Ver mais

Cardano (ADA) retoma queda: preço irá consolidar ou cair ainda mais?

2 mins
Atualizado por Bruna Brambatti

EM RESUMO

  • Após realizar um salto de aproximadamente 10% na quarta-feira (20), o preço da Cardano (ADA) voltou a cair hoje.
  • Ativo está na parte de baixo de um padrão de consolidação, indicando que o cenário mais provável é seguir em queda.
  • Fernando Pereira, analista da Bitget, destaca outro fator de baixa para a Cardano.
  • promo

Após realizar um salto de aproximadamente 10% na quarta-feira (20), o preço da Cardano (ADA) voltou a cair hoje.

A 9ª maior criptomoeda do mundo em valor de mercado tem tido uma movimentação discreta, após passar por uma forte volatilidade nos últimos dias. A ADA, que iniciou a semana em US$ 0,68, chegou a desabar 16% e formar uma mínima em US$ 0,56.

O token realizou um forte salto após esse fundo, mas não demorou a cair novamente. Com isso, a análise técnica pode ajudar a definir para qual lado a Cardano irá daqui para frente.

Cardano inicia padrão de consolidação

A análise do gráfico diário mostra que a Cardano entrou em forte queda após formar um topo em US$ 0,81 no dia 14 de março. Desde então, seu preço chegou a cair aproximadamente 30%.

O topo foi formado muito próximo da máxima do dia 4 de março, o que pode categorizar esse movimento como um padrão de topo duplo. Por ser um dos padrões mais significativos de reversão de tendência, já era esperado que o preço da ADA caísse.

No entanto, a queda parou em US$ 0,57, com a altcoin iniciando um salto após essa mínima. Isso já havia ocorrido no dia 5 de março, criando dessa forma um fundo duplo –  padrão de reversão para uma tendência de alta.

Gráfico da ADA no TradingView

Dessa forma, pode-se dizer que a ADA está em uma consolidação entre os níveis de preço de US$ 0,57 e US$ 0,81 (retângulo amarelo).

No fechamento da matéria, a altcoin era negociada em US$ 0,63, estando na parte de baixa desse retângulo. Portanto, é mais provável que haja uma quebra do suporte desse padrão de consolidação.

Leia mais: 4 criptomoedas que podem atingir novas máximas em julho de 2024

Previsão de preço

Fernando Pereira, analista da Bitget, destaca outro fator de baixa para a Cardano: o IFR. O indicador, que monitora as oscilações de preço, realizou uma divergência de baixa.

Gráfico da ADA no TradingView

“Esse é um sinal de queda no ativo, que já vem de uma desvalorização de 22% desde sua máxima do ano e pode chegar até uma desvalorização de 40%.”

Caso a tendência de baixa continue e a ADA perca o suporte de US$ 0,57, seu preço pode cair até os próximos níveis de suporte, em US$ 0,54 e US$ 0,49.

Por outro lado, recuperar a linha média do padrão de consolidação atual, em US$ 0,69, daria sinais de que uma nova tendência de alta pode estar a caminho.

Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024
Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024
Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024

Trusted

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.

4d198a1c7664cbf9005dfd7c70702e03.png
Anderson Mendes
Membro ativo da comunidade de criptoativos e economia em geral, Anderson é formado pela Universidade Positivo, e escreve sobre as principais notícias do mercado. Antes de entrar para a equipe brasileira do BeInCrypto, Anderson liderou projetos relacionados à trading, produção de notícias e conteúdos educacionais relacionados ao mundo cripto no sul do Brasil.
READ FULL BIO
Patrocinados
Patrocinados