Bitcoin btc
$ usd

De volta aos cinemas, Titanic é imortalizado na Web3

2 mins
Traduzido Anderson Mendes

EM RESUMO

  • Uma importante parceria irá imortalizar os objetos do Titanic na Web3.
  • O Artifact Labs preservará em formato NFT aproximadamente 5.500 artefatos físicos recuperados do transatlântico.
  • A criação do Titanic DAO também foi anunciada.
  • promo

Quase 113 anos após seu naufrágio, o Titanic continua atraindo a atenção do público, especialmente após voltar as telonas. Uma importante aliança irá imortalizar os objetos do transatlântico na Web3.

A aliança estabelecida entre RMS Titanic, Inc (RMST), Venture Smart Financial Holdings Ltd (VSFG) e a Artifact Labs permitirão que os restos do Titanic e seus artefatos físicos sejam imortalizados na Web3.

De acordo com o comunicado de imprensa publicado na terça-feira (21), o marco permitirá desbloquear “totalmente o valor intrínseco da propriedade intelectual associada por meio da tokenização dos ativos”.

Titanic chega à Web3

Por meio da iniciativa, o Artifact Labs preservará em formato NFT aproximadamente 5.500 artefatos físicos recuperados do Titanic. Ao mesmo tempo, relíquias encontradas em futuras expedições também serão encontradas na coleção como “ARTIFATOS”.

Por outro lado, os titulares dos NFTs obterão vantagens exclusivas: eventos VIP em exposições, seminários com historiadores e acesso privilegiado a experiências únicas:

“A coleção de estreia contará com NFTs de edição ultralimitada e seus compradores serão os primeiros da comunidade Titanic Web3.”

Por meio da iniciativa, os NFTs permitirão que os fãs do histórico transatlântico interajam digitalmente com o conteúdo do Titanic fora das exibições físicas. Comentando sobre a aliança histórica, Jessica Sanders, presidente da RMS Titanic, Inc. disse:

“Continuamos dedicados a compartilhar o legado do Titanic, seus passageiros e tripulação, com pessoas ao redor do mundo. […] Acreditamos que entrar no espaço digital nos permite alcançar um público mais amplo com uma programação de qualidade que educa e inspira. Estamos entusiasmados por termos encontrado a experiência e os parceiros para nos ajudar a atingir esses objetivos.”

De volta aos cinemas, Titanic é imortalizado na Web3
Fonte: National Geographic LA

Um detalhe digno de nota é que as exposições do Titanic apresentadas pelo Experiential Media Group, uma subsidiária da RMST, já foram visitadas por mais de 30 milhões de pessoas em todo o mundo. Dessa forma, pode-se prever um grande impacto para a coleta de NFT.

Lançamento do DAO

Outro item importante revelado no anúncio oficial é a criação do Titanic DAO. Os membros desta organização autônoma descentralizada poderão participar de iniciativas selecionadas do RMST e do E/M Group, incluindo propostas para futuras expedições de mergulho ao local dos destroços do Titanic.

Nesse sentido, a tesouraria do Titanic DAO será gerenciada pelos membros por meio de tokens de governança e será financiada com o produto das vendas de NFT.

Infelizmente, ele naufragou durante a noite de 14 de abril e a madrugada de 15 de abril de 1912, durante sua viagem inaugural de Southampton para Nova York. Como consequência, 1.496 pessoas das 2.208 pessoas a bordo morreram.

O RMS Titanic foi um transatlântico britânico, considerado na época o maior navio de passageiros do mundo. Infelizmente, ele naufragou durante a noite de 14 de abril e a madrugada de 15 de abril de 1912, durante sua viagem inaugural de Southampton para Nova York. Como consequência, 1.496 pessoas das 2.208 pessoas a bordo morreram.

O Titanic ganhou grande popularidade após o lançamento em 1997 do filme homônimo, dirigido por James Cameron e estrelado por Kate Winslet e Leonardo DiCaprio. Este mesmo filme voltou aos cinemas este ano em comemoração aos 25 anos de seu lançamento.

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.

4d198a1c7664cbf9005dfd7c70702e03.png
Anderson Mendes
Formado em Administração de Empresas pela Universidade Positivo, Anderson atua como redator para o BeInCrypto há 2 anos. Escreve sobre as principais notícias do mercado de...
READ FULL BIO
Patrocinados
Patrocinados