Ver mais

EM RESUMO

  • A Base registrou novo recorde ao atingir US$ 8 bilhões de TVL, superando a Optimism.
  • A rede lidera o setor L2 do Ethereum com uma média de 30,36 transações por segundo no mês passado.
  • Apesar de seu rápido crescimento e popularidade, a Base enfrenta desafios, especialmente os relacionados à segurança.
  • promo

A Base, rede de camada 2 (L2) da Coinbase, atingiu um novo marco. Em apenas alguns dias, o valor total bloqueado (TVL) da plataforma subiu para mais de US$ 8 bilhões, ultrapassando um de seus principais concorrentes, a Optimism.

Essa conquista mostra a rápida ascensão da Base na competição entre as soluções L2 do Ethereum. Além disso, ela também solidifica sua posição como um participante importante no ecossistema blockchain.

Base é a maior L2 do Ethereum em transações e lucros

De acordo com os dados da L2Beat, a Base atingiu um TVL de US$ 8 bilhões em 10 de junho. Assim, isso inclui US$ 2,14 bilhões em valor de ponte e US$ 5,92 bilhões em tokens nativos cunhados na blockchain. A conquista coloca a Base logo atrás da Arbitrum One, que tem um TVL de US$ 18,27 bilhões.

Leia mais: Qual a diferença entre camada 2 e camada 3?

Desde seu lançamento em agosto de 2023, a Base registrou um crescimento impressionante. No dia 27 de fevereiro, por exemplo, a plataforma atingiu UM TVL de US$ 1 bilhão, valor que aumentou oito vezes nos últimos 104 dias.

Com uma média de 30,36 transações por segundo (tps) no último mês, a Base lidera entre as redes L2 do Ethereum. Para fins de comparação, a Arbitrum One tem uma média de 23,52 tps. No total, a Base processou 64,86 milhões de transações nos últimos 30 dias.

Crescimento da Base TVL.
Crescimento do TVL da Base. Fonte: L2Beat

A Base também lidera em lucros. Nos últimos três meses, a plataforma gerou os maiores lucros on-chain, de acordo com a Dune Analytics, incluindo um recorde de US$ 16,9 milhões em março.

Embora os lucros tenham caído 58,6%, para US$ 6,98 milhões em maio, a Base permaneceu bem à frente da Optimism, que obteve apenas US$ 1,57 milhão no mesmo período.

Lucros on-chain entre as soluções de rollup.
Lucros on-chain entre as soluções de rollup. Fonte: Dune

Hackers de olho na L2 da Coinbase

No entanto, o rápido crescimento e a popularidade da Base também trazem desafios. Durante o boom das memecoins nos primeiros meses de 2024, a rede registrou um aumento de 18 vezes nos fundos roubados por meio de golpes de phishing. Esse desafio se alinha com um comentário recente do analista-chefe da Bitget, Ryan Lee, sobre a segurança e as vulnerabilidades dos contratos inteligentes.

“Com o desenvolvimento do campo de criptografia, contratos inteligentes mais complexos serão desenvolvidos para atender ao número crescente de solicitações dos usuários. O risco de vulnerabilidade associado ao código altamente complexo também está aumentando gradualmente, o que pode levar à perda de fundos”, disse Lee ao BeInCrypto.

Leia mais: Coinbase – conheça uma das maiores exchanges do mundo

Além disso, Lee acredita que os desafios regulatórios evoluem constantemente devido ao contínuo avanço tecnológico da Ethereum e à ampla adoção de soluções de redes L2.

Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024

Trusted

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.

Thiago-Barboza-red1.png
Thiago Barboza
Sound Designer de profissão e apaixonado por comunicação, Thiago Barboza é graduado em Comunicação com ênfase em escritas criativas pela Universidade Federal da Bahia (UFBA). Em 2019 conheceu as criptomoedas e blockchain, mas foi em 2020 que decidiu imergir nesse universo e utilizar seu conhecimento acadêmico para ajudar a difundir e conscientizar sobre a importância desta tecnologia disruptiva.
READ FULL BIO
Patrocinados
Patrocinados