governo em transações de varejo

Os políticos argumentam que o FedNow pressagia a censura econômica que eles acreditam estar alinhada com a agenda anticripto dos EUA.

Os candidatos presidenciais pró-Bitcoin, Robert F. Kennedy e Ron DeSantis , se opõem a um CBDC dos EUA, com o primeiro argumentando que o Bitcoin é o dinheiro apolítico de que o mundo livre precisa. Isso ocorre apesar do presidente do Fed, Jerome Powell, dizer repetidamente que o banco está longe de emitir um CBDC.

Mas a integração pode estender o alcance do FedNow aos hábitos de consumo do varejo, uma preocupação compartilhada pelos detratores britânicos e europeus do CBDC.

Além disso, os oponentes argumentam que tecnologias como a Hedera ainda são muito centralizadas para substituir as blockchains. Atualmente, 39 organizações “resistentes ao conluio” governam a Hedera.

  • Não entendeu algum termo do universo Web3? Confira no nosso Glossário!
  • Quer se manter atualizado em tudo o que é relevante no mundo cripto? O BeInCrypto tem uma comunidade no Telegram em que você pode ler em primeira mão as notícias relevantes e conversar com outros entusiastas em criptomoedasConfira!
  • Você também pode se juntar a nossas comunidades no Twitter (X)Instagram e Facebook.

Trusted

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.

aline.jpg
Aline Fernandes
Apaixonada pelo que faz, Aline Fernandes é uma profissional que atua há 20 anos como jornalista. Especializada nas editorias de economia, agronegócio e internacional trabalha na BeINCrypto como editora do site brasileiro. Já passou por quase todas as redações e emissoras do país, incluindo canais setorizados como Globo News, Bloomberg News, Canal Rural, Canal do Boi, SBT, Record e Rádio Estadão/ESPM. Atuou também como correspondente internacional em Nova York e foi setorista de economia...
READ FULL BIO
Patrocinados
Patrocinados