Ver mais

Cidadãos de Cuba recebem doações em BTC, USDT, LTC, TRON e BCH

2 mins
Atualizado por Paulo Alves

EM RESUMO

  • Cubanos estão recebendo doações em criptomoedas, especificamente: Bitcoin, USDT, Litecoin, TRON e Bitcoin Cash.
  • A maioria das transferências chega em dólares ou libras esterlinas e é convertida em criptomoedas na plataforma QvaPay.
  • Influenciadores cubanos treinam emigrantes para aprender como usar Coinbase e Binance.
  • promo

Como resultado dos últimos acontecimentos políticos e sociais em Cuba, os residentes da maior ilha das Antilhas passaram a receber doações por meio de criptomoedas, especificamente: Bitcoin, USDT, Litecoin, TRON e Bitcoin Cash.

A empresária local Thais Lisette, junto com o cubano YouTuber Frank “El Makina” e o criador de conteúdo de criptomoedas Erich García Cruz (que lidera os projetos BitRemesas e QvaPay), traçaram uma estratégia para facilitar o fluxo de entrada de remessas em dólares convertidas em criptomoedas.

  • Não entendeu algum termo do universo Web3? Confira no nosso Glossário!
  • Quer se manter atualizado em tudo o que é relevante no mundo cripto? O BeInCrypto tem uma comunidade no Telegram em que você pode ler em primeira mão as notícias relevantes e conversar com outros entusiastas em criptomoedas. Confira!
  • Você também pode se juntar a nossas comunidades no Twitter (X)Instagram e Facebook.

Em junho, o governo cubano suspendeu “temporariamente” os depósitos em dinheiro em dólares, citando as sanções dos EUA que restringem sua capacidade de usar moeda dos EUA no exterior. Essa medida aumentou para mais do que o dobro da taxa de câmbio oficial no mercado negro.

Após os protestos, os criadores de conteúdo criaram uma conta temporária no QvaPay para receber doações sem qualquer tipo de comissão. Doações que variam de US$ 0,65 a US$ 1.000 podem ser vistas publicamente no site.

Fonte: QvaPay

Criptomoedas empoderam cubanos

Os residentes cubanos não só receberam transações de cubanos que vivem em outros países, mas também de cidadãos que moram diferentes partes da ilha, e muitas até transferências legais. Além disso, muitos cubanos no exterior não têm carteiras de criptomoedas.

Foi o que afirmou o influenciador de criptomoedas, Erich García Cruz:

“Eles são amigos que moram no exterior e não sabem muito sobre como as criptomoedas funcionam, então damos a eles um guia passo a passo sobre como fazer compras na Binance ou na Coinbase. Todas as transações são públicas para que tudo o que acontece em tempo real possa ser auditado ”.

Apesar da proibição de Mastercard e Western Union na ilha, muitos emigrantes triangularam a transação transferindo para libras esterlinas ou francos suíços por meio do FonMoney, e posteriormente convertendo em criptomoedas via QvaPay.

Desde 17 de abril, Cuba propôs em seu congresso a inclusão das criptomoedas em suas diretrizes políticas a serem desenvolvidas para o período de 2021-2026, já que poderia lhes trazer benefícios no comércio interno e externo e evitar os estragos do embargo pelos Estados Unidos.

Em maio, a ilha afirmou que já estava avaliando o uso de criptomoedas para enfrentar a crise, ou seja, pretende integrá-las eventualmente para operações econômicas. No entanto, o Banco Central de Cuba emitiu uma posição sobre os riscos de operações fraudulentas com criptomoedas por parte das empresas.

Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024
Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024
Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024

Trusted

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.

images-e1706008039676.jpeg
Advertorial
Advertorial é o nome do autor universal para todo o conteúdo patrocinado fornecido pelos parceiros da BeInCrypto. Portanto, esses artigos, criados por terceiros para fins promocionais, podem não estar alinhados com as visões ou opiniões da BeInCrypto. Embora nos esforcemos para verificar a credibilidade dos projetos apresentados, esses artigos são destinados à publicidade e não devem ser considerados como aconselhamento financeiro. Os leitores são incentivados a realizar pesquisas...
READ FULL BIO
Patrocinados
Patrocinados