Ver mais

BTC, ETH, XRP, GMT, MATIC, GRT e APE – Análise de criptomoedas

3 mins
Atualizado por Anderson Mendes

EM RESUMO

  • ETH está seguindo uma linha de tendência de baixa.
  • GRT rompeu sua linha de tendência de baixa.
  • APE está dentro de uma cunha de alta.
  • promo

Análise da movimentação de preços de sete criptomoedas, incluindo a STEPN (GMT), que atingiu uma nova máxima histórica de US$ 4,17 nesta quinta-feira (28).

BTC

O Bitcoin (BTC) estava seguindo uma linha de tendência de alta desde 22 de janeiro. O movimento não pôde ser sustentado e o ativo rompeu abaixo dessa linha na última sexta-feira (22).

Três dias depois, o BTC validou a linha como resistência (ícone vermelho), com seu preço estando em queda desde então. Isso é um sinal de baixa que pode levar a preços menores.

Gráfico do BTC no TradingView

ETH

O Ethereum (ETH) estava seguindo uma linha de tendência de baixa desde 3 de abril. O movimento levou a uma mínima de US$ 2.762 feita na última terça-feira (26).

O preço do token vem subindo desde então. O movimento de alta foi precedido por divergências no RSI e no MACD. Tais divergências geralmente precedem as reversões de tendência de alta. O ETH está agora muito próximo da linha tendência anteriormente mencionada.

Caso consiga romper essa linha, a área de resistência mais próxima seria encontrada em US$ 3.170. Este é o nível de retração de 0,5 de Fibonacci e uma área de resistência horizontal.

Gráfico do ETH no TradingView

XRP

O XRP está em tendência de baixa desde que atingiu um topo em US$ 0,93 no dia 28 de março. O movimento levou a uma mínima de US$ 0,62 feita na terça-feira.

O preço do ativo saltou um pouco depois (ícone verde), mas ainda não iniciou nenhum tipo de movimento de alta. Caso isso ocorra, a área de resistência mais próxima seria encontrada em US$ 0,705.

Gráfico do XRP no TradingView

GMT

O STEPN (GMT) está em tendência de alta desde 7 de março. O movimento inicialmente levou a um topo de US$ 3,13 em 1º de abril.

Após uma breve queda, o token retomou seu movimento de alta e passou a atingir a máxima histórica de US$ 4,17 nesta quinta-feira. A alta foi feita logo acima do nível de retração externa de 1,61 de Fibonacci em US$ 3,83.

Se o preço for bem sucedido em manter-se acima desse nível, a próxima resistência seria encontrada em US$ 4,97. Este é o nível de retração externa de 2,61.

Gráfico do GMT no TradingView

MATIC

A Polygon (MATIC) está em tendência de baixa desde que atingiu um topo local em US$ 2,97 no dia 27 de dezembro de 2021. Inicialmente, ele saltou acima da área horizontal de US$ 1,37, criando duas longas sombras inferiores no processo (ícones verdes).

No entanto, o token rompeu abaixo desse nível em 25 de abril. Se o movimento de queda continuar, a área de suporte mais próxima seria encontrada em US$ 1,05.

Gráfico da MATIC no TradingView

GRT

O The Graph (GRT) estava seguindo uma linha de tendência de baixa desde 2 de abril. O movimento levou a uma mínima de US$ 0,33 em 18 de abril.

O preço do token saltou depois e rompeu essa linha no dia seguinte. Atualmente, ele está tentando se mover acima da resistência de US$ 0,41, que é o nível de retração de 0,382 de Fibonacci.

Se conseguir se mover acima da área de resistência de US$ 0,41, a próxima resistência estaria em US$ 0,465.

Gráfico do GRT no TradingView

APE

O ApeCoin (APE) está subindo a uma taxa acelerada desde 18 de abril. A partir de 20 de abril, o movimento de alta foi contido dentro de uma cunha de alta, que é considerada um padrão de baixa.

Quando combinado com as divergências de baixa no RSI, é possível que o APE rompa abaixo desse padrão gráfico. Nesse caso, o suporte mais próximo seria encontrada em US$ 16,80.

Gráfico do APE no TradingView
Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024

Trusted

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.

71b08b54e2d626bfb094ea1debec4e96.jpg
Valdrin Tahiri
Valdrin descobriu as criptomoedas quando estava fazendo seu mestrado em mercados financeiros na Barcelona School of Economics. Pouco depois de se formar, ele começou a escrever para vários sites diferentes relacionados a criptomoedas como freelancer antes de assumir a função de analista sênior da BeInCrypto. (Não tenho uma discórdia e não entrarei em contato com você primeiro por lá. Cuidado com os golpistas)
READ FULL BIO
Patrocinados
Patrocinados