Cinco dicas para construir comunidades duradouras em games com blockchain

30 janeiro 2022, 09:00 -03
Atualizado por Júlia V. Kurtz
30 janeiro 2022, 09:00 -03
EM RESUMO
  • Enormes quantias de dinheiro, novos usuários e poder cerebral estão inundando o espaço do games do tipo jogue-para-ganhar.
  • Os jogadores estão começando a sentir que os jogos são seu trabalho, e eles não gostam desse sentimento.
  • A sustentabilidade e o sucesso a longo prazo dos jogos se resumem ao fato de os jogadores sentirem uma conexão humana.
  • promo

Jogos blockchain: O segredo para criar comunidades que duram não é mais dinheiro, mais tecnologia ou mais coisas grátis – é a conexão humana.

Costuma-se dizer que o espaço cripto se move na velocidade da luz. É verdade – novos projetos, pessoas e plataformas vêm e vão o tempo todo. Nessa cultura de “agir rápido e quebrar as coisas”, construir algo que dure pode parecer a exceção à regra. 

Explosão de jogos Blockchain

A explosão dos jogos blockchain é um forte exemplo disso. Enormes quantias de dinheiro, novos usuários e poder cerebral estão inundando o espaço jogue-e-ganhe (P2E) em um frenesi alimentado pelo FOMO de novos jogos e tokens. A energia é palpável no metaverso e além – jogadores e investidores estão ansiosos para entrar em novos projetos antes que eles explodam.

Em suma, o hype deu aos construtores no espaço uma oportunidade única de crescimento. Então aqui está a pergunta: como podemos aproveitar esse hype para criar algo com crescimento sustentado? 

  • Ficou com alguma dúvida? O BeInCrypto tem um glossário que pode ajudar a responder a suas dúvidas em relação ao mundo cripto!
  • Quer se manter atualizado em tudo o que é relevante no mundo cripto? O BeInCrypto tem uma comunidade no Telegram em que você pode ler em primeira mão as notícias relevantes e conversar com outros entusiastas em criptomoedas. Confira!
  • Você também pode se juntar a nossas comunidades no Twitter, Instagram e Facebook.

Afinal, já vimos isso acontecer antes – ICOs, moedas-memes e muitas outras tendências outrora quentes seguiram o caminho do dinossauro. Então, como os criadores de jogos blockchain podem aproveitar essa oportunidade sem precedentes para criar comunidades apaixonadas e engajadas que sobreviverão ao hype? 

A tarefa pode parecer assustadora, enigmática – quase mística. Mas, na realidade, construir uma comunidade de jogos blockchain duradoura é um processo como qualquer outro: leva tempo, dedicação e – como todos os grandes jogos – estratégia. 

Regra #1: Construa um jogo que as pessoas queiram jogar

Não é segredo que a comunidade tradicional de jogos está em desacordo com o espaço de jogos blockchain. Esses jogadores tradicionais querem jogar para jogar, ou jogar para vencer, não jogar para ganhar. Eles não querem que seus jogos pareçam empregos.

E eles certamente não precisam – não há nada inerente à natureza dos jogos de blockchain ditando que eles devem ser trabalhosos, ou que o “E” tenha precedência sobre o “P” no P2E. Dito isto, como construtores no espaço, gostaria de sugerir que é nossa responsabilidade construir jogos que sejam, bem, divertidos. 

Você não precisa ter os melhores gráficos ou ser um estúdio AAA. No entanto, você precisa criar um jogo que recompense consistentemente as pessoas por seu tempo e participação – não apenas com tokens, mas com diversão. Em troca, os jogadores continuarão a recompensá-lo com seu tempo e atenção.

Por exemplo, jogos com mecânicas fáceis e uma abundância de recompensas não estimulam o comprometimento do jogador a longo prazo, embora possam trazer uma safra abundante de participação a curto prazo. Por motivos semelhantes, os projetos não devem contar com brindes para integrar novos usuários. Coisas grátis são boas, mas não incentivam a lealdade e o crescimento a longo prazo. 

Regra #2: Mantenha-o real

Nesse espaço de ritmo acelerado, onde observar o aumento dos números pode parecer a principal prioridade, pode ser fácil focar na quantidade de crescimento da comunidade em vez da qualidade. Mas, para desenvolver uma base de usuários forte e leal, uma conexão humana real é crucial. 

Invista em sua comunidade. Em vez de contar com voluntários para lidar com dúvidas e problemas técnicos de novos usuários, contrate uma equipe de profissionais de suporte ao usuário que estão lá para ajudar 24 horas por dia, 7 dias por semana, para que os usuários sempre tenham uma pessoa real a quem recorrer quando precisarem de suporte.

Por exemplo, a Pegaxy tem uma equipe de profissionais de suporte que pode dar aos usuários respostas imediatas às suas perguntas. Este é um investimento crítico em sua comunidade – ele irá diferenciá-lo da grande maioria dos jogos, e sua comunidade irá apreciá-lo adequadamente. 

Pegaxy tem um ecossistema único que permite que os jogadores entrem em qualquer corrida, gratuitamente. Com este modelo econômico, a jogabilidade é muito competitiva. Os jogadores competem contra 11 outros pilotos na tentativa de ganhar uma colocação no top 3. Todos os jogadores dentro do top 3 ganham tokens VIS, o token utilitário da plataforma. Conhecimento, estratégia e habilidade são necessários para se colocar no top 3.

Regra #3: Devagar e constante se vence a corrida

Considere limitar o crescimento de sua base de usuários até ter certeza de que seu sistema pode ser dimensionado de cima para baixo. Por exemplo, a Pegaxy introduziu mecanismos de resfriamento em sua plataforma de reprodução e corrida, garantindo que os tokens não fungíveis (NFTs) não inundem o mercado em apenas algumas semanas.

É tentador abrir as comportas e deixar os bons tempos rolarem. No entanto, manter o crescimento em um ritmo relativamente mais lento ajudará a garantir que os usuários tenham uma experiência tranquila. Também pode evitar que problemas mais sérios apareçam mais tarde na estrada.

Regra #4: Aprenda com as experiências dos outros. 

Os jogos com blockchain são tão novos que pode parecer que existem poucos pontos de referência para os criadores. Muitas vezes parece que estamos sozinhos à beira de nossos universos separados, navegando em território completamente inexplorado pela primeira vez. 

Mas mesmo que os jogos de blockchain sejam relativamente novos, a comunidade está crescendo em experiência. Use-as. Muitos projetos gastaram centenas de milhares – ou mesmo milhões – de dólares para obter a sabedoria da retrospectiva. Leve como um presente! 

Pegaxy arena… time to get on horsey.

Regra #5: Se não existe, construa você mesmo. 

Há um ditado que é mais ou menos assim: “Se você encontrou uma tarefa aberta, ela pode pertencer a você”. Em outras palavras, se você não consegue encontrar o que está procurando, construa você mesmo.

Como os jogos de blockchain são tão novos, os recursos para novos criadores geralmente são limitados. A falta de ferramentas pode, às vezes, parecer assustadora. Mas o vasto oceano azul em que nos encontramos é uma tela aberta para a criatividade, e as coisas que criamos não nos beneficiam apenas – elas têm o poder de impactar a todos. 

Afinal, construir comunidades de jogos blockchain que durem não é apenas sobre a base de usuários que existe em qualquer jogo individual. É também sobre a comunidade para a qual estamos contribuindo coletivamente como criadores. Então vamos fazer acontecer. 

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.