Ver mais

Como a rede Lighting do Bitcoin pode ser melhor do que Visa e Mastercard?

5 mins
Por Virginia Valenzuela
Traduzido Thiago Barboza

EM RESUMO

  • Os objetivos ideológicos do Bitcoin ainda precisam ser alcançados devido aos obstáculos técnicos.
  • A Lightning Network pode ajudar na escalabilidade, mas ainda é bastante complexa.
  • Novos líderes empresariais estão fazendo disso seu principal objetivo, o que ajudará a incentivar a adoção.
  • promo

Quando Satoshi Nakamoto lançou o Bitcoin, ele imaginou um sistema de pagamento ponto a ponto que tornaria os serviços bancários mais fáceis. Ele previu um sistema que restabeleceria a privacidade e eliminaria terceiros. Ao fazer isso, as transações seriam mais rápidas, mais baratas e mais eficientes. Embora essa visão ainda não tenha sido realizada, a rede Bitcoin Lightning visa nos aproximar.

Apesar de todos os benefícios funcionais que o Bitcoin oferece, usá-lo em tempo real ainda é bastante desajeitado. Em 2016, Joseph Poon e Thaddeus Dryja lançaram a Lightning Network para tentar tornar as coisas mais fáceis e econômicas. Como a ideia deles foi executada?

Leia mais: 4 criptomoedas que podem atingir novas máximas em julho de 2024

Objetivos da Lightning Network

A Lightning Network é uma solução de escalonamento de segunda camada construída sobre a blockchain do Bitcoin. Ela permite que as transações sejam processadas quase instantaneamente e com taxas de transação muito mais baixas do que as redes de pagamento tradicionais, como Visa e Mastercard. Usando uma técnica chamada roteamento cebola, o protocolo basicamente divide os dados em vários pacotes. Em seguida, ele os envia por meio de diferentes nós na rede usando criptografia de ponta a ponta. Isso torna as transações mais seguras e privadas, pois é difícil rastrear a origem de uma transação.

A Bitcoin Lightning Network também permite maior escalabilidade, com a capacidade de lidar com milhões de transações por segundo e volumes de transações muito maiores do que Visa ou Mastercard. Isso ocorre porque elimina a necessidade de sistemas centralizados, fornecendo um sistema ponto a ponto descentralizado sem ponto único de falha. Além disso, as tarifas da Lightning Network são muito mais baixas do que as da Visa e Mastercard, tornando-a uma ótima opção para microtransações.

As microtransações são pequenas transações financeiras instantâneas que ocorrem online. Elas normalmente envolvem a troca de apenas alguns centavos ou dólares e podem ser usadas para comprar produtos ou serviços digitais. Usar o Bitcoin para pequenas quantias não é realista devido às altas taxas de gás. A Lightning Network é uma plataforma adequada para microtransações devido às suas baixas taxas de transação e processamento quase instantâneo.

Taxas de cartão de crédito versus Bitcoin Lightning Network

Os cartões de crédito vêm com taxas, algumas das quais fazem sentido, enquanto outras o surpreendem. Conforme observado na Forbes, as empresas de cartão de crédito cobram uma série de taxas de processamento que o comerciante deve pagar para aceitar seu método de pagamento. Portanto, essas taxas variam do tipo de cartão ao tipo de comerciante, do valor da transação ao local da transação. Algumas taxas são baseadas em vendas mensais, enquanto outras são por transação.

A Visa cobra uma taxa de intercâmbio de 1,15% + US$ 0,05 a 2,40% + US$ 0,10. Além disso, eles cobram uma taxa de avaliação de 0,14%.

A Mastercard cobra uma taxa de intercâmbio de 1,15% + US$ 0,05 a 2,50% + US$ 0,10. Sua taxa de avaliação adicional é de 0,1375% para transações abaixo de US$ 1.000 e 0,01% para transações de US$ 1.000 ou mais.

Portanto, uma compra de US$ 100 usando Visa custa ao comerciante de US$ 1,34 a US$ 2,64. A mesma compra usando Mastercard custa de US$ 1,4775 a US$ 2,7375.

A rede Bitcoin Lightning cobra uma taxa básica de 1 Satoshi (ou 0,00000001 BTC), que é de aproximadamente US$ 0,02 até o momento. Para alguns, isso pode tornar a aceitação de métodos de pagamento criados na rede Lightning, como o Strike, mais atraente.

Centralização x Descentralização

Os cartões de crédito podem levar dias para reconciliar os pagamentos, e é por isso que você pode ver transações “pendentes” em seu extrato. Isso pode ser extremamente estressante para pessoas e empresas que operam com fundos limitados.

O banco centralizado leva dias para verificar as transações em nome dos pagadores e beneficiários. O banco descentralizado habilitado pela rede Lightning pode levar segundos. Além disso, você pode usar a rede sem compartilhar informações pessoais conforme exigido pelos bancos.

No entanto, se os usuários cometerem um erro e enviarem fundos para a pessoa errada ou forem hackeados, não há autoridade central para intervir. Um grande benefício do uso de cartões de crédito é que golpes e compras feitas com cartões roubados podem ser desfeitos. Os mesmos crimes cometidos com carteiras cripto não podem.

Desafios e Limitações da Bitcoin Lightning Network

Usar e dimensionar a Lightning Network do Bitcoin apresenta uma série de considerações técnicas, regulatórias e de segurança.

O desafio mais sério associado à Lightning Network é sua complexidade. Requer que os usuários tenham um conhecimento profundo de criptografia, protocolos de rede e gerenciamento de ativos digitais para utilizar a rede de forma eficaz. Além disso, configurar nós e canais requer um alto nível de proficiência técnica. Isso torna muito mais provável que as pessoas desistam e procurem uma oferta mais amigável.

Em termos de segurança, a Lightning Network é particularmente vulnerável a ataques, como ataques Sybil e DDos. Um único nó ou canal pode ser alvo de invasores e derrubado com relativa facilidade, colocando toda a rede em risco. Isso torna especialmente importante para os usuários configurar seus nós e canais adequadamente para garantir a segurança da rede.

Por fim, há uma série de desafios regulatórios associados ao uso da Bitcoin Lightning Network. Diferentes países têm diferentes leis e regulamentos sobre ativos digitais. Isso dificulta a navegação pelas implicações legais do uso dessa tecnologia. Muitas jurisdições ainda não reconhecem as mensagens assinadas criptograficamente como formas válidas de pagamento. Portanto, todos os benefícios propostos podem ser anulados.

Soluções possíveis

David Marcus lançou recentemente o LightSpark e, na terça-feira (11), revelou seu conjunto de ferramentas. A empresa permite que os usuários integrem sua plataforma em suas operações. Isso permitirá que eles processem transações de bitcoin com rapidez e facilidade na rede Lightning. Mais importante ainda, eles desenfatizam o alto conhecimento técnico necessário para acessar os benefícios da rede Lightning.

No Brasil, o Bitcoin Beach integrou centenas de pessoas, incluindo comerciantes e consumidores. Os vendedores podem comprar leitores portáteis de cartões de pagamento ou máquinas de ponto de venda. E os compradores podem usar Bolt Cards, que funcionam como cartões de débito com cripto. Ao imitar um modo de pagamento familiar, eles tornam muito mais fácil para as pessoas aceitarem.

Nordlys, um pseudônimo de operador de nó Lightning, disse em tweets recentes que estes são tempos emocionantes para desenvolvedores que procuram construir coisas na Lightning Network. Mas eles também temem que a constante mudança de liquidez possa ter um impacto negativo na rede, incluindo falhas nos pagamentos.

Embora longe de ser perfeita, a Lightning Network oferece vários benefícios para pagamentos digitais. É encorajador ver tantos empreendedores enfrentando esses obstáculos técnicos. Para ser justo, a Lightning Network pode não ser o protocolo que traz o Bitcoin para as massas. Mas ajudou a estabelecer as bases para que outros abordassem a necessidade de um sistema de pagamento vantajoso para comerciantes e consumidores.

  • Não entendeu algum termo do universo Web3? Confira no nosso Glossário!
  • Quer se manter atualizado em tudo o que é relevante no mundo cripto? O BeInCrypto tem uma comunidade no Telegram em que você pode ler em primeira mão as notícias relevantes e conversar com outros entusiastas em criptomoedasConfira!
  • Você também pode se juntar a nossas comunidades no Twitter (X)Instagram e Facebook.
Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024
Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024
Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024

Trusted

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.

Thiago-Barboza-red1.png
Thiago Barboza
Thiago Barboza é graduado em Comunicação com ênfase em escritas criativas pela Universidade Federal da Bahia (UFBA). Em 2019 conheceu as criptomoedas e blockchain, mas foi em 2020 que decidiu imergir nesse universo e utilizar seu conhecimento acadêmico para ajudar a difundir e conscientizar sobre a importância desta tecnologia disruptiva.
READ FULL BIO
Patrocinados
Patrocinados