Ver mais

4 criptomoedas que podem atingir novas máximas em abril

2 mins
Traduzido Júlia V. Kurtz

EM RESUMO

  • O preço da Sui é o que está mais próximo de marcar um novo recorde histórico.
  • A Aptos está a menos de 12,5% do ATH que registrou em janeiro de 2023.
  • A Binance Coin e a Arbitrum exibem sinais de possíveis altas.
  • promo

Março foi um mês excepcional para o mercado de criptomoedas, já que o preço do Bitcoin atingiu uma nova máxima histórica, assim como várias altcoins importantes. No entanto, apesar da alta, algumas altcoins não atingiram essa marca.

Essas criptomoedas provavelmente registrarão novas máximas históricas em abril, quando começa o segundo trimestre de 2024.

A SUI será a primeira a quebrar o recorde

A Sui é a altcoin na lista das 100 principais criptomoedas que está mais próxima de registrar um novo recorde histórico. A altcoin fez uma tentativa em março, mas não conseguiu, o que resultou apenas em um aumento de 21% nas últimas 48 horas. Essa recuperação a aproximou da alta anterior de US$ 2,10, registrada em maio de 2023.

Gráfico de 1 dia de SUI/USDT.
Gráfico de 1 dia do SUI/USDT. Fonte: TradingView

O Índice de Força Relativa (RSI), um oscilador de momentum que mede a velocidade e a mudança dos movimentos de preços, também está na zona de alta. Isso sugere que o ativo digital ainda não está sobrecomprado e pode ultrapassar US$ 2.10 no início de abril.

Leia mais: 4 criptomoedas que podem atingir novas máximas em abril

A corrida de alta da Aptos (APT) continua

O preço da Aptos subiu da baixa de US$ 9 para quase o dobro do valor, já que a altcoin pode ser vista mudando de mãos a US$ 18,6 no momento. Essa alta só continuará à medida que entrarmos no segundo trimestre, já que o APT está a menos de 12,5% de romper o recorde histórico anterior de US$ 20,40 de janeiro de 2023.

Gráfico de 1 dia do APT/USDT.
Gráfico de 1 dia do APT/USDT. Fonte: TradingView

O Moving Average Convergence Divergence (MACD), um indicador de momentum de acompanhamento de tendências que é usado para identificar tendências de alta e de baixa, também está sinalizando crescimento. O indicador está continuando a tendência de alta do cruzamento de alta, o que levará a APT para cima.

Leia Mais: O que é o Aptos e a criptomoeda APT?

Preço do BNB pronto para iniciar uma recuperação

O BNB está atualmente em uma inclinação de curto prazo, aproximando-se da máxima de US$ 691. O token nativo da Binance está a cerca de 18,14% de distância do ponto de preço, o que exigiria que o BNB fechasse acima da marca de US$ 600 primeiro.

Gráfico de 1 dia do BNB/USDT.
Gráfico de 1 dia do BNB/USDT. Fonte: TradingView

Embora o MACD e o RSI estejam observando uma queda no momento, eles não estão destacando tendências de baixa. Enquanto o BNB permanecer acima da média móvel exponencial (EMA) de 50 dias, a moeda terá uma chance de recuperação, o que provavelmente ocorrerá em abril.

Arbitrum (ARB) precisará de um empurrão

Ao contrário de outras altcoins desta lista, o preço da Arbitrum registrou seu recorde histórico em janeiro de 2024. A criptomoeda, no entanto, observou uma correção significativa desde então, fazendo com que o preço caísse para US$ 1,69.

Gráfico de 1 dia do ARB/USDT. Fonte: TradingView
Gráfico de 1 dia ARB/USDT. Fonte: TradingView

A alta de todos os tempos está agora 42% longe do token, e o ARB precisaria inverter a MME de 50 e 100 dias para chegar a US $ 2. Este nível de suporte fornecerá o impulso necessário para subir para US$ 2.40.

O MACD indica que um cruzamento de alta é iminente, sugerindo que o impulso da tendência de alta será retomado em breve.

Melhores plataformas de criptomoedas | Abril de 2024

Trusted

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.

Julia.png
Júlia V. Kurtz
Editora-chefe do BeInCrypto Brasil. Jornalista de dados com formação pelo Knight Center for Journalism in the Americas da Universidade do Texas, possui 10 anos de experiência na cobertura de tecnologia pela Globo e, agora, está se aventurando pelo mundo cripto. Tem passagens na Gazeta do Povo e no Portal UOL.
READ FULL BIO
Patrocinados
Patrocinados