Ver mais

Eth.Samba: Next billion Fellowship da Ethereum Foundation procura projetos web3 e está de olho no Brasil. Saiba mais

4 mins
Atualizado por Aline Fernandes

EM RESUMO

  • Ethereum “Next billion Fellowship” recebe até 28 de abril de 2023 projetos para serem suportados pela Fundação Ethereum.
  • Staking também pode ser uma forma de financiamento dos projetos, diz Sara Amaral da Next Billion Fellowship Program da Ethereum Foundation.
  • Brasil e América Latina estão no foco da indústria cripto.
  • promo

A iniciativa “Next billion Fellowship”, da Fundação Ethereum, recebe projetos e ideias de “agentes de mudança, visionários, pragmáticos e criativos” que trabalhem em propostas ambiciosas usando Ethereum para melhorar a vida de bilhões de pessoas. A data limite é o dia 28 de abril de 2023.

Durante a Eth.Samba Hack, a gestora de projetos da Ethereum Foundation, Sara Amaral pediu que brasileiros e latino-americanos se inscrevam e se envolvam na iniciativa aberta. Ela conversou com o BeInCrypto.

Leia mais: 4 criptomoedas que podem atingir novas máximas em julho de 2024

“É um programa aberto para qualquer parte do mundo. Mas, como a região latino-americana está em grande crescimento e tem projetos muito valor, naturalmente, cremos que há uma boa representatividade desta região. É também um dos motivos da minha presença aqui no ETHSamba Hack.

Gostaríamos muito de ter candidaturas do Brasil e da América Latina. 

Queremos entender melhor as necessidades do ecossistema (Brasil e Latam) do que aportar conhecimento (…) para saber também qual é que é a nossa função dentro da nossa filosofia de subtração, que é tentar perceber sempre quando há necessidade de intervenção, mas principalmente, quando é que não devemos intervir, e quando é que o ecossistema já está florindo de forma autônoma”, detalha Sara.

O programa de bolsas foca além da tecnologia. Ele quer, por exemplo, novas formas de pensar sobre como os humanos interagem uns com os outros e com seu ambiente. E vai buscar histórias inspiradoras.

Como participar do Next Billion Fellowship da Ethereum Foundation

Durante o curso de 6 meses, os Fellows recebem apoio para conduzir seus próprios projetos. Eles devem fazer a diferença na sociedade e na vida de bilhões para que as pessoas prosperem utilizando o ecossistema Ethereum.

“O Next Billion Fellowship pretende efetivamente encontrar agentes de mudança, que estão trabalhando em projetos mais palpáveis e que tornam o Ethereum mais relevante para a vida das pessoas e mais representativo para aquilo que sociedade precisa”, de acordo com Amaral.

A entusiasta com olhar mais humano fala sobre a escolha das iniciativas:

 “Não há algo específico que a Fundação esteja procurando para apoiar porque cada comunidade sabe mais do que nós, o que é relevante e quais são as necessidades reais locais. É um programa bastante lato. Podem ser projetos com mais impacto social ou iniciativas de pesquisa sobre o que é necessário para chegar as comunidades que o Ethereum ainda não chegou.

Portanto não definimos prioridades, mas sim a comunidade. Estamos de portas abertas para ouvir o que é necessário”.

De acordo com a iniciativa da Fundação Ethereum, não há requisitos rígidos para os projetos da Next Billion Fellowship, exceto um: seriedade. E seja qual for o projeto ou o bolsista, o programa visa permitir o florescimento de populações, comunidades ou indivíduos sub-representados no ecossistema Ethereum hoje.

Ethereum perto de romper a barreira de US$ 2 mil?

Às vésperas da atualização Shangai prevista para acontecer junto com a Capella no próximo dia 12, a entusiasta diz que não está de olho no preço e sim nas melhorias na escalabilidade e eficiência da blockhain.

Com o Shangai, os usuários poderão começar a utilizar os staking rewards, ressalta Sara.

A última atualização na rede foi o Merge em setembro de 2022, que substituiu o algoritmo de consenso de Proof of Work (PoW) para Proof of Stake (PoS), considerado mais limpo por consumir menos energia.

Em meio a inflação global, as recentes crises de bancos tradicionais, colapsos de exchanges cripto, Sara falou sobre como o Ethereum pode colaborar para que tenhamos uma adoção em massa mais palpável e a sociedade se beneficie o quanto antes desse ecossistema de web 3 com menos dependência do sistema bancário fiat

“A meu ver é necessária uma mudança de narrativa. É preciso educar a população e explicar que uma coisa é a Blockchain voltada para as criptomoedas e outra é a Blockchain enquanto tecnologia.”

E é justamente nessa questão que a Ethereum está mais engajada, na questão do desenvolvimento tecnológico para permitir que haja várias aplicações que utilizem o Ethereum para qualquer área da sociedade.

Sobre preços, Amaral diz:

“A volatilidade dos mercados acontece tanto no mercado cripto como no  tradicional e é um momento que é necessário para a saúde do ecossistema”. 

No momento do fechamento desta matéria o preço do ETH está US$ 1.909.

Staking como forma de financiamento dos projetos

Além do staking rewards após o Shangai, Sara diz que o staking também pode ser uma forma de financiamento dos projetos e deu um exemplo do Fellow que está usando o recurso com a UNICEF para assegurar a conectividade de escolas.

“Estou ansiosa para ver o que as comunidades irão criar para inspirar e replicar. Acho que o Brasil tem uma potencialidade enorme e é um dos povos mais criativos que eu conheço. Estou muito entusiasmada, concluí Sara Amaral da Ethereum Foundation.

  • Não entendeu algum termo do universo Web3? Confira no nosso Glossário!
  • Quer se manter atualizado em tudo o que é relevante no mundo cripto? O BeInCrypto tem uma comunidade no Telegram em que você pode ler em primeira mão as notícias relevantes e conversar com outros entusiastas em criptomoedas. Confira!
  • Você também pode se juntar a nossas comunidades no Twitter (X)Instagram e Facebook.
Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024
Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024
Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024

Trusted

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.

aline.jpg
Aline Fernandes
Aline Fernandes atua há 20 anos como jornalista. Especializada nas editorias de economia, agronegócio e internacional trabalha na BeINCrypto como editora do site brasileiro. Já passou por diversas redações e emissoras do país, incluindo canais setorizados como Globo News, Bloomberg News, Canal Rural, Canal do Boi, SBT, Record e Rádio Estadão/ESPM. Atuou também como correspondente internacional em Nova York e foi setorista de economia dentro do pregão da BM&F Bovespa, hoje B3 -...
READ FULL BIO
Patrocinados
Patrocinados