Bitcoin btc
$ usd

Binance deixa de lucrar US$ 40 milhões por ano com CoinMarketCap, diz CEO

2 mins
Atualizado por Anderson Mendes

EM RESUMO

  • CoinMarketCap não exibe mais anúncios desde que foi adquirido pela Binance em 2020.
  • CEO disse que a companhia não precisa dessa fonte de receita no momento.
  • Taxas de negociação são responsáveis por 90% das receitas que a Binance possui atualmente.
  • promo

A reativação de anúncios no CoinMarketCap geraria uma receita de US$ 40 milhões por ano para a Binance, segundo Changpeng Zhao (CZ).

A exchange adquiriu o CoinMarketCap em 2020, após o site se consolidar como a maior plataforma de monitoramento de preços de criptomoedas do mundo. Após a aquisição, CZ e sua equipe optaram por retirar os anúncios anteriormente exibidos, não usando a plataforma nem sequer para divulgar novidades e atualizações da Binance.

Ao adotar essa postura, o empresário deixa não somente de usar a visibilidade ao seu favor, mas também de conseguir lucro com ela. Em entrevista recente publicada pelo TechCrunch no Youtube, o executivo disse que reativar as propagandas do CoinMarketCap geraria uma receita anual de US$ 40 bilhões. Mas, nas palavras do empresário, “não precisamos fazer isso hoje”.

  • Não entendeu algum termo do universo Web3? Confira no nosso Glossário!
  • Quer se manter atualizado em tudo o que é relevante no mundo cripto? O BeInCrypto tem uma comunidade no Telegram em que você pode ler em primeira mão as notícias relevantes e conversar com outros entusiastas em criptomoedas. Confira!
  • Você também pode se juntar a nossas comunidades no Twitter (X)Instagram e Facebook.

Binance e suas fontes de receita

Na mesma entrevista, CZ comentou que 90% das receitas da Binance vem das taxas cobradas de seus usuários. Maior exchange de criptomoedas do mundo, com clientes em mais de 190 países ou regiões, a empresa movimentou mais de US$ 11 bilhões em negociações cripto somente nas últimas 24 horas, segundo dados do próprio CoinMarketCap.

Esse montante é quase 10 vezes maior do que o movimentado pela Coinbase, que ficou em 2º lugar com um volume de US$ 1,2 bilhão. Tudo indica que a exchange terá caminho livre para seguir na dianteira do mercado, especialmente após o colapso da FTX.

Nos últimos anos, CZ foi capaz de construir um verdadeiro império cripto em torno da Binance, que conta com diversas iniciativas voltadas para Web3, NFTs, DeFi e fan tokens. Neste ano, a companhia buscou expandir suas operações no Brasil, com o CEO tendo encontros com figuras do alto escalão do cenário político-econômico nacional.

Apesar da forte dominância, Zhao segue afirmando que deseja ver o mercado cripto descentralizado, com outros projetos e empresas contribuindo para a sua inovação e maior adesão. Com o colapso da FTX trazendo temores de uma nova onda de falências no setor, ele anunciou a criação de um fundo destinado para empresas em dificuldades.

Por fim, um relatório da Bloomberg informa que a receita estimada da Binance em 2021 foi de aproximadamente US$ 20 bilhões, o que explica porque a companhia não vê urgência em reativar anúncios publicitários no CoinMarketCap.

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.

4d198a1c7664cbf9005dfd7c70702e03.png
Anderson Mendes
Formado em Administração de Empresas pela Universidade Positivo, Anderson atua como redator para o BeInCrypto há 2 anos. Escreve sobre as principais notícias do mercado de...
READ FULL BIO
Patrocinados
Patrocinados