Bitcoin btc
$ usd
Notícias

Brasil Bitcoin lança cartão que paga em cripto

1 min
Atualizado por Júlia V. Kurtz

EM RESUMO

  • Em parceria com a Elo, a Brasil Bitcoin desenvolveu um cartão de débito que permite pagamentos em criptomoedas.
  • Clientes da exchange poderão usar seus ativos cripto para compras em mais de 4 milhões de estabelecimentos no país.
  • A conversão dos valores pagos em cripto para real é automática.
  • promo

Em parceria com a Elo, a Brasil Bitcoin desenvolveu um cartão de débito que permite pagamentos em diversas criptomoedas.

Com o novo cartão, os clientes da Brasil Bitcoin poderão usar seus ativos cripto para fazer compras nos mais de 4 milhões de estabelecimentos comerciais que aceitam a bandeira Elo em todo o país.

  • Ficou com alguma dúvida? O BeInCrypto tem um glossário para que você possa tirar suas dúvidas em relação ao mundo cripto!
  • Quer se manter atualizado em tudo o que é relevante no mundo cripto? O BeInCrypto tem uma comunidade no Telegram em que você pode ler em primeira mão as notícias relevantes e conversar com outros entusiastas em criptomoedas. Confira!
  • Você também pode se juntar a nossas comunidades no Twitter, Instagram e Facebook.

Todos os ativos listados na exchange poderão ser utilizados no cartão. Eles são: Bitcoin (BTC), Bitcoin Cash (BCH), Cardano (ADA), Dogecoin (DOGE), Ethereum (ETH), Litecoin (LTC), Tether (USDT) e XRP (XRP).

Como funciona o cartão e principais benefícios

Para utilizar o cartão, o cliente deve escolher o real e uma das criptomoedas disponíveis, decidindo qual opção será a sua principal e qual será a alternativa. Ao fazer qualquer compra com o cartão, o saldo da moeda principal será utilizado, e caso ele não seja suficiente para efetuar a compra, o valor depositado na moeda alternativa é descontado.

A conversão dos valores pagos em cripto para real é feito automaticamente. Dessa forma, mesmo que o usuário use uma criptomoeda, o lojista receberá o valor em real.

Para a Brasil Bitcoin, a principal vantagem do cartão é “oferecer a seus clientes uma maior usabilidade das suas criptomoedas no dia a dia, usando esses ativos realmente como uma moeda e meio de pagamento”.

Além disso, ao converter seus saldos em cripto, os clientes poderão se proteger da inflação que tem afetado o mercado brasileiro nos últimos meses.

Conforme informado pelo Ministério da Economia na quinta-feira (16), a projeção de desvalorização do real neste ano foi elevada para 8,4%. A nível de comparação, o BTC e ETH acumulam uma valorização de aproximadamente 70% e 400% no ano, respectivamente, segundo dados do CoinGecko.

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.

Patrocinados
Patrocinados