Ver mais

ETFs de Bitcoin arrecadam US$ 886 milhões após indicador dar sinal de alta

2 mins
Traduzido Júlia V. Kurtz

EM RESUMO

  • Na terça-feira, os ETFs de Bitcoin dos EUA registraram entradas de US$ 886,6 milhões.
  • O preço do Bitcoin subiu para US$ 71.200, com os principais ETFs, como o Fidelity e o BlackRock.
  • O indicador hash ribbons sugere a capitulação do minerador, um sinal de compra geralmente segue a capitulação.
  • promo

Na terça-feira, os fundos negociados em bolsa (ETFs) de Bitcoin à vista dos EUA registraram entradas significativas, totalizando um notável valor de US$ 886,6 milhões.

Esse influxo marca o segundo melhor dia para entradas líquidas conjuntas em ETFs de Bitcoin à vista dos EUA. Com esses elementos em jogo, os analistas de criptomoedas e os membros da comunidade consideram uma perspectiva de mercado de alta para o Bitcoin.

Bitcoin sobe para US$ 71.200

Liderando o grupo, o Fidelity Wise Origin Bitcoin Fund (FBTC) registrou um fluxo de entrada de US$ 378,7 milhões. Não muito atrás, o iShares Bitcoin Trust (IBIT) da BlackRock adicionou US$ 274,4 milhões. Além disso, o ARK 21Shares ETF de Bitcoin (ARKB) registrou fortes ganhos, assegurando US$ 138,7 milhões em entradas líquidas.

Enquanto isso, o preço do Bitcoin subiu para US$ 71.200 no início do trading de quarta-feira, sendo atualmente negociado a US$ 71.166. Em outra frente, o Grayscale Bitcoin Trust (GBTC) também teve um dia de entrada significativo, trazendo US$ 28,2 milhões.

Leia mais: Previsão de preço do Bitcoin para 2024 / 2025 / 2030

Isso marcou um dos poucos dias de entrada desde que ele se transformou de um fundo fechado em um ETF à vista no início deste ano.

Em contraste, os ETFs de Bitcoin gerenciados pela Invesco Galaxy, Franklin Templeton, WisdomTree e Hashdex não apresentaram novos fluxos de entrada em 4 de junho, de acordo com dados da Farside Investors.

Desempenho do preço do Bitcoin
Desempenho do preço do Bitcoin. Fonte: BeInCrypto

Apesar disso, a comunidade de criptomoedas está repleta de otimismo. O analista de ETF Eric Balchunas, da Bloomberg, destacou os influxos substanciais, sugerindo uma onda altista.

“A terceira onda está se transformando em um maremoto”, disse Balchunas.

Indicador aponta alta a longo prazo

Além disso, o indicador Hash Ribbons da Capriole Investments sinalizou um período de capitulação dos mineradores. A capitulação do minerador ocorre quando a média móvel de 30 dias (DMA) da taxa de hash do Bitcoin cai abaixo da DMA 60, normalmente sinalizando oportunidades potenciais de compra a longo prazo.

O fundador da Capriole Investments, Charles Edwards, enfatizou a importância do indicador.

Sempre que temos uma compra de Hash Ribbon, ela é ridicularizada. Mas a última vez que isso aconteceu foi quando o Bitcoin estava na faixa dos US$ 20.000. É hora de prestar atenção”, disse Edwards.

Desempenho do preço do Bitcoin e indicador Hash Ribbons
Desempenho do preço do Bitcoin e indicador Hash Ribbons. Fonte: Capriole Investments

Os mineradores estão enfrentando os desafios após o halving do Bitcoin – evento em que as recompensas dos blocos caem, diminuindo a lucratividade das operações de mineração menos eficientes.

As capitulações das mineradoras geralmente coincidem com fraquezas e volatilidade mais amplas do mercado. Entretanto, elas também se alinham com recuperações significativas do mercado e são consideradas pontos estratégicos de investimento. A confiabilidade do Hash Ribbons é apoiada por seu desempenho histórico, sugerindo que ele continua sendo uma métrica robusta para prever as perspectivas de valor de longo prazo do Bitcoin.

Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024

Trusted

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.

Julia.png
Júlia V. Kurtz
Editora-chefe do BeInCrypto Brasil. Jornalista de dados com formação pelo Knight Center for Journalism in the Americas da Universidade do Texas, possui 10 anos de experiência na cobertura de tecnologia pela Globo e, agora, está se aventurando pelo mundo cripto. Tem passagens na Gazeta do Povo e no Portal UOL.
READ FULL BIO
Patrocinados
Patrocinados