Ver mais

Após problemas de congestionamento, Cardano pode ter aumento de blocos

2 mins
Atualizado por Anderson Mendes

EM RESUMO

  • A IOHK, empresa responsável pelo desenvolvimento da blockchain Cardano, anunciou que pretende aumentar em 11% a capacidade de armazenamento de cada bloco da rede.
  • Organização ainda trabalha em outra proposta de melhoria, que deve aumentar a quantidade de dados que podem ser incluídos em uma única transação.
  • Cardano tem sofrido problemas de congestionamento após o lançamento da SundaeSwap, o que tem colocado a sua capacidade de rivalizar com outras blockchains em cheque.
  • promo

A Input Output Hong Kong (IOHK) pretende aumentar o tamanho de blocos da Cardano (ADA), devido aos problemas de congestionamento enfrentados após o lançamento da SundaeSwap.

A IOHK, empresa responsável pelo desenvolvimento da blockchain Cardano, anunciou na terça-feira (1) que pretende aumentar em 11% a capacidade de armazenamento de cada bloco da rede.

Isso seria feito por meio de uma atualização que fará os blocos, que possuem o tamanho atual de 72 kilobytes (KB), aumentarem para 80 KB. Dessa forma, cada bloco poderia armazenar mais transações, o que evitaria que a rede sofresse com novos congestionamentos.

Além disso, a IOHK afirmou estar trabalhando em outra proposta de melhoria, que deve aumentar a quantidade de dados que podem ser incluídos em uma única transação na Plutus – plataforma de contratos inteligentes da Cardano.

  • Não entendeu algum termo do universo Web3? Confira no nosso Glossário!
  • Quer se manter atualizado em tudo o que é relevante no mundo cripto? O BeInCrypto tem uma comunidade no Telegram em que você pode ler em primeira mão as notícias relevantes e conversar com outros entusiastas em criptomoedasConfira!
  • Você também pode se juntar a nossas comunidades no Twitter (X)Instagram e Facebook.

Solucionando os problemas da Cardano

Desde o hard fork Alonzo, implementado em setembro do ano passado, somente dois projetos DeFi foram lançados para a comunidade de usuários da Cardano. A exchange descentralizada (DEX) MuesliSwap foi o primeiro, e não apresentou nenhum grande problema até o momento.

No entanto, a SundaeSwap, que também opera como DEX, sofreu com o alto volume de negociações em sua estreia, o que causou um congestionamento em toda a blockchain, fazendo com que diversas transações da rede tivessem que ser atrasadas.

Os problemas continuaram nos dias seguintes, fazendo com que muitos usuários passassem a questionar se a Cardano seria capaz de concorrer com outras blockchains como Ethereum (ETH) e Binance Smart Chain (BSC), que já contam com dezenas de projetos e dApps em plena operação.

Conforme destacado pela IOHK, ambas as propostas apresentadas fazem parte dos esforços da organização para otimizar cada vez mais a Cardano, tornando a sua rede preparada para suportar um número cada vez maior de protocolos e projetos.

“Esse ajuste faz parte de uma série planejada de otimizações de rede. Cardano continuará a ser constantemente otimizada em uma série de etapas este ano, dimensionando cuidadosamente e metodicamente a Cardano para crescimento futuro à medida que a demanda aumenta”.

Com isso, a implementação de ambas as propostas podem se tornar algo crucial para que a Cardano continue sendo competitiva e atrativa no mundo cripto. Apesar dos recentes problemas enfrentados, sua rede atingiu um novo recorde de contratos inteligentes nesta semana.

Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024
Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024
Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024

Trusted

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.

4d198a1c7664cbf9005dfd7c70702e03.png
Anderson Mendes
Membro ativo da comunidade de criptoativos e economia em geral, Anderson é formado pela Universidade Positivo, e escreve sobre as principais notícias do mercado. Antes de entrar para a equipe brasileira do BeInCrypto, Anderson liderou projetos relacionados à trading, produção de notícias e conteúdos educacionais relacionados ao mundo cripto no sul do Brasil.
READ FULL BIO
Patrocinados
Patrocinados