Ver mais

BTC, ETH, XRP, XMR, REEF, FTM e CAKE – análise 19 de outubro

3 mins
Atualizado por Júlia V. Kurtz

EM RESUMO

  • BTC está se aproximando de uma nova máxima histórica.
  • O ETH e a XRP romperam seus canais paralelos de alta.
  • REEF subiu acima de suas máximas de setembro.
  • promo

Análise do Bitcoin (BTC) e outras altcoins como a Fantom (FTM), que alcançou uma nova máxima histórica nesta terça-feira (19).

  • Não entendeu algum termo do universo Web3? Confira no nosso Glossário!
  • Quer se manter atualizado em tudo o que é relevante no mundo cripto? O BeInCrypto tem uma comunidade no Telegram em que você pode ler em primeira mão as notícias relevantes e conversar com outros entusiastas em criptomoedasConfira!
  • Você também pode se juntar a nossas comunidades no Twitter (X)Instagram e Facebook.

BTC

O gráfico diário do BTC tem mostrado uma perspectiva de alta desde o rompimento da área de resistência de US$ 57.200 na última sexta-feira (15). Esta foi uma área de resistência horizontal e o nível de retração de 0,786 de Fibonacci.

Além disso, ela é a área de resistência final antes de ultrapassar a atual máxima histórica de US$ 64.854. Os indicadores técnicos do BTC também são de alta.

O MACD está subindo e é positivo. Isso significa que a tendência de curto prazo está aumentando a uma taxa mais rápida do que a de longo prazo. O movimento do RSI acima de 70 é outro sinal de alta, mostrando que a força do mercado é de alta, apesar dela estar sobrecomprada.

Gráfico do BTC no TradingView

ETH

O ETH está subindo a uma taxa acelerada desde que rompeu um canal paralelo de alta e rompeu a linha de resistência na última quarta-feira (ícone verde). Agora, espera-se que a linha de resistência anterior atue como suporte.    

A linha também coincide com a área horizontal de US$ 3.650, que também deve funcionar como suporte. A área de resistência primária é encontrada em US$ 3.970, criada pelas altas de setembro. Um rompimento acima desse nível provavelmente desencadearia uma aceleração do movimento de alta.

Gráfico do ETH no TradingView

XRP

Semelhante ao ETH, a XRP rompeu um canal paralelo de alta no início de outubro. Em seguida, ela não conseguiu ultrapassar a área de resistência de US$ 1,20. Este é o nível de retração de 0,618 de Fibonacci, que é mais comum para atuar como resistência após movimentos de alta.

Embora a XRP tenha caído desde então, o token agora atingiu uma confluência de níveis de suporte (círculo verde). O suporte é criado pela linha de resistência do canal e outra linha de tendência de baixa.

Portanto, apesar de não haver sinais claros de reversão de alta, a XRP está em um nível muito provável para que haja um novo impulso de alta.

Gráfico da XRP no TradingView

XMR

A XMR estava seguindo uma linha de tendência de baixa desde 24 de agosto. Este era um sinal de que o token estava em um período corretivo.

A tendência do ativo se inverteu e rompeu acima desta linha no dia 7 de outubro. No entanto, ela não conseguiu sustentar o movimento de alta e tem caído desde então.

Semelhante a XRP, não há sinais de reversão de alta até o momento. No entanto, a XMR está sendo negociada acima de uma confluência de níveis de suporte (círculo verde), criado pela linha de tendência anterior e a área de suporte horizontal de US$ 250.

Gráfico da XMR no TradingView

REEF

O REEF está em tendência de alta desde o rompimento de uma linha de tendência de baixa em 30 de setembro. Isso sinalizou que o movimento anterior de queda havia chegado ao fim. Depois de criar uma mínima mais alta em 12 de outubro, o movimento de alta se intensificou.

No sábado (16), o token conseguiu romper as máximas de setembro em US$ 0,029. Atualmente, ele está enfrentando resistência em US$ 0,037. Se o REEF conseguir romper esta resistência, a próxima seria encontrada na máxima histórica perto de US$ 0,055.

Gráfico do REEF no TradingView

FTM

A FTM está em tendência de alta desde 22 de setembro. No dia 8 de outubro, o token atingiu a máxima histórica de US$ 2,45. Após um curto período corretivo, ela começou outro movimento de alta e renovou o seu preço recorde nesta terça-feira.

A área de resistência mais próxima é encontrada em US$ 3,52. Este é o nível de retração externa de 2,61 de Fibonacci ao medir a queda mais recente. Sempre que um token atinge um novo preço recorde, esses níveis são frequentemente usados para encontrar resistências devido à falta de resistências horizontais já estabelecidas.

Gráfico da FTM no TradingView

CAKE

A CAKE esta seguindo uma linha de tendência de baixa desde 16 de agosto. Embora o token tenha feito diversas tentativas de rompimento, a mais recentemente em 13 de outubro, ela não teve sucesso até agora.

Se ocorrer um rompimento, a área de resistência mais próxima seria encontrada em US$ 22,88. Este é o nível de retração de 0,618 de Fibonacci e uma área de resistência horizontal.

Gráfico da CAKE no TradingView

Confira a análise do dia do Bitcoin.

Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024
Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024
Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024

Trusted

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.

71b08b54e2d626bfb094ea1debec4e96.jpg
Valdrin Tahiri
Valdrin descobriu as criptomoedas quando estava fazendo seu mestrado em mercados financeiros na Barcelona School of Economics. Pouco depois de se formar, ele começou a escrever para vários sites diferentes relacionados a criptomoedas como freelancer antes de assumir a função de analista sênior da BeInCrypto. (Não tenho uma discórdia e não entrarei em contato com você primeiro por lá. Cuidado com os golpistas)
READ FULL BIO
Patrocinados
Patrocinados