Ver mais

Cidade na Espanha vai usar blockchain para realizar festival na pandemia

2 mins
Atualizado por Paulo Alves

EM RESUMO

  • Cidade espanhola sediará um festival de música eletrônica onde os participantes serão escolhidos por meio de certificados na blockchain.
  • O evento estará disponível para, no máximo, 250 pessoas, que deverão usar máscaras, mas não precisarão manter distância.
  • O projeto blockchain visa promover o retorno à normalidade das atividades pós pandemia.
  • promo

No próximo sábado (1), a cidade espanhola Girona irá sediar a nova edição do festival de música eletrônica “La mercè Electrònica”, que só irá acontecer graças ao lançamento do teste piloto em blockchain “Obrir Girona”.

O festival terá capacidade máxima de 250 participantes, que, embora devam usar máscaras durante todo o evento, não terão de se distanciar como em outros eventos que já estão sendo realizados em todo o mundo. Isso será possível graças a uma certificação digital que será aplicada por meio da tecnologia blockchain.

Todos os ingressos para o evento foram vendidos de forma online. Espera-se que o evento seja um sucesso e ajude a superar o medo de proximidade entre as pessoas causado pela pandemia, que ainda continua causando estragos em diversos países.

Projeto quer normalizar a volta das atividades e eventos pós-covid

Quirze Salomó, presidente da Center Blockchain de Catalunya, disse durante uma entrevista à rede de rádios Rac1 que o uso de tecnologia blockchain pretende promover o regresso à normalidade das atividades e a realização de eventos num mundo pós-covid – tudo feito, em tese, de forma segura e preservando a privavidade dos participantes.

O “Obrir Girona” é um projeto promovido pela plataforma blockchain ICC AOKpass, que permite verificar de forma rápida e supostamente segura se os participantes que desejam participar de um determinado evento já estão imunizados.

“Este projeto será realizado mantendo a privacidade dos dados pessoais e de forma segura e imutável graças à tecnologia blockchain, que permite ao usuário ser o único responsável pelos seus dados, e que estes não podem ser alterados”

Blockchain na pandemia

Girona é uma das muitas cidades espanholas que estão apostando na tecnologia blockchain e nas criptomoedas para a retomada econômica, promovendo projetos como o “Obrir Girona”. Embora o projeto ainda esteja em fase de testes, os criadores esperam expandir a iniciativa para todo o território catalão com o objetivo de voltar a realizar grandes eventos públicos.

Na Espanha, a blockchain converteu-se numa das tecnologias mais solicitadas pelo setor empresarial nos tempos de crise. Cerca de 46% das grandes empresas espanholas são a favor da sua implementação. Isso se deve à segurança e rapidez que a rede oferece para o compartilhamento de dados, características que a tornam uma ferramenta muito cobiçada para alcançar um futuro descentralizado.

A inclusão desse tipo de projeto de blockchain pode ser importante nos planos de gestão dos governos para acelerar a recuperação econômica e ajudar a superar o medo de encontros sociais, que paralisou um setor importante da economia.

Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024
Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024
Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024

Trusted

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.

0e1e10018fea6f74bd0279b804c9ae68.jpg
Jennifer Martínez
Graduada em Direito e grande amante da geopolítica da Colômbia, onde reside. Desde que conheceu o Bitcoin e o criptoecossistema, no final de 2017, não parou de absorver informações do setor. O que mais lhe apaixona é o mundo das fintechs e da blockchain. No tempo livre, gosta de passear na praia e andar a cavalo.
READ FULL BIO
Patrocinados
Patrocinados