Ver mais

As 5 criptomoedas que dominaram o mercado esta semana

3 mins
Por Valdrin Tahiri
Traduzido Anderson Mendes

EM RESUMO

  • SXP, DOGE e INJ estão entre as criptomoedas que mais subiram na semana.
  • A FXS, por outro lado, recuperou um nível crucial de suporte.
  • Apesar do desempenho dessas altcoins, os investidores devem ficar atentos a uma realização de lucros.
  • promo

O BeInCrypto analisa as cinco criptomoedas que mais subiram de preço no mercado esta semana, mais especificamente, de 31 de março a 7 de abril.

As criptomoedas que mais tiveram destaque no mercado esta semana foram:

  1. Solar (SXP), que subiu 46,46%
  2. Injective (INJ), que subiu 21,24%
  3. Dogecoin (DOGE), que subiu 14,13%
  4. Frax Share (FXS), que subiu 13,98%
  5. Casper (CSPR), que subiu 13,47%

Solar (SXP) lidera as melhores da semana

A SXP viu seu preço aumentar rapidamente desde que saiu de uma linha de tendência de baixa em 29 de março. O rompimento levou a uma alta de US$ 0,94 em 3 de abril.

No entanto, o preço não conseguiu sair da área de US$ 0,93 e foi rejeitado. Se a queda continuar, o token pode encontrar suporte no nível de retração de 0,382 de Fibonacci em US$ 0,66.

Gráfico do SXP no TradingView

Por outro lado, se romper esse nível, a resistência mais próxima seria encontrada em US$ 1,40.

Injective (INJ) se aproxima de máxima anual

O preço do INJ subiu rapidamente desde a mínima de 10 de março (ícone verde) de US$ 2,45. Em 2 de abril, o preço saiu de uma linha de tendência de alta.

Posteriormente, validou como suporte em 6 de abril (ícone verde). Se o movimento de alta continuar, a próxima resistência será encontrada em US$ 6,50.

Gráfico do ENJ no TradingView

No entanto, se o rali perder força, o preço do INJ poderá cair para a área de suporte horizontal de US$ 4,40.

Dogecoin (DOGE) rompe resistência

Dogecoin é outra das principais criptomoedas que viu seu preço sair de uma linha de tendência de baixa em 3 de abril.

Atualmente, a memecoin está validando a linha de resistência anterior como suporte. Provavelmente o preço romperá a área de US$ 0,10 se for bem-sucedido em fazer essa validação. Nesse caso, provavelmente aumentará para o nível de retração de 0,618 de Fibonacci em US$ 0,12.

Gráfico da DOGE no TradingVIew

No entanto, se o preço da DOGE cair abaixo da linha de tendência de baixa, provavelmente cairá para US$ 0,07.

Frax Share (FXS) salta no suporte

O preço do FXS subiu desde que saltou na área de suporte horizontal de US$ 7,50 em 10 de março.

Depois de criar um fundo mais alto que o anterior, agora está tentando sair da área de resistência de US$ 10. Se conseguir fazer esse rompimento, o token pode subir para US$ 12,80.

Gráfico do FXS no TradingView

No entanto, se não conseguir fazer esse rompimento, pode ocorrer uma queda para US$ 7,50.

Casper (CSPR) segue linha de resistência

O preço do CSPR segue uma linha de tendência de baixa desde outubro de 2022. A linha causou inúmeras quedas, a mais recentemente em 4 de abril (ícone vermelho).

Como as resistências enfraquecem a cada vez que são tocadas, um eventual rompimento é esperado. Se o preço do CSPR conseguir fazer esse movimento, pode subir para pelo menos US$ 0,50.

Gráfico do CSPR no TradingView

No entanto, o CSPR pode cair para a área de suporte de US$ 0,34 se houver outra queda de preço.

  • Não entendeu algum termo do universo Web3? Confira no nosso Glossário!
  • Quer se manter atualizado em tudo o que é relevante no mundo cripto? O BeInCrypto tem uma comunidade no Telegram em que você pode ler em primeira mão as notícias relevantes e conversar com outros entusiastas em criptomoedas. Confira!
  • Você também pode se juntar a nossas comunidades no Twitter (X)Instagram e Facebook.
Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024

Trusted

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.

4d198a1c7664cbf9005dfd7c70702e03.png
Anderson Mendes
Membro ativo da comunidade de criptoativos e economia em geral, Anderson é formado pela Universidade Positivo, e escreve sobre as principais notícias do mercado. Antes de entrar para a equipe brasileira do BeInCrypto, Anderson liderou projetos relacionados à trading, produção de notícias e conteúdos educacionais relacionados ao mundo cripto no sul do Brasil.
READ FULL BIO
Patrocinados
Patrocinados