Ver mais

Preço da Dogecoin (DOGE) reflete ciclos anteriores e pode começar alta

3 mins
Traduzido Júlia V. Kurtz

EM RESUMO

  • A recente correção de preço da Dogecoin sugere uma possível reversão altista, seguindo as tendências históricas.
  • Os triângulos descendentes sinalizam reversões altistas, com um suporte plano e uma linha de resistência descendente.
  • Os dados históricos de preço mostram que a Dogecoin costuma subir depois de sair de triângulos descendentes.
  • promo

O preço da Dogecoin (DOGE) apresenta padrões de preços recorrentes que geralmente precedem corridas de alta substanciais.

De fato, a recente correção de preço da Dogecoin sugere um potencial para uma reversão altista, alinhando-se com suas tendências históricas.

Entendendo os triângulos descendentes

Um triângulo descendente é um padrão importante na análise técnica, muitas vezes sinalizando reversões altistas. Ele se forma com um nível de suporte plano e uma linha de resistência descendente, indicando uma pressão de venda decrescente e um interesse de compra consistente.

  • Nível de suporte plano: Essa linha horizontal representa um forte nível de suporte em que o preço encontra interesse de compra consistente.
  • Linha de resistência descendente: Essa linha de tendência inclinada para baixo conecta máximas mais baixas, mostrando uma pressão de venda decrescente.
  • Formação: Os vendedores perdem gradualmente o controle à medida que o preço atinge máximas mais baixas. O forte suporte indica que os compradores estão acumulando posições.
Padrão de triângulo descendente
Padrão de triângulo descendente. Fonte: Tradingpedia

Quando o preço ultrapassa a linha de resistência descendente com volume significativo, isso sinaliza uma possível reversão altista.

Precedentes históricos de preço da Dogecoin

É interessante notar que os dados históricos apoiam a eficácia do padrão para a Dogecoin. Em ciclos anteriores, depois que a DOGE atingiu um topo de mercado, ele tende a se consolidar em um triângulo descendente antes do início de um novo mercado de alta.

Por exemplo, a Dogecoin atingiu um pico de mercado de US$ 0,00232 em janeiro de 2014. Após essa alta, o preço da DOGE caiu, formando uma série de máximas mais baixas enquanto mantinha um nível de suporte plano em US$ 0,00010.

Leia mais: Como identificar e avaliar o potencial de uma memecoin?

Além disso, em março de 2017, a Dogecoin saiu desse padrão de triângulo descendente, resultando em um aumento de 207,35%. Após essa alta, a DOGE sofreu uma retração de 39,82% antes de disparar impressionantes 981,91%.

Preço do Dogecoin
Análise do preço do Dogecoin. Fonte: TradingView

Da mesma forma, em janeiro de 2018, a Dogecoin atingiu uma alta histórica de US$ 0,01877, marcando o início de uma tendência de queda. Assim, como o preço da DOGE formou uma série de máximas mais baixas, ele desenvolveu um padrão de triângulo descendente, com um forte nível de suporte em US$ 0,00191.

Em seguida, em novembro de 2020, o Dogecoin rompeu a linha de resistência do triângulo, desencadeando uma alta de 441,96%. Isso foi seguido por uma correção de 56,31%, após a qual o preço do DOGE disparou em impressionantes 12.197%.

Preço do Dogecoin
Análise do preço do Dogecoin. Fonte: TradingView

Esses padrões, portanto, refletem o potencial do Dogecoin para ganhos significativos após o rompimento de um triângulo descendente.

Padrão atual de governança da DOGE

Após o recorde histórico de US$ 0,73905, em maio de 2021, a Dogecoin entrou em um mercado baixista, formando um padrão de triângulo descendente. Em janeiro de 2024, a Dogecoin saiu desse padrão, registrando um aumento de preço de 207,85%. Como visto em ciclos anteriores, o preço da DOGE teve um retrocesso de 47,48%.

Se a história se repetir, a Dogecoin pode estar prestes a entrar em um novo mercado de alta.

Preço do Dogecoin
Análise de preço do Dogecoin. Fonte: TradingView

As implicações do triângulo descendente são profundas. A pressão inicial de venda dá lugar a um forte suporte, indicando acúmulo de compradores. Um rompimento acima da linha de resistência descendente pode levar a um movimento significativo de alta dos preços à medida que a pressão de baixa se dissipa.

O comportamento histórico consistente da Dogecoin de romper triângulos descendentes e entrar em corridas de alta destaca a importância da paciência e da análise estratégica. Embora o desempenho passado não garanta resultados futuros, o padrão oferece um caso convincente de otimismo.

Preço do Dogecoin
Análise do preço do Dogecoin. Fonte: TradingView

Resumo e conclusão

A recente ação do preço do Dogecoin se alinha com padrões históricos, sugerindo uma potencial reversão altista. Os dados históricos de 2017 e 2021 mostram que o Dogecoin geralmente segue os rompimentos do triângulo descendente com ganhos substanciais.

Para os traders, o padrão de triângulo descendente oferece uma estrutura estratégica para entrar em posições. Com um stop-loss e preço-alvo bem posicionados, os traders podem gerenciar o risco enquanto se posicionam para ganhos potenciais.

A fase atual do mercado, marcada por uma correção de 47,48%, pode ser o precursor de outra corrida de alta significativa para a Dogecoin. A paciência e a análise estratégica, informadas por padrões históricos, podem render recompensas substanciais para os investidores em Dogecoin.

De modo geral, a compreensão do padrão de triângulo descendente e suas implicações fornecem informações valiosas sobre a ação do preço da Dogecoin. Esse conhecimento, combinado com abordagens estratégicas de trading, pode ajudar os investidores a navegar no mercado de criptomoedas e a capitalizar as possíveis tendências de alta.

Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024
Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024
Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024

Trusted

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.

Julia.png
Júlia V. Kurtz
Editora do BeInCrypto Brasil, a jornalista é especializada em dados e participa ativamente da comunidade de Criptoativos, Web3 e NFTs. Formada pelo Knight Center for Journalism in the Americas da Universidade do Texas, possui mais de 10 anos de experiência na cobertura de tecnologia, tendo passado por veículos como Globo, Gazeta do Povo e UOL.
READ FULL BIO
Patrocinados
Patrocinados