Ver mais

Como empresas de inteligência artificial (IA) podem resolver conflitos com direitos autorais?

2 mins
Por Harsh Notariya
Traduzido Júlia V. Kurtz

O cientista da computação Jaron Lanier acredita que as empresas de inteligência artificial (IA) devem determinar o quanto o trabalho de um indivíduo contribuiu para o seu modelo e compensá-lo de forma justa.

As empresas de IA enfrentam constantes desafios legais de artistas, escritores e outras personalidades criativas que afirmam que as empresas utilizaram o seu trabalho para treinar os modelos de IA.

Por que as empresas de IA deveriam compensar indivíduos?

Os modelos de IA generativa são treinados com um grande conjunto de dados para gerar resultados semelhantes aos humanos por meio de texto, imagens, áudio ou vídeo. Por exemplo, dados do BeInCrypto foram incluídos no conjunto para treinar a ferramenta de instrução C4 (Colossal Clean Crawled Corpus).

As empresas de IA, em seguida, empregam essas ferramentas de instrução para vasculhar a Internet em busca de conteúdo e incluí-lo em seus modelos.

Leia mais: 4 criptomoedas que podem atingir novas máximas em julho de 2024

Em suma, Lanier afirma que as empresas de IA devem descobrir como compensar os fornecedores de dados. Ele disse à Bloomberg:

“Para fazer isso, temos que calcular e apresentar a procedência de quais fontes humanas foram as mais importantes para um determinado resultado. No momento, não fazemos isso. Podemos fazer isso de forma eficiente e eficaz, mas não o fazemos. Tem que ser uma decisão social mudar para fazer isso”.

À medida que a popularidade da IA generativa cresceu em 2023, houve vários processos judiciais de artistas alegando violação de direitos autorais. Em setembro, autores famosos, incluindo John Grisham, George R.R. Martin, David Baldacci e Sylvia Day, processaram a OpenAI por violação de direitos autorais.

Até a gigante da música Universal Music Group está lutando contra empresas de IA pelo mesmo propósito. Em outubro, processou a Anthropic AI por supostamente distribuir letras protegidas por direitos autorais.

Na verdade, uma compensação justa por parte das empresas de IA aos artistas pode ajudar, até certo ponto, a arrefecer as batalhas jurídicas. Ou poderia ser o próximo passo para resolver os debates sobre violação de direitos autorais?

Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024
Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024
Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024

Trusted

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.

Julia.png
Júlia V. Kurtz
Editora do BeInCrypto Brasil, a jornalista é especializada em dados e participa ativamente da comunidade de Criptoativos, Web3 e NFTs. Formada pelo Knight Center for Journalism in the Americas da Universidade do Texas, possui mais de 10 anos de experiência na cobertura de tecnologia, tendo passado por veículos como Globo, Gazeta do Povo e UOL.
READ FULL BIO
Patrocinados
Patrocinados