Exclusivo Para onde vai a Cardano (ADA) após romper US$ 3; análise técnica

2 setembro 2021, 21:32 -03
Atualizado por Júlia V. Kurtz
2 setembro 2021, 21:32 -03
EM RESUMO
  • A ADA rompeu a barreira de US$ 3 e atingiu uma nova máxima histórica.
  • A capitalização de mercado da Cardano atingiu US$ 99 bilhões.
  • As próximas resistências são de US$ 3,38 e US$ 3,95.
  • promo

A Cardano (ADA) rompeu US$ 3 na manhã de quinta-feira (2), atingindo uma nova máxima histórica. A alta do preço anda de mãos dadas com a antecipação do fork Alonzo no dia 12 de setembro.

Enquanto isso, a capitalização de mercado da Cardano atingiu US$ 99 bilhões no mesmo dia. Isso solidifica a posição de terceiro lugar da criptomoeda no ranking de capitalização, atrás apenas de Bitcoin (BTC) e Ethereum (ETH).

  • Ficou com alguma dúvida? O BeInCrypto tem um glossário que pode ajudar a responder a suas dúvidas em relação ao mundo cripto!
  • Quer se manter atualizado em tudo o que é relevante no mundo cripto? O BeInCrypto tem uma comunidade no Telegram em que você pode ler em primeira mão as notícias relevantes e conversar com outros entusiastas em criptomoedas. Confira!
  • Você também pode se juntar a nossas comunidades no Twitter, Instagram e Facebook.

ADA rompe US$ 3

A Cardano tem crescido desde uma baixa de US$ 1,02 no dia 20 de julho (círculo laranja). No dia 23 de agosto, o ADA estabeleceu uma nova máxima histórica de US$ 2,97 (linha vermelha). Em seguida, o preço caiu, validando a máxima anterior de US$ 2,47 a partir do dia 16 de maio como suporte (área verde).

A correção foi mínima, pois atingiu apenas o retração de Fib de 0,236. A ADA então gerou uma vela envolvente de alta que se consolidou por alguns dias para iniciar outro impulso nas primeiras horas da manhã. A ADA rompeu a barreira de US$ 3 e continua sua alta.

Fonte: TradingView

Os indicadores técnicos são de alta e apoiam uma continuação da tendência de crescimento. O RSI caiu abaixo da linha de 70 durante o período de consolidação, mas atualmente está de volta ao território de alta. Além disso, o indicador gerou uma divergência de alta oculta (linha azul).

O MACD está subindo novamente e está perto de gerar uma barra de impulso verde. Já o oscilador estocástico está em território de alta desde o início de agosto e confirma a força do movimento de crescimento.

Fonte: TradingView

Movimento futuro

Em um tuite ontem, o trader de criptomoedas @cryptoskini publicou um gráfico de curto prazo da ADA que inclui a formação de um triângulo ascendente. Esse padrão aumenta a probabilidade de um cenário de crescimento, especialmente quando ocorre durante uma tendência de alta.

De acordo com o gráfico, a meta para esse padrão é a área de US$ 3,60. Nesta postagem, a ADA já saiu do padrão e já está crescendo.

O gráfico de quatro horas da ADA de fato mostra que ela está seguindo uma linha de suporte ascendente que remonta ao impulso do dia 10 de agosto. As metas de alta são as áreas de US$ 3,38 e US$ 3,95. Essas metas são encontradas usando os níveis de retração de Fib externos de 1,618 e 2 para todo o movimento descendente de maio a julho de 2021.

Fonte: TradingView

Cardano já vale $ 99 bilhões

A alta do preço é uma consequência da crescente capitalização de mercado da Cardano. De acordo com dados do CoinGecko, o valor do projeto atingiu brevemente um recorde de US$ 99 bilhões.Com isso, a Cardano consolida seu lugar no pódio das maiores criptomoedas, ficando atrás apenas do Bitcoin (US$ 942 bilhões) e do Ethereum (US$ 441 bilhões).

Fonte: CoinGecko

O aumento no preço da ADA coincide com a antecipação do hard fork Alonzo, que deve ser lançado no dia 12 de setembro. Em um vlog recente, o criador da Cardano, Charles Hoskinson, disse que “está tudo verde e pronto, estamos dentro do cronograma”.

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.