Ver mais

Ethereum Name Service registrou 2 milhões de endereços em 2022

2 mins
Atualizado por Júlia V. Kurtz

EM RESUMO

  • O Ethereum Name Service (ENS) finalizou o ano com 2,2 milhões de registros.
  • Setembro bateu o recorde de novas matrículas ENS no ano.
  • A redução das taxas de gás colaborou para o aumento de registros.
  • promo

A forte baixa do mercado cripto pouco influenciou no crescimento do Ethereum Name Service (ENS) que registrou mais de 2,2 milhões novos endereços em 2022.

Os dados são da plataforma de análise Dune Analytics e representam aproximadamente 80% do total de domínios criados desde o lançamento da plataforma. Na segunda-feira (2), o serviço de nomes de domínios distribuídos baseado em Ethereum já registrava mais de 2,82 milhões de nomes.

  • Não entendeu algum termo do universo Web3? Confira no nosso Glossário!
  • Quer se manter atualizado em tudo o que é relevante no mundo cripto? O BeInCrypto tem uma comunidade no Telegram em que você pode ler em primeira mão as notícias relevantes e conversar com outros entusiastas em criptomoedasConfira!
  • Você também pode se juntar a nossas comunidades no Twitter (X)Instagram e Facebook.

A queda de preço do Ethereum ao longo do ano impactou no custo das taxas de gás que também despencou, facilitando o crescimento do número de novos registros de domínios .eth.

Baixa do mercado favoreceu o aumento de endereços

O ENS seguia uma tendência de crescimento consistente no início de 2022, que foi interrompida em junho. A queda coincidiu com o colapso do ecossistema TerraUSD (UST) e os temores de contágio. A recuperação aconteceu rapidamente em julho, superando o recorde anterior registrado em maio. 

Logo em seguida. uma nova máxima mensal de 437.365 foi estabelecida em setembro, indicando que a atualização do Ethereum pode ter influenciado no aumento da atividade.

ENS teve mais de 2 milhões de registros em 2022

Outra fonte que também colaborou para impulsionar o aumento dos registros veio da Coinbase. A exchange utilizou o ENS para registrar o domínio “.cb.id” e incentivou seus clientes a reivindicar o domínio ligado ao seu nome de usuário, “name.cb.id”, através da Coinbase Wallet. O intuito foi facilitar a criação de uma identidade Web3 gratuita para todos.

Entretanto, o fôlego da tendência foi diminuindo nos meses seguintes, levando a um declínio no número de registros do ENS. Dezembro fechou o ano com pior desempenho registrando aproximadamente 52.000 novos domínios, uma queda de 88% desde a máxima atingida em setembro.

Disputa judicial

Em um ano onde o mercado cripto esteve às voltas com a justiça e sob constante escrutínio das autoridades, o ENS também teve um imbróglio judicial para chamar de seu.

A ENS obteve uma vitória em uma liminar em seu processo contra o provedor de domínio GoDaddy em setembro passado em um Tribunal Distrital dos EUA no Arizona. A empresa recuperou o controle do domínio eth.link.

A empresa acionou judicialmente a GoDaddy por transferir o nome eth.link do ENS para o registrador de nomes de domínio Dynadot antes da data de expiração e colocá-lo em leilão. Conforme a denúncia , a ação da GoDaddy quebrou o contrato violando o acordo de “respeitar, reconhecer e proteger” o nome eth.link.

Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024
Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024
Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024

Trusted

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.

Thiago-Barboza-red1.png
Thiago Barboza
Thiago Barboza é graduado em Comunicação com ênfase em escritas criativas pela Universidade Federal da Bahia (UFBA). Em 2019 conheceu as criptomoedas e blockchain, mas foi em 2020 que decidiu imergir nesse universo e utilizar seu conhecimento acadêmico para ajudar a difundir e conscientizar sobre a importância desta tecnologia disruptiva.
READ FULL BIO
Patrocinados
Patrocinados