Ver mais

Dogecoin na zona de perigo: reversão pode gerar uma queda de 40%?

2 mins
Traduzido Anderson Mendes

EM RESUMO

  • A Dogecoin está presa em um padrão de cunha de alta, segundo o qual uma correção de 40% é provável.
  • O índice MVRV está se aproximando da zona de perigo, que geralmente é seguida de realização de lucros e correções.
  • Os próximos dias empurrarão 95% da oferta circulante de DOGE para os lucros, marcando o topo do mercado.
  • promo

A Dogecoin (DOGE) está atualmente presa em um padrão de reversão de baixa, o que pode levar o seu preço a revisitar mínimas anteriores.

Além do padrão gráfico, o comportamento dos investidores mostra que a memecoin possui grandes chances de sofrer novas quedas de preço.

Alerta vermelho para a Dogecoin

A Dogecoin está exibindo sinais de alta no gráfico de 8 horas, mas quando os tempos gráficos superiores são levados em consideração, forma-se um padrão de baixa. Para piorar a situação, os investidores também estão se tornando pessimistas.

Isso ocorre porque o aumento dos lucros provavelmente desencadeará a realização de lucros entre os detentores da DOGE. O mesmo pode ser observado no índice Valor de Mercado para Valor Realizado (MVRV).

O índice MVRV mede o lucro/perda do investidor. O atual MVRV de 30 dias está em 9,2%, indicando lucro, o que pode desencadear vendas. Os dados históricos sugerem que as correções geralmente ocorrem dentro do intervalo de 8% e 18% do MVRV, o que o classifica como uma zona de perigo.

Dogecoin na zona de perigo: reversão pode gerar uma queda de 40%?
MVRV da Dogecoin. Fonte: Santiment

Assim, à medida que o preço e os lucros aumentarem, o MVRV também aumentará, assim como o potencial de venda dos investidores.

Isso é ainda mais comprovado pela oferta de DOGE em lucro. Às vezes, quando a oferta lucrativa atinge 95%, forma-se um topo de mercado, que é sinônimo de correções à medida que o otimismo esfria. Como a oferta lucrativa está em 90% no momento, não seria surpreendente se um topo de mercado fosse registrado nos próximos dias.

Isso aumentaria ainda mais a tendência de baixa, o que poderia levar a uma queda de preço.

Dogecoin na zona de perigo: reversão pode gerar uma queda de 40%?
Oferta de DOGE em lucro. Fonte: Santiment

Leia mais: 4 criptomoedas que podem atingir novas máximas em julho de 2024

Previsão de preço

No momento em que este artigo foi escrito, a Dogecoin era negociada a US$ 0,206. Embora os ganhos recentes possam sugerir uma recuperação iminente, um cronograma de longo prazo indica o contrário. A moeda meme está atualmente presa em uma cunha de alta.

Esse padrão de reversão é caracterizado por linhas de tendência convergentes inclinadas para cima. Ele sugere um movimento significativo de queda nos preços. De acordo com esse padrão, a meta para o preço está definida em US$ 0,127, o que marca uma correção de quase 40% frente o preço atual.

Dogecoin na zona de perigo: reversão pode gerar uma queda de 40%?
Gráfico da DOGE no TradingView

No entanto, se o padrão romper a resistência da linha de tendência superior ou testar a marca de US$ 0,22 como piso de suporte, a invalidação da tese de alta é provável. Consequentemente, a Dogecoin continuará subindo para US $ 0,24 e além.

Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024
Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024
Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024

Trusted

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.

4d198a1c7664cbf9005dfd7c70702e03.png
Anderson Mendes
Membro ativo da comunidade de criptoativos e economia em geral, Anderson é formado pela Universidade Positivo, e escreve sobre as principais notícias do mercado. Antes de entrar para a equipe brasileira do BeInCrypto, Anderson liderou projetos relacionados à trading, produção de notícias e conteúdos educacionais relacionados ao mundo cripto no sul do Brasil.
READ FULL BIO
Patrocinados
Patrocinados