Cardano deve melhorar interoperabilidade com nova atualização

20 janeiro 2023, 20:00 -03
Atualizado por Júlia V. Kurtz
20 janeiro 2023, 20:00 -03
EM RESUMO
  • Atualização da Cardano quer introduzir novas assinaturas ao Plutus.
  • As tecnologias são usadas em blockchains como o Bitcoin e o Ethereum.
  • Desenvolvedores tinham dificuldade em se adaptar à linguagem de programação.
  • promo

A nova atualização da rede Cardano, marcada para fevereiro de 2023, deve melhorar a interoperabilidade do sistema.

Um dos objetivos da IOG, a empresa que opera a rede, é melhorar a linguagem de programação Plutus, que é voltada à criação de contratos inteligentes.

  • Ficou com alguma dúvida? O BeInCrypto tem um glossário que pode ajudar a responder a suas dúvidas em relação ao mundo cripto!
  • Quer se manter atualizado em tudo o que é relevante no mundo cripto? O BeInCrypto tem uma comunidade no Telegram em que você pode ler em primeira mão as notícias relevantes e conversar com outros entusiastas em criptomoedas. Confira!
  • Você também pode se juntar a nossas comunidades no Twitter, Instagram e Facebook.

A ideia é que o Plutus passe a suportar assinaturas Schnorr e ECDSA, duas tecnologias que já são usadas em outras blockchains, incluindo Bitcoin (BTC) e Ethereum (ETH).

Cardano deve suportar assinaturas múltiplas

Com a mudança, a expectativa é que o Plutus ganhe novos recursos embutidos que vão permitir a desenvolvedores criar designs multi-assinatura na rede. Uma assinatura, nesse contexto, é uma forma de autenticação criptografada que permite validar uma identidade durante a comunicação entre dois servidores.

No momento, a Cardano usa o método de autentificação EdDSA com Ed25519, que é usado por blockchains como Ripple e Monero.

O método permite o uso de assinaturas que ocupam pouco espaço e tem verificação rápida, além de ser conhecido por sua resiliência contra ataques criptografados.

Apesar destas vantagens, o Ed25519 não é tão conhecido quanto o Schnorr e o ECDSA, ou seja, muitos desenvolvedores têm dificuldades de trabalhar com a tecnologia. Na prática, isso significa que os desenvolvedores não se sentem atraídos para trabalhar com a Cardano, até porque a capacitação demanda tempo e dinheiro.

Atualização da Cardano

Os testes da nova atualização da Cardano começaram em novembro de 2022, com a Cardano avisando as exchanges da aproximação da data.

A data programada para as mudanças é o dia 14 de fevereiro, com a pré-produção começando três dias antes.

A última grande atualização da Cardano foi a Alonzo, ocorrida em 2021. Na época, a antecipação fez com que o preço da moeda atingisse sua máxima histórica de US$ 3,10. Desde então, a moeda também foi afetada pelo inverno cripto, e, quando este artigo era escrito, era avaliada em US$ 0,35.

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.