Ver mais

Bitcoin: minerador antigo ‘acorda’ e pode realizar lucro de mais de 23.333.233%

2 mins
Atualizado por Thiago Barboza

EM RESUMO

  • Um usuário, que atuava como minerador da rede Bitcoin em 2010, agrupou 2.000 unidades da criptomoeda em um único endereço esta semana.
  • Montante, avaliado na época em US$ 600, vale mais de US$ 140 milhões hoje.
  • Alguns usuários no X levantam a hipótese deste endereço ter sido comprometido por um hacker.
  • promo

Um usuário, que atuava como minerador da rede Bitcoin em 2010, agrupou 2.000 unidades da criptomoeda em um único endereço.

O movimento foi notado pelo perfil @mononautical, no X. Segundo ele, a baleia transferiu 40 conjuntos, de 50 BTC cada, oriundos de recompensas de mineração, para um único endereço na terça-feira (26).

Na época, o montante valia cerca de US$ 600, e sua eventual venda agora geraria ao detentor um retorno de mais de 23.333.233%.

“Imagine manter [o BTC] por 14 anos enquanto o valor dispara de algumas centenas de dólares para US$ 140 milhões”.

Movimentação levanta suspeitas

Detentores inativos há tantos anos, como era o caso desse minerador, são geralmente vistos como usuários que acabaram perdendo suas chaves de acesso. Esta é a explicação mais lógica visto que o natural seria uma eventual venda dessas moedas, especialmente após uma valorização e um lucro tão considerável.

Com isso, alguns usuários no X levantaram a hipótese deste endereço ter sido comprometido por um hacker. No entanto, @mononautical acha essa hipótese pouco provável.

“É possível que as chaves tenham sido comprometidas, mas parece que isso foi direto para uma mesa de balcão”, acrescentou. O perfil usou como exemplo um caso anterior de varreduras antigas de carteiras de mineração semelhantes para validar a sua tese.

Leia mais: Entenda os mistérios da mineração de criptomoedas

Antigos mineradores e suas enormes recompensas em Bitcoin

A indústria de mineração de Bitcoin é extremamente competitiva hoje em dia, com algumas companhias investindo milhões em equipamentos. Com isso, é praticamente impossível se ter lucro ao usar um computador caseiro nesta atividade.

No entanto, nos primórdios da criptomoeda a história era outra. Poucos usuários tinham conhecimento sobre o ativo, e um número ainda menor o minerava. Além disso, a rede oferecia uma recompensa de 50 BTC por bloco, montante bem maior do que o atual, de 6,25.

Na internet, é possível encontrar tweets e relatos antigos desses mineradores, que conseguiam agrupar grandes quantidades de Bitcoin.

Um, por exemplo, lamenta de ter vendido 1.700 BTC pelo preço unitário de 0,30 dólares ao ver que a criptomoeda chegou ao patamar de US$ 8 em 2011.

Bitcoin: minerador antigo ‘acorda’ e pode realizar lucro de mais de 23.333.233%
Fonte: Reddit

Outro, se orgulha em anunciar, também em 2011, de vender 100 BTC pelo valor de US$ 220, tendo triplicado o seu investimento inicial.

Bitcoin: minerador antigo ‘acorda’ e pode realizar lucro de mais de 23.333.233%
Fonte: Reddit

Com toda certeza, esses antigos mineradores devem se arrepender de não terem segurado as suas moedas por mais tempo.

Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024
Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024
Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024

Trusted

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.

4d198a1c7664cbf9005dfd7c70702e03.png
Anderson Mendes
Membro ativo da comunidade de criptoativos e economia em geral, Anderson é formado pela Universidade Positivo, e escreve sobre as principais notícias do mercado. Antes de entrar para a equipe brasileira do BeInCrypto, Anderson liderou projetos relacionados à trading, produção de notícias e conteúdos educacionais relacionados ao mundo cripto no sul do Brasil.
READ FULL BIO
Patrocinados
Patrocinados