Ver mais

CPI das pirâmides de criptomoedas quer depoimento de diretor da Binance no Brasil

2 mins
Por David Thomas
Traduzido Júlia V. Kurtz

EM RESUMO

  • A CPI das pirâmides financeiras quer convocar o diretor da Binance no Brasil para depor.
  • A exchange é investigada por supostas violações de valores mobiliários.
  • A Binance é alvo de investigações de órgãos reguladores em todo o mundo.
  • promo

A CPI das pirâmides de criptomoedas quer convocar o diretor da Binance no Brasil, Guilherme Haddad Nazar, para depor. A proposta foi apresentada pelo deputado Alfredo Gaspar (UNIÃO/AL) na terça-feira (20), mas ainda não foi votada.

Gaspar citou os recentes desentendimentos da Binance com reguladores internacionais e seu envolvimento em dois esquemas de pirâmide como o motivo da convocação.

Leia mais: As 10 criptomoedas para investir em janeiro de 2024

Chefe da Binance no Brasil pode testemunhar

Gaspar disse que os esquemas de pirâmide Ever Operations e Braiscompany movimentaram ativos por meio da Binance. Além disso, a Comissão de Valores Mobiliários (CVM) também investiga a exchange por oferecer derivativos sem registro.

Em resposta ao pedido, a Binance afirmou que ajudaria na aplicação da lei. A empresa disse que já teria ajudado a Polícia Federal a investigar o esquema de investimento em Bitcoin da GAS Consultoria e seu chefe, Glaidson Acácio dos Santos.

O diretor local da Binance, Guilherme Haddad Nazar, atuou como chefe da Uber no Brasil antes de ingressar na exchange em setembro de 2022. Ele é sobrinho do ministro da Fazenda do Brasil, Fernando Haddad.

A convocação deve obter a maioria dos votos da comissão de inquérito, que se reúne no dia 27 de junho.

O Brasil é o maior mercado de criptomoedas da América Latina e o sétimo maior do mundo. Os reguladores a forçaram a retirar seus produtos de negociação de futuros em 2021.

CPI das pirâmides de criptomoedas quer depoimento de diretor da Binance no Brasil
Países que possuem regulamentação de criptomoedas. Fonte: FMI

Exchange nega acusações

Enquanto isso, a Binance enfrenta uma ação legal de reguladores nos EUA. A exchange também saiu do Reino Unido, Canadá e Holanda depois de não cumprir os requisitos necessários para obter licenças.

Por outro lado, ela obteve uma licença para operar no Cazaquistão.

A US Commodity Futures Trading Commission (CFTC) processou a Binance por conceder ilegalmente às empresas americanas acesso à sua mesa de operações de balcão. Já a Comissão de Valores Mobiliários dos EUA (SEC) disse que a exchange oferecia títulos não registrados enquanto manejava indevidamente os fundos dos clientes.

Enquanto isso, a França também investiga a Binance por “lavagem de dinheiro agravada”. O braço americano da exchange, por outro lado, apresentou documentos argumentando que a SEC não poderia provar que ela abusou dos fundos dos clientes.

  • Não entendeu algum termo do universo Web3? Confira no nosso Glossário!
  • Quer se manter atualizado em tudo o que é relevante no mundo cripto? O BeInCrypto tem uma comunidade no Telegram em que você pode ler em primeira mão as notícias relevantes e conversar com outros entusiastas em criptomoedas. Confira!
  • Você também pode se juntar a nossas comunidades no Twitter (X)Instagram e Facebook.

Trusted

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.

Julia.png
Júlia V. Kurtz
Editora-chefe do BeInCrypto Brasil. Jornalista de dados com formação pelo Knight Center for Journalism in the Americas da Universidade do Texas, possui 10 anos de experiência na cobertura de tecnologia pela Globo e, agora, está se aventurando pelo mundo cripto. Tem passagens na Gazeta do Povo e no Portal UOL.
READ FULL BIO
Patrocinados
Patrocinados