BTC, ETH, XRP, ENJ, IOTA, ANKR e CHZ; análise técnica de 8 de setembro

EM RESUMO
  • O BTC voltou a subir após atingir a área de suporte horizontal de US$ 43.900.
  • ETH e XRP estão sendo negociadas acima dos níveis de suporte horizontal.
  • ENJ está dentro de um canal paralelo de alta.
  • promo

    Análises técnicas e insights do mercado por traders em nosso canal do Telegram!Entre hoje no nosso Telegram!

O Bitcoin (BTC) voltou a subir após atingir o suporte horizontal de US$ 43.900.

A Ethereum (ETH) e XRP (XRP) estão sendo negociadas acima dos seus níveis de suporte horizontal. Já a Enjin Coin (ENJ) está dentro de um canal paralelo de alta.

  • Ficou com alguma dúvida? O Be[in]Crypto possui uma série de artigos para lhe ajudar a entender o universo cripto. Confira!
  • Se quiser ficar atualizado no que acontece de mais importante no espaço cripto, junte-se ao nosso grupo no Telegram!

A IOTA (IOTA) e Chiliz (CHZ) completaram as retrações da quarta onda. Enquanto isso, o Ankr (ANKR) rompeu uma linha de tendência de baixa.

BTC

Na terça-feira (7), o BTC atingiu uma alta de US$ 52.620. No entanto, o preço do ativo caiu drasticamente no mesmo dia, atingindo uma baixa de US$ 42.483.

Após a queda, o BTC voltou a subir, criando um pavio inferior muito longo (ícone verde). O salto validou a área de US$ 43.900 como suporte. Além de ser uma área de suporte horizontal, ela é também o nível de retração de 0,382 de Fibonacci.

Embora o BTC tenha voltado a subir, os indicadores técnicos do gráfico diário são de baixa. O sinal mais baixista é o RSI abaixo de 50 (ícone vermelho), já que o movimento do indicador acima de 50 (ícone verde) foi o catalisador para o início do último movimento de alta. Além disso, o MACD está quase negativo.

Gráfico do BTC no TradingView

ETH

A ETH está em tendência de alta desde 20 de julho. No início de agosto, ela teve dificuldade para se mover acima da área de resistência de US$ 3.330. No entanto, o ativo finalmente conseguiu romper essa área em 31 de agosto. Isso levou a uma preço de US$ 4.027 atingido na última sexta-feira (3).

No entanto, a ETH tem caido desde então, acelerando sua taxa de queda em na terça-feira. O movimento foi precedido por uma considerável divergência de baixa tanto no RSI quanto no MACD.

Ao atingir o fundo de US$ 3.005, a criptomoeda conseguiu voltar a subir, criando um longo pavio inferior. Isso validou a área de US$ 3.330 como suporte. Apesar de a ETH estar negociando acima desse suporte, é provável que tenha atingido um topo local.

Gráfico da ETH no TradingView

XRP

A XRP está em alta desde 22 de junho. A criptomoeda criou topo maior do que o anterior em 20 de julho e passou a subir de forma mais acelerada desde entao.

No dia 13 de agosto, o token rompeu área de resistência horizontal de US$ 1,05 e a validou como suporte em 19 de agosto. A XRP atingiu uma alta de US$ 1,41 na segunda-feira (6), antes de voltar a cair. A queda foi precedida por divergências de baixa no MACD e no RSI.

Apesar da XRP ainda estar sendo negociada acima da área de suporte horizontal de US$ 1,05, é provável que o movimento de alta tenha terminado.

Gráfico da XRP no TradingView

ENJ

O ENJ esta sendo negociada dentro de um canal paralelo de alta desde 23 de maio. Em 30 de agosto, a criptomoeda atingiu a linha de resistência do canal, mas não conseguiu rompê-la. O ativo começou a cair de forma mais rápida na terça-feira.

No entanto, a criptomoeda voltou a subir após atingir o meio do canal e a linha de Supertrend (verde). Enquanto o ativo estiver sendo negociado na parte superior do canal, a possibilidade de que ele rompa esse padrão ainda é válida.

No entanto, os indicadores técnicos estão caindo, reduzindo a possibilidade de um potencial rompimento.

Gráfico da ENJ no TradingView

IOTA

A IOTA está subindo desde 20 de julho. A criptomoeda rompeu um canal paralelo de alta na quinta-feira (2) e atingiu uma alta de US$ 2,08 dois dias depois.

Nesta quinta-feira (8), a IOTA caiu para o preço de US$ 1,25, completando com sucesso uma quarta onda de recuo. A baixa também foi feita na linha de suporte do canal 1-3 (branco).

Um alvo potencial para o topo da onda cinco seria próximo a US$ 2,11. O alvo é encontrado usando o comprimento de 0,618 de Fibonacci das ondas 1-3.

Gráfico da IOTA no TradingView

ANKR

O ANKR estava sendo negociado dentro de um canal paralelo de baixa desde que atingiu uma nova máxima histórica de preço em 28 de março. No dia 23 de agosto, o ativo conseguiu romper esse padrão gráfico.

Embora o token tenha iniciado um movimento para cima, ele voltou a cair no último domingo (5). Nesta quarta-feira, a criptomoeda voltou para validar a linha de resistência do canal como novo suporte (ícone verde). Isso também coincidiu com a validação da área horizontal de US$ 0,092 como suporte.

Apesar do fato de que a ação do preço parece uma inversão de resistência/suporte, os indicadores técnicos estão caindo. O RSI caiu abaixo de 50 e o MACD está quase negativo.

Gráfico do ANKR no TradingView

CHZ

A CHZ está subindo dentro de um canal paralelo de alta desde 20 de julho. Em 9 de agosto, o token rompeu esse padrão, atingindo uma alta de US$ 0,447 na terça-feira. No entanto, a moeda voltou a cair drasticamente logo depois.

Da mesma forma que o IOTA, é possível que a CHZ tenha completado um recuo da quarta onda. Se correto, o alvo mais provável para o topo do movimento de alta é próximo a U$$ 0,50. O alvo é encontrado usando o retraçamento externo de 1,61 de Fibonacci (preto) da queda mais recente e o comprimento das ondas 1-3 (laranja).

Gráfico da CHZ no TradingView

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.
BEINNEWS ACADEMY LTD © STREET: SUITE 1701 – 02A, 17/F, 625 KING’S ROAD, NORTH POINT. HONG KONG.