CEL, ANKR e NEAR entre as criptomoedas que mais subiram na semana

Atualizado por Júlia V. Kurtz
EM RESUMO
  • CEL rompeu sua linha de tendência de baixa.
  • DCR e NEXO ainda seguem suas respectivas linhas de tendência de baixa.
  • NEAR rompeu acima de um canal paralelo de alta.
  • promo

    Comece agora a ganhar até 8% anuais com o novo programa de Staking da Stormgain!Entre hoje no nosso Telegram!

Análise do Be[In]Crypto das cinco criptomoedas que mais subiram na semana, mais especificamente entre os dias 5 a 12 de agosto.

As criptomoedas que mais valorizaram nesta período foram:

  1. Celsius (CEL): 93,59%
  2. Ankr (ANKR): 50,59%
  3. Decred (DCR): 29,33%
  4. Near Protocol (NEAR): 26,58%
  5. Nexo (NEXO): 23,66%
  • Ficou com alguma dúvida? O Be[in]Crypto possui uma série de artigos para lhe ajudar a entender o universo cripto. Confira!
  • Se quiser ficar atualizado no que acontece de mais importante no espaço cripto, junte-se ao nosso grupo no Telegram!

CEL

A CEL estava seguindo uma linha de tendência de baixa desde 1º de janeiro. Esse movimento levou a uma mínima de US$ 0,09 em 13 de junho.

O preço do ativo vem subindo desde então e conseguiu romper essa linha na terceira tentativa (ícones vermelhos), feita na segunda-feira (8).

Além disso, a CEL recuperou a área horizontal de US$ 2,10. Se o movimento de alta atual continuar, a área de resistência mais próxima seria encontrada em US$ 3,45.

Gráfico da CEL no TradingView

ANKR

O ANKR vem subindo gradualmente desde 18 de junho. O token criou um fundo mais alto que o anterior na última quarta-feira (10) e subiu acentuadamente no dia seguinte, atingindo um topo de US$ 0,058.

Apesar desse movimento considerável, o ANKR não conseguiu recuperar a área de US$ 0,0535, que agora está atuando como resistência (ícone vermelho). A área fornece suporte anteriormente desde junho de 2021 (ícones verdes). Portanto, o ANKR precisa recuperar esse nível para que a reversão para uma tendência de alta seja confirmada.

Gráfico do ANKR no TradingView

DCR

Da mesma forma que o ANKR, o DCR vinha seguindo uma linha de tendência de baixa. Até agora, ele fez quatro tentativas de romper acima dessa linha (ícones vermelhos).

Ao contrário do ANKR, o preço ainda não conseguiu fazer esse rompimento, criando longas sombras superiores e sendo rejeitado a cada tentativa (ícones vermelhos). Até que consiga fazer esse rompimento, a tendência não pode ser considerada de alta.

Gráfico do DCR no TradingView

NEAR

A NEAR estava dentro de um canal paralelo de alta desde 18 de junho. Seu preço conseguiu romper essa linha em 5 de agosto e voltou a validá-lo como suporte dois dias depois (ícone verde). Desde então, seu preço vem subindo em um ritmo acelerado.

Se o movimento de alta atual continuar, a área de resistência mais próxima seria encontrada em US$ 6,45.

Gráfico da NEAR no TradingView

NEXO

Semelhante ao DCR, o NEXO vem caindo abaixo de uma linha de tendência de baixa desde o início do ano. Atualmente, seu preço está fazendo a quarta tentativa de romper acima dessa linha (ícones vermelhos).

A linha também coincide com a área de resistência de US$ 0,95. Caso ocorra esse rompimento, a próxima resistência seria encontrada em US$ 1,17.

Gráfico do NEXO no TradingView

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.