Ver mais

5 táticas de gestão de risco que todo trader deve conhecer

8 mins
Atualizado por Airí Chaves

No mundo do trading, onde as oportunidades e os riscos andam de mãos dadas em cada movimento do mercado, a gestão de risco é considerada o pilar fundamental para o sucesso a longo prazo. Independentemente da estratégia de negociação adotada, todo trader experiente sabe que a proteção do capital e a preservação dos lucros são fatores importantes para sobreviver e prosperar nos mercados financeiros. É nesse contexto que entram em cena as táticas de gestão de risco.

Neste artigo, vamos descobrir seis táticas de gestão de risco que todo trader deve conhecer. Desde a determinação do tamanho adequado da posição até a análise de correlação entre ativos, passando pela proteção contra movimentos adversos de mercado e o controle emocional, essas estratégias fornecem uma base sólida para enfrentar os desafios do trading de forma inteligente e consciente.

Quer ser o primeiro a saber sobre trading de criptomoedas? Junte-se à comunidade do BeInCrypto no Telegram. Lá nós compartilhamos diariamente análises técnicas e respostas às suas perguntas. Além disso, é possível conversar com traders e entusiastas do mercado de criptomoedas.

O que é a gestão de risco?

criptomoedas promissoras

A gestão de risco, no contexto do trading, é um conjunto de estratégias e técnicas aplicadas pelos traders para identificar, avaliar e controlar os riscos associados às suas operações nos mercados financeiros. Ela envolve a análise cuidadosa dos possíveis cenários de mercado, a tomada de decisões informadas e a implementação de medidas para proteger o capital investido.

Além disso, a gestão de risco não busca eliminar totalmente os riscos, mas sim controlá-los de forma eficaz, buscando atingir um equilíbrio entre risco e recompensa. É fundamental entender que o trading envolve a exposição a flutuações nos preços dos ativos, volatilidade, incertezas econômicas e outros fatores imprevisíveis.

A gestão de risco desempenha um papel crítico ao proteger o capital do trader e minimizar perdas potenciais. Ao implementar estratégias adequadas de gestão de risco, os traders podem limitar a exposição a riscos excessivos, preservar o capital para oportunidades futuras e manter a estabilidade emocional durante períodos de turbulência nos mercados.

Ou seja, a gestão de risco é uma base do trading bem-sucedido, pois permite que os traders enfrentem os desafios do mercado com uma abordagem estruturada, disciplinada e focada na proteção dos interesses financeiros a longo prazo. Além disso, a gestão de risco pode ser utilizada em todos os tipos de trading, desde o day trade até HODL.

5 táticas de gestão de risco

1 – Determine o tamanho da posição

Determinar o tamanho adequado da posição em cada trade é um dos aspectos importantes da gestão de risco no trading. A quantidade de capital alocada em uma posição pode ter um impacto significativo nos resultados financeiros de um trader. Ao determinar o tamanho da posição, os traders devem considerar cuidadosamente a relação entre risco e recompensa.

Além disso, a alavancagem e a margem são conceitos que afetam diretamente o tamanho da posição. A alavancagem permite que os traders operem com um capital maior do que possuem, aumentando tanto os lucros potenciais quanto as perdas. A margem, por sua vez, é o valor necessário para abrir e manter uma posição alavancada. Compreender esses conceitos é essencial para evitar o uso excessivo de alavancagem e minimizar os riscos de perda descontrolada de capital.

Existem várias estratégias populares para determinar o tamanho adequado da posição. Uma delas é o uso do percentual de risco por trade, onde os traders definem um limite máximo de risco em relação ao capital total que estão dispostos a arriscar em cada operação. Essas estratégias ajudam a equilibrar o potencial de lucro com o risco assumido.

2 – Estabeleça um stop loss

Outro elemento importante da gestão de risco no trading é o estabelecimento de stop loss. O stop loss é um nível de preço pré-determinado em que um trader decide encerrar uma posição perdedora para limitar as perdas.

Existem diferentes métodos para definir o stop loss, e a escolha depende da estratégia e preferências do trader. A análise técnica é frequentemente utilizada para identificar níveis de suporte e resistência, onde os traders podem definir seus stop loss. Além disso, médias móveis, indicadores de volatilidade e padrões gráficos também podem ser usados como referência para estabelecer o nível de stop loss.

É importante destacar que o stop loss deve ser definido antes de entrar em uma posição, como parte do plano de trading, para garantir que o trader tenha uma estratégia de saída clara desde o início. Além disso, uma vez que o stop loss é estabelecido, é essencial que o trader respeite esse nível de proteção, mesmo que o mercado se mova contra sua posição.

Isso evita que emoções ou esperanças irracionais interfiram na tomada de decisões e permite que o trader mantenha a disciplina e a consistência em relação à gestão de risco. Ao estabelecer e respeitar adequadamente o stop loss, os traders podem controlar suas perdas e proteger seu capital, garantindo assim uma abordagem sustentável e equilibrada no trading.

3 – Diversifique o portfólio

A diversificação do portfólio também desempenha um papel importante na gestão de risco, pois busca reduzir o risco geral ao distribuir os investimentos em diferentes ativos. Através da diversificação, os traders podem diminuir os impactos negativos de movimentos adversos em um único ativo ou mercado específico.

Existem várias formas de diversificação. Uma delas é a distribuição em diferentes classes de ativos. Isso permite que os traders tenham exposição a diferentes fontes de retorno e reduzam o risco de concentração em um único ativo.

Embora a diversificação possa reduzir o risco geral de um portfólio, é importante lembrar que não elimina completamente os riscos. Por exemplo, eventos macroeconômicos ou choques sistêmicos podem afetar todos os ativos de forma simultânea.

Além disso, uma diversificação excessiva pode diluir os retornos potenciais. Portanto, é essencial encontrar um equilíbrio adequado entre diversificação e concentração. Um exemplo prático seria um investidor que possui uma carteira de criptomoedas que abrange diferentes projetos, ao invés de investir todo o capital em apenas uma criptomoeda. Dessa forma, a diversificação do portfólio pode ajudar a reduzir o risco geral e aumentar a estabilidade a longo prazo.

4 – Monitore e ajuste continuamente

sinais de trading

O monitoramento regular das posições e dos mercados é essencial na gestão de risco. Os traders devem acompanhar de perto o desempenho de suas posições, bem como as condições gerais do mercado. O monitoramento contínuo permite identificar oportunidades de ajuste na gestão de risco, à medida que as condições do mercado mudam.

Além disso, é importante reconhecer que o mercado é dinâmico e pode sofrer variações significativas em curtos períodos de tempo. Portanto, os traders devem estar preparados para ajustar suas estratégias de acordo com essas mudanças. Isso pode envolver a reavaliação dos níveis de stop loss e take profit, o ajuste do tamanho das posições, a diversificação do portfólio ou a realização de ajustes nas estratégias de entrada e saída.

Existem várias ferramentas e indicadores disponíveis para auxiliar os traders no monitoramento e ajuste de suas posições. Por exemplo, gráficos de preços, indicadores técnicos e análise fundamental são amplamente utilizados para avaliar a direção do mercado, a volatilidade e outros fatores relevantes.

Além disso, o uso de ordens de stop loss dinâmicas, que são ajustadas automaticamente à medida que o preço se move a favor do trader, pode ser uma estratégia eficaz para garantir a proteção do capital. Ao realizar um monitoramento ativo e realizar ajustes adequados, os traders podem adaptar sua gestão de risco às mudanças do mercado, maximizando as oportunidades e reduzindo os riscos potenciais.

5 – Acompanhe eventos e notícias

Estar ciente de eventos econômicos e notícias que possam afetar os mercados financeiros pode te livrar de muitas roubadas ou garantir que você saia na frente. A dinâmica dos mercados é influenciada por uma série de fatores, como anúncios de política monetária, divulgação de dados econômicos, eventos geopolíticos e desenvolvimentos macroeconômicos.

Os traders podem usar um calendário econômico para acompanhar os próximos eventos e uma variedade de fontes de notícias confiáveis para se manterem informados. O conhecimento desses eventos permite que os investidores ajustem sua gestão de risco de acordo com as circunstâncias. Por exemplo, antes de um anúncio de política monetária importante, um trader pode optar por reduzir o tamanho das posições ou fechá-las completamente para evitar a volatilidade e os riscos adicionais associados a esses eventos.

Da mesma forma, a divulgação de dados econômicos relevantes pode levar a movimentos acentuados nos mercados, exigindo ajustes na gestão de risco, como o ajuste de níveis de stop loss ou take profit. A capacidade de antecipar e reagir adequadamente a esses eventos é fundamental para proteger o capital e minimizar potenciais perdas.

A gestão de risco é a chave para o sucesso

A gestão de risco desempenha um papel essencial no trading, permitindo que os traders protejam seu capital e minimizem perdas significativas. Ao implementar efetivamente as táticas de gestão de risco, os investidores podem aumentar suas chances de sucesso a longo prazo.

Ao combinar as táticas abordadas no artigo, os traders podem buscar um equilíbrio entre risco e recompensa, aumentando suas chances de sucesso no trading. No entanto, é importante lembrar que a gestão de risco não elimina todos os riscos, e a educação contínua e a prática são fundamentais para aprimorar as habilidades nessa área.

Perguntas frequentes

Qual é a definição de gestão de risco?

Qual é a função da gestão de riscos?

Como é feito o gerenciamento de risco?

Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024
Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024
Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024

Trusted

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e com o objetivo único de informar. Qualquer atitude tomada pelo usuário a partir das informações veiculadas no site é de sua inteira responsabilidade.
Na seção Aprender, nossa prioridade é fornecer informações de alta qualidade. Nós tomamos o tempo necessário para identificar, pesquisar e produzir conteúdo que seja útil para nossos leitores.
Para manter esse padrão e continuar a criar um conteúdo de excelência, nossos parceiros podem nos recompensar com uma comissão por menções em nossos artigos. No entanto, essas comissões não afetam o processo de criação de conteúdo imparcial, honesto e útil.

Airi-Chaves-2.png
Airí Chaves
Com formação em marketing pela Universidade Estácio de Sá e um mestrado em liderança estratégica pela Unini, escreve para diversos meios do mercado de criptomoedas desde 2017. Como parte da equipe do BeInCrypto, contribuiu com quase 500 artigos, oferecendo análises profundas sobre criptomoedas, exchanges e ferramentas do setor. Sua missão é educar e informar, simplificando temas complexos para que sejam acessíveis a todos. Com um histórico de escrita para renomadas exchanges brasileiras,...
READ FULL BIO