Ver mais

BFT – Como lucrar com o fan token da Seleção Brasileira durante a Copa América

6 mins
Atualizado por Anderson Mendes

Assim como outras seleções de futebol, a Seleção Brasileira possui o seu próprio fan token: o BFT (Brazil National Football Team Fan Token). Neste artigo, vamos explorar a origem e propósito deste criptoativo, mostrando como ele pode ser usado como especulação financeira durante a Copa América de 2024.

Introdução ao BFT e fan tokens de seleções

Os fan tokens estão revolucionando a interação entre seleções de futebol e seus torcedores, e o BFT, fan token da Seleção Brasileira de Futebol, é um exemplo marcante dessa tendência.

No contexto futebolístico atual, com a Copa América e a Eurocopa em andamento, esse tipo de ativo tende a estar em maior evidência. Por isso, antes de nos aprofundarmos no BFT em si, vamos abordar o que são os fan tokens.

O que são fan tokens?

Os fan tokens são ativos digitais criados em blockchain, que permitem aos torcedores interagir de maneira única com seus times ou seleções favoritas. Diferente das criptomoedas convencionais, este tipo de ativo é específico de uma equipe ou instituição esportiva e fornece acesso a benefícios exclusivos, como participação em votações, recompensas especiais e conteúdos únicos referentes a entidade que ele representa.

A tecnologia blockchain, que sustenta os fan tokens, é um sistema de registro descentralizado que garante a segurança e a transparência das transações. No contexto dos fan tokens, isso significa que os torcedores possuem uma prova verificável de sua participação e engajamento com o time em questão.

Fan token, Cruzeiro

Impacto no mundo esportivo

O impacto dos fan tokens no esporte tem sido significativo nos últimos anos. Esses ativos não apenas criam uma nova fonte de receita para os clubes e seleções que os aderem, mas também oferecem uma maneira inovadora de engajamento dos fãs.

Por exemplo, os detentores podem votar em questões não críticas, como escolher o design de um uniforme ou a música de comemoração em caso de vitória. Esse mecanismo de interação serve para fazer os detentores se sentirem mais relevantes no dia a dia das instituições, os aproximando dos seus clubes e seleções do coração.

Outro impacto dos fan tokens é no valor da marca dos clubes e seleções. Ao aderir a esse tipo de ativo, as organizações esportivas se mostram proativas em aderir novas tecnologias e em atrair e dar relevância aos seus fãs.

Características gerais

O BFT nasceu de uma parceria da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) com a Bitci Technology, firmada em junho de 2021. Na época, a fintech especializada em negócios blockchain se tornou a responsável não somente pela criação do ativo, mas também de coleções em NFT relacionadas às equipes de futebol masculino e feminino da seleção.

Lançado oficialmente em agosto do mesmo ano, o BFT arrecadou cerca de R$ 90 milhões em sua estreia, sendo adquirido por mais de 13 mil usuários.

Dados do CoinGecko mostram que o Brazil National Football Team Fan Token possui atualmente uma capitalização de R$ 4,6 milhões, tendo atualmente mais de 28 milhões de unidades em circulação no mercado.

Seu volume médio diário de negociações tem oscilado em torno de R$ 150 mil, volume bem abaixo do visto nos dias que sucederam o seu lançamento. O mesmo pode ser dito sobre o preço.

O BFT, que chegou a atingir uma máxima histórica de R$ 8,97 em 28 de setembro de 2022, é negociado atualmente em R$ 0,16.

Fonte: CoinGecko

Como lucrar com o BFT durante a Copa América

Períodos de grandes competições esportivas, como o de agora com a Copa América e Eurocopa, tendem a surtir grande impacto na movimentação de preço dos fan tokens.

O próprio BFT, por exemplo, viu o seu valor subir cerca de 40% nos dias que antecederam a abertura da Copa do Mundo de 2022, enquanto fan tokens de outras seleções realizaram saltos de preço ainda maiores.

Dessa forma, separamos duas maneiras de conseguir bons resultados financeiros com o fan token da Seleção Brasileira atualmente.

Aumento da demanda do mercado

A demanda do mercado pelo BFT pode aumentar de forma considerável se a Seleção Brasileira tiver êxito na Copa América. Ao ganhar jogos e avançar para as fases finais, nossa seleção tende a estar em cada vez mais evidência, o que pode alavancar a visibilidade do seu fan token.

Portanto, aqueles que comprarem o BFT no início do torneio podem vendê-lo a um preço mais alto conforme o interesse e a popularidade do token aumentam, gerando um lucro potencial. O fato do criptoativos estar em uma forte tendência de baixa o torno ainda mais atrativo neste cenário.

Estando muito distante do seu preço recorde, o Brazil National Football Team Fan Token está claramente em um estado de “subvalorização”, tendo grandes chances de já ter atingindo um fundo de preço.

Benefícios e recompensas

Outra maneira de lucrar com o BFT é por meio das recompensas e benefícios exclusivos oferecidos aos detentores. Participar em votações e ganhar brindes, como ingressos VIP para jogos, produtos oficiais autografados, ou experiências únicas, pode ter um valor monetário significativo.

Portanto, vale a pena ficar de olho nos meios de comunicação da CBF e da Bitci Technology para ver se alguma promoção ou iniciativa referente a Copa América será realizada.

Onde comprar o BFT?

Apesar de ter sido lançado em primeira mão na plataforma da Bitci, o BFT está oficialmente listado em diversas exchanges de criptomoedas, o que facilita a sua compra. De acordo com com o CoinMarketCap, as corretoras que oferecem o ativo, em ordem de maior volume de negociação diário são:

Fonte: CoinMarketCap

Caso já tenha conta em uma dessas plataformas, basta apenas usar suas criptomoedas já depositadas ou então fazer um novo depósito para comprar o fan token.

Riscos a serem considerados

Investir no fan token da Seleção Brasileira de Futebol, como qualquer tipo de investimento relacionado a ativos cripto, envolve alguns riscos que precisam ser considerados. Um dos principais é a volatilidade de preços.

Fan tokens tendem, geralmente, a apresentarem grandes flutuações de preço em curtos períodos de tempo. Isso ocorre por diversos fatores, como o desempenho esportivo das instituições que eles representam, a demanda geral e o sentimento em torno do mercado como um todo.

Além da volatilidade, outro risco importante é a falta de liquidez. Como foi possível observar no último tópico, o BFT não possui atualmente um grande volume diário de negociações. Isso é reflexo de uma baixa procura, o que pode dificultar possíveis vendas daqueles que desejam especular financeiramente com o ativo.

Outro fator a se considerar é a dependência do sucesso e da popularidade da Seleção Brasileira. Se o desempenho dos nossos craques não atender às expectativas dos torcedores, o interesse e, consequentemente, o valor do BFT tendem a diminuir.

Por fim, iniciativas de engajamento e as recompensas oferecidas aos detentores do BFT precisam ser continuamente mantidas e aprimoradas para que o ativo se torne cada vez mais atrativo no médio e longo prazo. Nesse sentido, a Bitci parece estar atrás de outras plataformas que oferecem esses benefícios, como a Socios.com por exemplo.

Para concluir, o BFT representa uma oportunidade inovadora para os torcedores se envolverem de maneira mais profunda e lucrativa com a nossa seleção durante a Copa América.

No entanto, é essencial considerar os riscos envolvidos, como a volatilidade do mercado de criptomoedas, a liquidez limitada e a dependência do desempenho da equipe ao longo do torneio. Assim como com qualquer ativo cripto, cada indivíduo precisa fazer sua gestão de risco e avaliar se o $BFT se enquadra na sua estratégia atual de investimento.

Como os torcedores podem lucrar com o BFT durante a Copa América?

Quais são os riscos envolvidos ao investir no BFT?

Onde é possível comprar o fan token da Seleção Brasileira?

Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024
Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024
Coinbase Coinbase Explorar
PancakeSwap PancakeSwap Até 50% APR
Margex Margex Explorar
Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024

Trusted

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e com o objetivo único de informar. Qualquer atitude tomada pelo usuário a partir das informações veiculadas no site é de sua inteira responsabilidade.
Na seção Aprender, nossa prioridade é fornecer informações de alta qualidade. Nós tomamos o tempo necessário para identificar, pesquisar e produzir conteúdo que seja útil para nossos leitores.
Para manter esse padrão e continuar a criar um conteúdo de excelência, nossos parceiros podem nos recompensar com uma comissão por menções em nossos artigos. No entanto, essas comissões não afetam o processo de criação de conteúdo imparcial, honesto e útil.

4d198a1c7664cbf9005dfd7c70702e03.png
Anderson Mendes
Membro ativo da comunidade de criptoativos e economia em geral, Anderson é formado pela Universidade Positivo, e escreve sobre as principais notícias do mercado. Antes de entrar para a equipe brasileira do BeInCrypto, Anderson liderou projetos relacionados à trading, produção de notícias e conteúdos educacionais relacionados ao mundo cripto no sul do Brasil.
READ FULL BIO