Ver mais

Chainlink (LINK) na mira das baleias: preço prestes a disparar?

2 mins
Por Oluwapelumi Adejumo
Traduzido Anderson Mendes

As baleias aumentaram significativamente suas participações na Chainlink (LINK), o que indica otimismo em relação a criptomoeda.

O provedor de dados on-chain Santiment revelou que as 200 maiores carteiras da rede aumentaram recentemente suas participações em mais de US$ 50 milhões. Esses endereços acumularam cumulativamente 746,57 milhões de LINK, avaliadas em aproximadamente US$ 11,84 bilhões.​

Baleias continuam comprando Chainlink

Esta onda de acumulação coincidiu com uma queda notável no saldo de LINKs nas exchanges. Normalmente, uma queda é vista como um sinal de alta, sugerindo uma mudança em direção a uma retenção de longo prazo por parte dos investidores e menos pressão de venda.

Os dados on-chain confirmam que a oferta de tokens nas exchanges caiu para cerca de 102 milhões de tokens LINK, o ponto mais baixo em mais de um ano.

Chainlink (LINK) na mira das baleias: preço prestes a disparar?
Fonte: Santiment

Além disso, a atualização v0.2 gerou um novo interesse no ecossistema. Os dados mostram que os usuários depositaram quase 20 milhões de tokens em staking.

Estas métricas, combinadas com os atuais sentimentos positivos que permeiam o mercado, resultaram numa subida de preço da LINK. A criptomoeda demonstrou uma notável valorização de 189% no acumulado do ano, em comparação com o salto de 139% do Bitcoin.

Chainlink (LINK) na mira das baleias: preço prestes a disparar?
Fonte: TradingView

Durante o período, o protocolo de interoperabilidade entre cadeias (CCIP) da rede foi fortemente adotado pelas principais instituições tradicionais, incluindo a rede global de mensagens financeiras Swift e a gigante sul-coreana de jogos Wemade.

Erro detectado no feed de preços

Apesar da atividade positiva na rede, a Silo Labs relatou um erro no feed de preços wsETH/ETH da Chainlink no Arbitrum, levando à liquidação de cinco posições. O erro resultou de duas negociações significativas executadas no Balancer v2 no último sábado (2).

Chainlink (LINK) na mira das baleias: preço prestes a disparar?
Fonte: Silo Labs

A Silo Labs garantiu que o erro não representa risco sistêmico. Ainda assim, a plataforma comprometeu-se a reembolsar os utilizadores afetados pelas penalidades incorridas.

“Felizmente, o síndico de Silo pegou a liquidação antes dos outros síndicos e recebeu a multa de liquidação. Reembolsaremos a penalidade aos usuários afetados. É o mínimo que podemos fazer por eles. Entre em contato se você foi afetado”, acrescentou Silo Labs.

A Silo Labs é um mercado de empréstimo isolado baseado no Ethereum e na solução de escalonamento de camada 2 Arbitrum.

Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024
Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024
Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024

Trusted

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.

4d198a1c7664cbf9005dfd7c70702e03.png
Anderson Mendes
Membro ativo da comunidade de criptoativos e economia em geral, Anderson é formado pela Universidade Positivo, e escreve sobre as principais notícias do mercado. Antes de entrar para a equipe brasileira do BeInCrypto, Anderson liderou projetos relacionados à trading, produção de notícias e conteúdos educacionais relacionados ao mundo cripto no sul do Brasil.
READ FULL BIO
Patrocinados
Patrocinados