Bitcoin btc
$ usd

Ex-executivo da OpenSea é preso em caso de negociação de NFT com informações privilegiadas

2 mins
Traduzido Thiago Barboza

EM RESUMO

  • O Ministério Público dos EUA condenou Chastain a três meses de prisão por abuso de informação privilegiada no mercado de NFT.
  • Chastain também está sujeito a penalidades adicionais, incluindo confinamento domiciliar, libertação supervisionada e multa de US$ 50.000.
  • A OpenSea implementou novas políticas que proíbem os funcionários de usar informações privilegiadas para negociar NFTs.
  • promo

Nathaniel Chastain, ex-gerente de produto da OpenSea, recebeu uma sentença de três meses de prisão por explorar seu papel para obter informações sobre as próximas promoções de tokens não fungíveis (NFT), que ele usou para seu próprio benefício financeiro.

“A sentença de hoje deve servir como um aviso para outros insiders corporativos de que informações privilegiadas – em qualquer mercado – não serão toleradas”, declararam os promotores dos EUA.

Restrições Adicionais Impostas no Caso de Negociação de Informações Privilegiadas da OpenSea

De acordo com uma declaração do Ministério Público dos EUA em 22 de agosto, o caso de Chastain marca o primeiro caso de negociação com informações privilegiadas envolvendo ativos digitais.

A instituição afirma que Chastain estará sob restrições adicionais após sua sentença de três meses:

“Além da pena de prisão, CHASTAIN, 31 […] foi condenado a três meses de prisão domiciliar, três anos de liberdade supervisionada, uma multa de US$ 50.000 e foi ordenado o confisco do Ethereum que ele fez negociando os NFTs em destaque.”

Os promotores dos EUA alegaram que entre junho e setembro de 2021, Chastain explorou seu acesso aos sistemas internos da OpenSea. Ele usou informações sobre quais NFTs seriam lançados na página inicial do OpenSea. Chastain então “comprou secretamente dezenas de NFTs pouco antes de serem apresentados”.

Relatórios anteriores revelaram que Chastain ganhou mais de US$ 50.000 em lucros ilícitos com o esquema. Em uma audiência em maio, o promotor Thomas Burnett destacou a intenção injusta de Chastain. “Ele abusou de seu status na OpenSea para encher os próprios bolsos e mentiu para encobrir seus rastros”, afirmou Burnett.

Em setembro de 2021, a estratégia de negociação com informações privilegiadas de Chastain veio à tona por meio das observações do usuário do X Zuwu. Zuwu perguntou à OpenSea porque parecia que Chastain “tem algumas carteiras secretas que parecem comprar suas primeiras páginas antes de serem listadas e depois as vendem logo após os picos de publicidade da primeira página para obter lucros”.

Alegações de informações privilegiadas da OpenSea levam a mudanças nas políticas dos funcionários

Pouco tempo depois, a OpenSea emitiu uma declaração oficial reconhecendo que Chastain havia usado informações confidenciais para lucrar com as vendas de NFT.

Ex-executivo da OpenSea é preso em caso de negociação de NFT com informações privilegiadas
Gráfico de Volume de Negociação da OpenSea 1 Mês. Fonte: DappRadar

A OpenSea anunciou um novo conjunto de políticas após as alegações de Chastain.

Especificava que, durante os períodos de promoção ativa da OpenSea, os funcionários não deveriam se envolver na compra ou venda de colecionadores ou criadores. Além disso, os membros da equipe foram informados de que não era permitido usar “informações privilegiadas” para negociar NFTs.

  • Não entendeu algum termo do universo Web3? Confira no nosso Glossário!
  • Quer se manter atualizado em tudo o que é relevante no mundo cripto? O BeInCrypto tem uma comunidade no Telegram em que você pode ler em primeira mão as notícias relevantes e conversar com outros entusiastas em criptomoedasConfira!
  • Você também pode se juntar a nossas comunidades no Twitter (X)Instagram e Facebook.

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.

Thiago-Barboza-red1.png
Thiago Barboza
Sound Designer de profissão e apaixonado por comunicação, Thiago Barboza é graduado em Comunicação com ênfase em escritas criativas pela Universidade Federal da Bahia (UFBA)....
READ FULL BIO
Patrocinados
Patrocinados