Ver mais

CVM dos EUA vai começar a monitorar transações em DeFi

2 mins
Atualizado por Paulo Alves

EM RESUMO

  • A SEC usará tecnologia para analisar contratos e transações inteligentes.
  • Mais regulamentações sobre o setor DeFi provavelmente acontecerão.
  • TVL do setor DeFi supera US$ 120 bilhões novamente.
  • promo

A Comissão de Valores Mobiliários dos Estados Unidos (SEC) fez um acordo com uma empresa de análise de blockchain para dar mais atenção ao setor de finanças descentralizadas (DeFi).

A empresa de análise cripto AnChain.AI assinou um acordo com a SEC para fornecer ao regulador dados e tecnologia de blockchain para analisar contratos inteligentes.

  • Não entendeu algum termo do universo Web3? Confira no nosso Glossário!
  • Quer se manter atualizado em tudo o que é relevante no mundo cripto? O BeInCrypto tem uma comunidade no Telegram em que você pode ler em primeira mão as notícias relevantes e conversar com outros entusiastas em criptomoedasConfira!
  • Você também pode se juntar a nossas comunidades no Twitter (X)Instagram e Facebook.

O contrato foi realizado pelo preço de US$ 125.000 por ano, de acordo com relatórios, com um período de cinco anos, totalizando US$ 625.000. O CEO e cofundador da AnChain.AI, Victor Fang, declarou:

“A SEC está muito interessada em entender o que está acontecendo no mundo dos ativos digitais baseados em contratos inteligentes, por isso estamos fornecendo tecnologia para analisar e rastrear contratos inteligentes.”

Regulamentação do setor DeFi a caminho?

Está cada vez mais evidente  que a SEC deseja maior supervisão sobre a indústria DeFi. Em declarações ao Wall Street Journal no início deste mês, o presidente da autarquia, Gary Gensler, emitiu um alerta de que os projetos do DeFi não seriam imunes à supervisão porque usam a palavra descentralizado. Ele acrescentou que alguns projetos DeFi têm recursos que os fazem parecer os tipos de entidades que a SEC supervisiona.

A Comissária da SEC, Hester Peirce, também questionou o status de alguns dos tokens negociados nos protocolos DeFi. No início deste ano, ela disse: “quando você começa a olhar para os próprios tokens e tenta descobrir se são títulos, fica meio confuso.”

A AnChain.AI, com sede em San Jose, usa inteligência artificial e machine learning para rastrear atividades ilícitas em exchanges de criptomoedas, protocolos DeFi e finanças tradicionais. Em um tweet feito no último sábado (28), a empresa afirmou:

“Estamos orgulhosos de trabalhar com a SEC para proteger todas as partes interessadas na economia de ativos virtuais e contribuir com nossa tecnologia para os esforços críticos de supervisão regulatória.”

Victor Fang confirmou as complexidades do setor DeFi usando a maior fabricante de mercado automatizado do mundo, a Uniswap, como exemplo. Ele afirmou que a Uniswap DEX, que foi o primeiro a gerar US$ 1 bilhão em taxas, é na verdade um amálgama de 30.000 contratos inteligentes separados que executam a negociação real de tokens.

A AnChain.AI também desenvolveu um mecanismo de previsão que pode identificar endereços e transações desconhecidas potencialmente suspeitas.

Perspectiva do valor total bloqueado

O maior foco dos reguladores financeiros dos EUA no setor DeFi é parcialmente devido ao fato de que ele cresceu 450% somente neste ano. O valor total bloqueado em todos os protocolos listados é atualmente de US$ 121 bilhões, de acordo com o DappRadar.

O bloqueio de garantias atingiu uma máxima histórica de US$ 146 bilhões em 12 de maio e parece estar a caminho de atingir um novo pico antes do final deste ano.

Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024
Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024
Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024

Trusted

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.

f7bfa29036dc6f6195807a7f437b3041?s=120&d=mm&r=g
Martin Young
Martin tem abordado os últimos desenvolvimentos em segurança cibernética e infotech por duas décadas. Ele tem experiência em trade e tem coberto ativamente a indústria de blockchain e criptomoedas desde 2017.
READ FULL BIO
Patrocinados
Patrocinados