Ver mais

Confira 3 previsões cripto para este mês de janeiro

2 mins
Por Valdrin Tahiri
Traduzido Anderson Mendes

As maiores previsões cripto para este mês de janeiro tratam da Chainlink (LINK), BNB (BNB) e de algumas soluções de segunda camada do Ethereum (ETH).

Dezembro foi um ótimo mês para o mercado de criptomoedas, concluindo um ano de alta para o setor. Pensando nisso, o BeInCrypto analisa possíveis cenários para o começo de 2024.

LINK será um dos maiores destaques?

A LINK foi uma das criptomoedas que mais subiu de preço em setembro e outubro do ano passado, subindo quase 200% no período.

No entanto, a recuperação desacelerou consideravelmente desde então e o preço consolidou-se dentro de um canal paralelo de alta. Apesar de atingir uma máxima de US$ 17,67 em 28 de dezembro, o token criou um longo pavio superior (ícone vermelho) e caiu.

No entanto, o Índice de Força Relativa (RSI) apresenta uma leitura otimista. O indicador está acima de 50, subindo e gerou uma divergência de alta oculta (verde) – um sinal de continuação da tendência de alta atual.

A linha de resistência do canal está em US$ 18,50, coincidindo com uma área de resistência de longo prazo. Se o preço romper este nível, ele poderá subir 75% até a próxima resistência em US$ 28.

Confira 3 previsões cripto para este mês de janeiro
Gráfico da LINK no TradingView

Apesar desta previsão de alta, uma queda do canal invalidará o rompimento potencial. Então, a LINK pode cair 30% para o suporte mais próximo de US$ 11.

BNB acima de US$ 400?

O token nativo da Binance está em alta desde outubro, quando era negociado a US$ 202. Este movimento causou o rompimento de uma linha de tendência de baixa de longo prazo que existia há mais de 770 dias. O ativo formou um topo em US$ 320 na semana passada.

O RSI semanal legitimou o rompimento, uma vez que saltou acima de 50 (ícone verde) enquanto o preço realizava o rompimento. Agora, o BNB enfrenta resistência em US$ 345. Se superar este nível, não haverá resistência até US$ 450, o que pode levar a uma valorização de mais de 40%.

Confira 3 previsões cripto para este mês de janeiro
Gráfico do BNB no TradingView

Apesar desta previsão otimista, uma forte rejeição no nível de US$ 345 pode desencadear uma queda de 30% para o suporte mais próximo de US$ 245.

Leia mais: 4 criptomoedas que podem atingir novas máximas em julho de 2024

ARB e Polygon MATIC seguirão em alta?

Um dos maiores desenvolvimentos no segundo semestre de 2023 foi o aumento significativo de preço da Solana (SOL) e do seu ecossistema. Isto pode ter resultado em uma falta de liquidez no ecossistema Ethereum.

No entanto, este cenário pode mudar em janeiro, especialmente nas soluções Polygon e Arbitrum. O preço do ARB quase atingiu um novo recorde e está fechando acima da área de resistência de US$ 1,70. Se isso acontecer, o preço pode subir 45% até a próxima resistência em US$ 2,50.

Já a MATIC também mostra sinais de alta, uma vez que rompeu uma linha de tendência de baixa de longo prazo em vigor por 740 dias. Portanto, o preço pode aumentar 50% até a próxima resistência em US$ 1,55.

Confira 3 previsões cripto para este mês de janeiro
Gráficos do ARB e MATIC no TradingView

Essas previsões de alta serão invalidadas com um fechamento abaixo da área de resistência de US$ 1,70 e das linhas de tendência de baixa, respectivamente. Isso poderia causar quedas de 30% tanto para a ARB como para a MATIC.

Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024
Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024
Coinbase Coinbase Explorar
PancakeSwap PancakeSwap Até 50% APR
Margex Margex Explorar
Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024

Trusted

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.

4d198a1c7664cbf9005dfd7c70702e03.png
Anderson Mendes
Membro ativo da comunidade de criptoativos e economia em geral, Anderson é formado pela Universidade Positivo, e escreve sobre as principais notícias do mercado. Antes de entrar para a equipe brasileira do BeInCrypto, Anderson liderou projetos relacionados à trading, produção de notícias e conteúdos educacionais relacionados ao mundo cripto no sul do Brasil.
READ FULL BIO
Patrocinados
Patrocinados