Ver mais

Ex-consultor financeiro cai em golpe de investimento cripto

2 mins
Por Josh Adams
Traduzido Júlia V. Kurtz

EM RESUMO

  • Um consultor financeiro aposentado perdeu £ 80.000 em um golpe de criptomoedas.
  • A vítima investiu no que parecia ser um serviço de investimento profissional e legítimo.
  • Número de consultas sobre golpes cripto no Reino Unido cresceu desde 2020.
  • promo

Um consultor financeiro aposentado de East Sussex perdeu £ 80.000 (cerca de R$ 492.000) em um golpe de investimento cripto. Ele havia investido em moedas digitais por meio de uma empresa que afirmava ser especialista em investimentos.

De acordo com o jornal The Mirror, Simon Hoadley, de 66 anos, procurava uma nova forma de investir. Enquanto isso, seu pai estava com uma doença terminal e sua esposa em uma casa de repouso.

Leia mais: 4 criptomoedas que podem atingir novas máximas em julho de 2024

Isto correu durante a pandemia e, com opções limitadas, Hoadley decidiu investir em criptomoedas. No primeiro ano da pandemia, os mercados de criptomoedas estavam em alta.

Entre os dias 1º de março de 2020 e 1º de março de 2021, o Bitcoin subiu cerca de 430%. Para quem tinha um pouco de otimismo, foi difícil não aproveitar.

Vítima recuperou £75.000 de investimento em cripto

A empresa com a qual ele interagia se dizia especialista em investimentos e inicialmente apresentava retornos positivos, o que o incentivou a continuar investindo. A vítima começou investindo £250, um valor que cresceu até chegar a £80.000. No entanto, em pouco tempo, o retorno começou a diminuir e a empresa parou de responder.

Ao perceber que fora enganada, a vítima procurou o conselho de um amigo que trabalhava com finanças e o aconselhou a ir ao banco. Durante a visita, ele notou que os golpistas sacaram US$ 5.000 de sua conta.

Em seguida, Hoadley contratou a especialista em fraude CEL Solicitors em busca de assistência. A empresa contatou o Financial Ombudsman Service (FOS) em seu nome.

Graças a esses esforços, os especialistas jurídicos recuperaram mais de £ 75.000 da falsa empresa de investimentos.

Consultas sobre golpes cripto à FCA cresceram 59% desde 2020

A história é particularmente preocupante, pois a vítima tinha experiência como consultora financeira. Não há dúvida de que Hoadley estava familiarizado com uma ampla gama de crimes financeiros. No entanto, ele foi vítima dos maus atores.

Apesar do alerta da FCA sobre o risco de investir em criptoativos, mais cidadãos do Reino Unido estão entrando nesse mercado. O número de consultas sobre golpes de criptomoedas ao regulador financeiro do Reino Unido, por exemplo, cresceu 59% desde 2020.

Destes, 79% dos consumidores que contataram a FCA sobre possíveis golpes com criptomoedas o fizeram depois de investir. Durante a semana, a FCA emitiu um aviso sobre uma empresa não registrada de recuperação de criptoativos, que oferecia ajuda para recuperar criptomoedas roubadas.

Em uma declaração em seu site, a FCA é direta: “Quase todas as empresas e indivíduos devem ser autorizados por nós se oferecerem, promoverem ou venderem produtos ou serviços financeiros no Reino Unido”.

  • Não entendeu algum termo do universo Web3? Confira no nosso Glossário!
  • Quer se manter atualizado em tudo o que é relevante no mundo cripto? O BeInCrypto tem uma comunidade no Telegram em que você pode ler em primeira mão as notícias relevantes e conversar com outros entusiastas em criptomoedas. Confira!
  • Você também pode se juntar a nossas comunidades no Twitter (X)Instagram e Facebook.
Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024
Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024
Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024

Trusted

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.

Julia.png
Júlia V. Kurtz
Editora do BeInCrypto Brasil, a jornalista é especializada em dados e participa ativamente da comunidade de Criptoativos, Web3 e NFTs. Formada pelo Knight Center for Journalism in the Americas da Universidade do Texas, possui mais de 10 anos de experiência na cobertura de tecnologia, tendo passado por veículos como Globo, Gazeta do Povo e UOL.
READ FULL BIO
Patrocinados
Patrocinados