Criador do Terra (LUNA) acusado de manipular preços com stablecoins

Atualizado por Aline Fernandes
EM RESUMO
  • A Uppsala Security e a CoinDesk Korea conduziram juntas uma investigação forense on-chain.
  • O relatório detalha várias carteiras vinculadas às duas entidades que foram usadas para movimentar fundos.
  • Se algum tipo de atividade suspeita aconteceu, os problemas do Terraform Labs podem piorar.
  • promo

    Análises técnicas e insights do mercado por traders em nosso canal do Telegram!Entre hoje no nosso Telegram!

O Terraform Labs e a Luna Foundation Guard (LFG), gerenciadores da Terra (LUNA) e da UST, podem ter realizado manipulação de preços usando bilhões em stablecoins, alega um relatório.

A empresa de segurança Blockchain Uppsala Security e a CoinDesk Korea conduziram em conjunto uma investigação sobre o fluxo de fundos e os resultados da publicação indicam que atividades ilícitas podem ter ocorrido.

  • Ficou com alguma dúvida? O Be[in]Crypto possui uma série de artigos para lhe ajudar a entender o universo cripto. Confira!
  • Se quiser ficar atualizado no que acontece de mais importante no espaço cripto, junte-se ao nosso grupo no Telegram!

As duas partes usaram técnicas forenses de dados on-chain para estudar como o Terraform Labs e o LFG movimentaram os fundos. Ele lista quatro endereços diferentes como sendo particularmente importantes e mostra como o TerraUSD (UST) foi trocado por Magic Internet Money (MIM) e finalmente por Tether (USDT).

A primeira carteira, chamada “carteira de intercâmbio A”, foi usada para converter mais de três bilhões de UST em MIM e depois em USDT. A “carteira de distribuição A” foi usada para transferir aproximadamente 2,36 bilhões de UST para a carteira de intercâmbio, enquanto a “carteira de intercâmbio A” recebeu mais de 1 bilhão de USDT da carteira de intercâmbio A. 

Estrutura do processo: Segurança Uppsala

A essência do relatório é que essas carteiras foram usadas para enviar fundos para exchanges centralizadas e descentralizadas – incluindo Abracadabra, Binance e Curve. 

O movimento desses fundos não revelados atraiu suspeitas, e agora a comunidade terá que investigar mais para ver o quão suspeito realmente é.

Problemas do Terraform Labs só pioram

O Terraform Labs já está sob diversas investigações. As autoridades sul-coreanas estão analisando a empresa e o criador do projeto Terra, Do Kwon, enquanto a Comissão de Valores Mobiliários dos Estados Unidos conduz a própria investigação.

É importante notar que o relatório da Uppsala Security não afirma explicitamente que houve manipulação ou lavagem de dinheiro. O relatório diz:

“Para que finalidade foram criadas somas tão grandes de USDT e o que aconteceu com esse USDT depositado nessas contas de câmbio? Infelizmente, isso não é algo que possamos responder, pois tudo o que podemos fornecer são fatos baseados em dados on-chain.”

Mas se a Terraform Labs e o LFG realmente conduziram atividades ilícitas com esses fundos, então o assunto pode piorar. Além disso, também surgiram alegações contra Do Kwon, afirmando que ele sacou US$ 2,7 bilhões da Terra.

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.
BEINNEWS ACADEMY LTD © STREET: SUITE 1701 – 02A, 17/F, 625 KING’S ROAD, NORTH POINT. HONG KONG.