Ver mais

DAO perde 99% do valor após suposto ataque de flash loan

2 mins
Por Rahul N.
Traduzido Anderson Mendes

EM RESUMO

  • O projeto New Free DAO sofreu um ataque de empréstimo instantâneo, perdendo mais de US$ 1,25 milhão.
  • O hacker trocou os tokens BNB por BSC-USD.
  • Os ataques de empréstimos flash continuam a ser um método de ataque popular para os criminosos.
  • promo

O projeto New Free DAO perdeu mais de US$ 1,25 milhão em um ataque de empréstimo instantâneo. O preço de seu token NFD caiu mais de 99%.

A empresa de segurança blockchain PeckShield alertou a comunidade de criptomoedas de que o projeto New Free DAO provavelmente sofreu uma perda de US$ 1,25 milhão. A empresa diz que o projeto sofreu um ataque de empréstimo instantâneo, fazendo com que o valor do token NFD caísse mais de 99%.

O invasor tirou US$ 1,25 milhão em BNB e trocou o montante por BSC-USD. O token foi criado na Binance Smart Chain (BSC) e era um token DeFi que aparentemente se concentrava no nicho NFT e oferecia uma infinidade de recursos para os seus detentores.

Fonte: DEX Screener

No entanto, o projeto não parece ter uma reputação particularmente forte no mercado. Há pouca informação sobre ele, mas parece ter sido popular o suficiente para ter perdido mais de US$ 1 milhão de dólares.

Os ataques de empréstimo instantâneo são um meio popular de ataque no espaço DeFi, com vários projetos sendo vítimas. Eles trabalham essencialmente manipulando os preços depois que o invasor faz um empréstimo sem garantia. São comparativamente mais fáceis de executar do que outros hacks, daí sua popularidade.

  • Não entendeu algum termo do universo Web3? Confira no nosso Glossário!
  • Quer se manter atualizado em tudo o que é relevante no mundo cripto? O BeInCrypto tem uma comunidade no Telegram em que você pode ler em primeira mão as notícias relevantes e conversar com outros entusiastas em criptomoedas. Confira!
  • Você também pode se juntar a nossas comunidades no Twitter (X)Instagram e Facebook.

Ataques de empréstimos instantâneos continuam

Nos últimos dias, diversos projetos sofreram com ataques de empréstimos instantâneos. A empresa de segurança cibernética Blockchain CertiK disse que um ataque de porte feito na blockchain Avalanche (AVAX) resultou no roubo de US$ 370.000 de um contrato inteligente e fornecedores de liquidez. Acredita-se que a Curve Finance esteja entre os afetados.

No ano passado, a Cream Finance sofreu três explorações de empréstimos instantâneos, com a terceira resultando num roubo de US$ 130 milhões. PancakeBunny perdeu US$ 200 milhões em uma exploração desse tipo, no que foi um dos maiores assaltos.

Como tal, os projetos tornaram a proteção de seus protocolos uma alta prioridade. No entanto, os ataques de empréstimos instantâneos parecem que continuarão a acontecer, mas as equipes estão trabalhando para aumentar as seguranças de seus projetos.

Segurança entre as principais prioridades

O mercado DeFi sempre foi a presa preferida dos invasores, pois há uma grande quantidade de capital fluindo neste setor. Novos projetos e protocolos com pouca auditoria de segurança e por serem novos são alvos comuns de hackers.

Nos últimos 18 meses, muitos projetos importantes dobraram seu foco em segurança, pois esses ataques podem ter efeitos em cascata. A CertiK informou em janeiro que 44 ataques em 2021 ocorreram devido a problemas de centralização. Outras causas incluem emissões de eventos ausentes, versões de compilador desbloqueadas e falta de validação de entrada adequada.

Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024
Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024
Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024

Trusted

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.

4d198a1c7664cbf9005dfd7c70702e03.png
Anderson Mendes
Membro ativo da comunidade de criptoativos e economia em geral, Anderson é formado pela Universidade Positivo, e escreve sobre as principais notícias do mercado. Antes de entrar para a equipe brasileira do BeInCrypto, Anderson liderou projetos relacionados à trading, produção de notícias e conteúdos educacionais relacionados ao mundo cripto no sul do Brasil.
READ FULL BIO
Patrocinados
Patrocinados